Resenha #15 - Quem é Você, Alasca?!



Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras - e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o 'Grande Talvez'. Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, engraçada, problemática e extremamente sensual, Alasca levará Miles para o seu labirinto e o catapultará em direção ao Grande Talvez.









********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
********************************************************************
★★★★★


O Grande Talvez? Onde estará o meu? Definitivamente, estou ansioso por essa busca, e posso dizer que John Green me inspirou a procurar, mas sinceramente, me sinto meio apreensivo. Porque se aventurar nessa busca não é algo realmente fácil, principalmente para pessoas como eu, como Miles Halter ou até mesmo como você! Mas pode ser bem reveladora essa busca, e Quem é você, Alasca? vemos os lados mais divertidos da vida.

Miles Halter é típico garoto anti social que não vê nenhum fundamento na sociedade em que vivi. Para ele, amigos se resumem simplesmente a sua família, e sua timidez é um das características mais fortes de sua personalidade. É claro que uma grande reviravolta em sua vida vai acontecer, de preferência com a chegada de uma garota que pode mostrar a Miles que nem tudo é tão simples assim de se compreender ou decifrar. Alasca Young parecia o tipo de garoto encrenqueira com quem uma pessoa como Miles dificilmente iria se relacionar. Não estando na Culver Creek, à escola problemática, para garotos e garotas problemáticas. Mas não foi esse o principalmente fato de eu ter me apaixonado por esse livro. Na verdade, primeiramente foram os personagens. Acho que já disse isso em resenhas passadas, entretanto, tenho um típico apego a personagens que lembrem causas perdidas, porque eles se assemelham muito a mim. Vão me chamar de dramático, porém não é. Gosto de personagens que tenham que superar seus próprios obstáculos, principalmente quando os obstáculos são eles em si.

“Se as pessoas fossem chuva, eu era garoa e ela, um furacão.”

Lotados de quotes apaixonantes, este livro, como em A Culpa é das Estrelas, te faz pensar em muitos valores da existência humana, e não só isto, mas também trás uma reflexão muito forte sobre saber apreciar cada pequeno momento da vida; saber que vivemos e morremos e isto é inevitável, no entanto, acima de tudo, saber viver, ou tentar aproveitar a vida ao máximo possível. Os personagens daqui podem até não ser verdadeiros, contudo, eles possuem uma característica muito forte com o real, porque são adolescentes, e assim como na realidade, estão dotados de falhas e erros. Não personagens exemplares para se seguir, mas demonstram uma forte visão de aparentar com a realidade.

Depois de ter lido A Culpa é das Estrelas, e estar lendo O Teorema de Katherine, pude notar alguns traços que geralmente os personagens de Green trazem em suas descrições. Geralmente são leitores, que inspiram suas vidas em busca, e com toda certeza, que gostem ou não, falam de cigarros ~risos~

“Quando os adultos dizem: “Os adolescentes se acham invencíveis”, com aquele sorriso malicioso e idiota estampado na cara, eles não sabem quanto estão certos. Não devemos perder a esperança, pois jamais seremos irremediavelmente feridos. Pensamos que somos invencíveis porque realmente somos.”

Inspirador! Como outras obras do autor, que já pude ler, o livro sempre termina com uma forte reflexão sobre a vida. Com um desfecho memorável, Quem é você, Alasca? vai te trazer para um universo inesquecível, com reflexões inapagáveis.



3 comentários

  1. Oie David
    Nossa... já faz tempo que quero ler algo do John, mas acho que vou começar por QUEM É VOCÊ, ALASCA? , porque já faz tanto tempo que desejo e só leio resenhas lindas.
    Ain.. quero ler agora.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos


    Jéssica
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Obrigado Jess. Eu tipo super indico, Quem é Você, Alasca? Achei muito perfeito! E a Culpa é das Estrelas, meu esse é obrigatorio a leitura. Um dos meus favoritos. Li o livro todo em apenas 1 dia. Eu tipo, me apeguei ao modo como John Green escreve. Ele é muito realistas e as quotes deles são realmente inesqueciveis

      Excluir
  2. Olá! o/
    Estou aqui para divulgar o 1º Sorteio do blog Café com Leituras!
    Confira as regras lá no blog.
    Participe e boa sorte! Beijos!
    Café com Leituras!
    http://cafecomleiturasneriana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Expresse-se