Cinema #24 - Sem Saida!


O que você faria se encontrasse a própria foto em um site de pessoas desaparecidas? O adolescente Nathan Harper (Taylor Lautner) é confrontado por esse dilema. À procura de sua identidade verdadeira, Nathan rapidamente descobre que seus pais estão muito longe de ser o que dizem que são. Quando a polícia, agentes do governo e figuras obscuras começam a persegui-lo, Nathan precisa buscar a verdade.












*********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
*********************************************************************
★★★☆☆



Sem Saída. Prometia... Mas não cumpriu.


Nathan Harper é apenas mais um garoto adolescente com sérios problemas de como se relacionar com a sociedade e com a sua vida. Crente de que está vivendo uma vida que não lhe pertence, Nathan, descobrirá que todo segredo tem seu preço, e sua vida vai mudar de uma forma assustadora e enigmática, onde não haverá em quem confiar, a não ser, na sua amada vizinha (e amiga de infância), Karen. Ambos estarão na mira de uma máfia de agentes secretos da CIA e do governo em si, tendo que fugir pelo mundo, enquanto tentam desvendar, quem é Nathan Harper?

O filme é muito bom.  O que não me agradou foi o final em si. A história tinha tudo para ter um desfecho cheio de ação e boas pancadas, mas então, tudo isso foi por água abaixo, quando nosso protagonista resolveu não lutar mais e pedir ajuda para o pai! Cara! Sério! Para o pai? Que nunca apareceu na sua vida, e que do nada, te liga, pede para confiar nele, e você, simplesmente confia? Francamente, ingenuidade tem limite. Quero dizer, o bandido, tinha tirado tudo do pobre Nathan, até quem ele realmente era. Como é que o cara fracassa na hora de dar uns bons socos na cara desse estranho?  Esse sentindo deu ao filme um ar bem tosco. Então eu nem gostei, e nem desgostei. Fiquei no meio termo.



Romântico? É, tem umas cenas parecidas. Até boa parte do filme, a ação é garantida. E fiquei mais feliz ainda quando vi que era a Lily Collins que tava como Karen! (Sério, eu adorei essa parte!) Mas apesar de ter tido um ritmo bem eletrizante no começo e meio, o fim foi trágico! Eu assistiria novamente, todavia, ele certamente não estará na minha lista de favoritos.


 

3 comentários

  1. Amei o trailer do filme
    Ainda não tinha visto
    Vou procurar para assistir

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ai, eu gostei bastante!
    Tinha uma cisma com o Taylor por causa de Crepúsculo, e ele mostrou que sabe atuar melhor do que aquilo!
    Mas gostei da sua resenha!

    Beijos
    Endless Poem

    ResponderExcluir
  3. Aah eu concordo com você, o tema do filme é bacana e tinha muito pra dar certo mas o diretor "cagou" em muitos momentos. Achei tão "nada a ver" a cena em que os dois personagens estão se pegando no trem e DO NADA a guria fala que vai lanchar... tipo, ahm???-.-'

    Eu não gosto do Taylor, tentei vê-lo com outros olhos nesse filme mas sempre me lembra o Jacob da saga Twilight! -.-'

    Beijos!

    ResponderExcluir

Expresse-se