Coluna: Anime da Semana!





Se está procurando um anime para dar altas gargalhadas, então encontrou a sugestão certa. Zatch Bell é o típico anime que vai fazer você dar altas risadas, não só nos momentos mais inusitados, como também nas situações mais cômicas que você pode esperar.

A cada mil anos, cem Mamodos (seres em forma de crianças que vivem em um mundo alternativo ao nosso), são escolhidos para participarem de um imenso torneio que envolve a seleção do novo rei Mamodo. Em vista disso, Zat (Ou Gash, no nome original japonês), é enviado ao mundo humano para lutar contra os outros Mamodos, mas infelizmente antes de chegar até aqui, acaba sendo atacado por Zeno (Zeon no nome original) e perde completamente sua memória, sabendo apenas de seu nome. Cada Mamodo é enviado para um humano com um livro, e o vencedor, será coroado e seu humano terá grandes riquezas. Mas as batalhas são brutais, e Zat aprende da pior forma o quanto esse torneio pode ser horrível para os que nunca quiseram lutar. Em vista disso, Zat acaba na Inglaterra onde um homem bondoso o envia para seu filho, no Japão. Lá, Zat conhecerá Kiyo (Ou Kiyomaro no nome original), que está destinado a ser seu humano e ajudá-lo a realizar sua promessa: tornar-se um rei gentil. Kiyo se junta a Zat para juntos desvendarem as mágicas ocultas no livro vermelho, que esconde as verdadeiras habilidades do Mamodo.


Descontraído. O anime não se fixa apenas no enredo central, de ter batalha após batalha. Pelo contrário. Mesmo tendo um tema central bem assombroso de certa forma (ele me lembra Jogos Vorazes um pouco), Zatch Bell trás bastantes partes cômicas, que faz com que a história fique mais gostosa ainda. E claro, ação, uma atrás da outra, com lutas chocantes. Na realidade, dentre toda a minha favorita é a de Zat contra Zeno. Esse sim é um embate indispensável. Sem falar claro, nas altas gargalhadas que você vai dar.
O anime ficou tão conhecido no Japão pela sua comédia, que diversos produtos, com trocadilhos do desenho, foram produzidos. A obra de Makoto Raiku teve uma adaptação cinematográfica e a Nintendo lançou ainda um jogo para Will.

Mesmo não sendo um anime muito visado, já foi exibido na TV aberta brasileira, e completou-se na TV fechada. É hilário e muito bom. O curta conta com 3 temporadas, somando 117 capítulos. Não é tanto ne? Então que tal conferir?

Confira algumas imagens abaixo:













Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se