Resenha #40 - A Biblioteca do Czar (Red Luna Vol 1)!


A série Red Luna apresenta ao leitor uma trilogia fantástica que conta a história de três raças de vampiros que lutam entre si enquanto se alimentam da humanidade: os sugadores de sangue Varnis, os drenadores de magia Devas e os devoradores de emoção Auras.
Com suas origens envoltas em mistério, o ódio e o medo uns dos outros só aumentaram ao longo dos séculos, atingindo os humanos no fogo cruzado.
Neste livro, conheça os Varnis, os milenares senhores secretos da humanidade. Vencedores da guerra travada contra os místicos Devas, os Varnis sobreviveram ao fim da Era da Magia alimentando-se de sangue humano, mas foram condenados a não poderem mais andar sob o sol.


*******************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
*******************************************************************
★★★★★


A primeira impressão, olhando para a capa deste livro, pode parecer que seu tema é muito infantil, mas não se iluda. Red Luna, A Biblioteca do Czar possui um enredo muito mais sombrio, com personagens muito mais envolventes, centralizando a aprendizagem da grande guerra de Napoleão e a mitologia Nórdica.

Alisa é a princesa renegada de uma das três poderosas raças de vampiros, os Vanis. Sua mãe, a rainha Angela custa aceitar a existência da garota, e enquanto almeja ampliar e invadir novos territórios proibidos (as terras em guerra da Rússia), não percebe a maligna armação que Meriam, sua general, está orquestrando para tomar o poder.

Em meio a esta guerra de poder, Alisa, com a ajuda de um amigo improvável, Miguel, um humano, vai acabar descobrindo segredos até o momento, ocultos pela realidade do homem. Uma batalha terrível se inicia e você está prestes a conhecer as poderosas raças vampirescas que circulam nosso mundo.

O livro além de possuir um enredo incrível, ainda conta com ilustrações maravilhosas em estilo manga. Sei o quanto leitores podem ficar apreensivos quanto a livros vampirescos na atualidade (tendo como atuais referencia a série Twilight), principalmente quando as ilustrações mostram um lado tão infantil da história. Mas não se deixe enganar pelas aparências. Os Varnis são vampiros “das antigas” e não se importam nenhum pouco de se alimentar dos humanos. Pelo contrário, a perspectiva é tratada de forma tão superficial que leva o leitor a crê que aquilo tudo é normal. Não é a toa que se utilizando de um cenário de guerra, os vampiros se servem de um belo banquete variado.





Nada era mais frustrante do que não conseguir ler.” – (Red Luna Vol 1: A Biblioteca do Czar, pág: 33)
Complicado o nosso destino. Perseguir a morte para vivermos.” (Red Luna Vol 1: A Biblioteca do Czar, pág: 94)

A obra é um magnífico mergulho na época de Napoleão, juntando personagens históricos, com seres fictícios. Além de conter uma diagramação impecável (Gutenberg arrasou!), ainda mostra uma boa leitura com uma escrita sucinta a todo leitor. O mais importante é claro, é a maneira como Morato demonstra conhecer dos eventos históricos. Em alguns momentos você é transportado para dentro do cenário, levado a sentir todas as emoções daquele momento.

Impossível é uma palavra encontrada apenas no dicionário dos tolos” (Red Luna Vol 1: A Biblioteca do Czar, pág: 71)


Um comentário

Expresse-se