Cinema #46 - Diário de um Banan 2: Rodrick é o Cara!




Greg Heffley (Zachary Gordon) está de volta, agora cursando a sétima série do ensino fundamental. Além dos valentões da escola, desta vez Greg terá de enfrentar o irmão mais velho, Rodrick (Devon Bostick), que descobre um segredo do caçula da família por meio do diário. Como Greg não quer que a descoberta seja espalhada, Rodrick aproveita que está no controle da situação para atormentar o irmão mais novo.










*********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
*********************************************************************
★★★★★


Esse filme não só ganha você nas gargalhadas, como também trás um tema muito mais forte do que o anterior, ressaltando os relacionamentos familiares entre irmãos.

Greg finalmente se livrou do toque do queijo. Seu ultimo semestre de aulas não foi algo fácil, principalmente quando metade da escola passou a excluí-lo. Mas agora está vivendo um novo recomeço. A 7° série vai ter uma reviravolta bem diferenciada da 6° e suas expectativas estão nas melhores possíveis. Só não sabia ele que este poderia ser mais um longo momento de sua vida, sendo infernizado por seu irmão mais velho, Rodrick. E não poderia ser em momento mais inoportuno. Quando finalmente conhece uma garota que mexe com ele, acaba passando as mais variadas vergonhas na sua frente, sempre provocadas pelas “brincadeirinhas” que seu odiado irmão tende a fazer. Agora, Greg vai iniciar mais um capítulo de seu diário, preparando-se para uma de suas missões mais difíceis: conviver com Rodrick e talvez, tornar-se seu amigo.

Diário de um Banana é uma série propriamente infantil, mas assim como Harry Potter, pode acabar cativando você, não só pelos personagens verdadeiros, ao qual você pode se auto enxergar ou visualizar seus amigos. Esse 2º filme transmite uma sensação muito mais realista que o primeiro, levando um tema que qualquer um poderia viver: a harmonia de irmão com irmão. Eu, sendo irmão mais velho, sei bem como Rodrick se sente a respeito de Greg, apesar das brincadeiras dele às vezes ultrapassarem os limites. Considero (e acho que você também irá considerar) uma espécie de regra entre os caçulas e o mais velho: trégua jamais! O roteiro mostra essa convivência, e de forma tão absurdamente natural, que você se pega enxergando seu dia a dia sem nem mesmo notar.

Pessoalmente achei que este filme ficou muito melhor e mais maduro, não centrando apenas as crianças, mas os adultos também, relevando um lado bem nostálgico. Fora isto, o enredo é tão cômico quanto o primeiro, e acredito, na dose certa. O volume um foi bom, contudo, tinha muita coisa solta e os diálogos eram fechados para o publico infantil, o que tornou o filme em termos politicamente corretos: mais ou menos. Esse 2° não. Os atores pareciam mais confiantes no que faziam, e expressavam segurança. Além disso, a história engraçada não só roubas risadinhas bobas, como também faz bastante ironias as épocas da escola.



Logicamente que Diário de um Banana 2: Rodrick é o Cara não é um filme que eu vou indicar a adultos. Mas se você curte esses cinemas bobinhos, cheio de baboseiras adolescentes e infantis, ta ai, uma boa pedida.



 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se