Resenha #59 - Pegasus e o Fogo do Olimpo (Olimpo em Guerra Vol 1)!




Coleção: Olimpo em Guerra
Título: Pegasus e o Fogo do Olimpo
Autor: Kate O'Hearn 
Editora: Leya
Edição: 1 
Ano: 2011 
Idioma: Português 
Especificações: Brochura | 296 páginas 
ISBN: 978-85-8044-075-1 
Peso: 388g 
Dimensões: 210mm x 140mm
Quando Pegasus, o majestoso e mitológico cavalo alado, é atingido por um raio e cai em seu terraço durante uma violenta tempestade que deixa Nova York no escuro, a vida da jovem Emily transforma-se em uma lenda.
Buscando ajuda para tratar os graves ferimentos de Pegasus, Emily recorre ao garoto estranho da escola, Joel. Trabalhando juntos, eles rapidamente descobrem que o cavalo alado tem mais do que ferimentos da tempestade. Ele possui marcas da terrível batalha que acontece paralelamente ao nosso mundo. Uma batalha contra o Olimpo, onde destruição e morte marcam o lugar onde antes os deuses governavam.

Junto com Pegasus, Emily e Joel enfrentarão batalhas épicas contra terríveis monstros, seres sobre-humanos, deuses e demônios, mas suas vidas nunca mais serão as mesmas após voarem com Pegasus nesta heroica aventura para salvar o Olimpo antes que a "Chama do Olimpo" se apague para sempre...


*********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
*********************************************************************
★★★★★


Mais uma grandiosa aventura, envolvida entre misticismo mitológico e normalidade, que não só transmite como também inova com uma maneira extraordinária de contar histórias.

Emily era uma garota pouco popular, que não tinha muito a que se apegar, a não ser seu pai, que é policial, e que passa pouquíssimo tempo com ela. A garotinha, apesar de jovem, já se deparava com a solidão, e desde a morte de sua mãe, as coisa tem ficado muito mais difícil. Até claro, que numa noite chuvosa, um garanhão albino com asas, acaba caindo no terraço de seu prédio. Desesperada, Emily precisa engolir seu orgulho e pedir ajuda a pessoa mais improvável de todas: Joel, um garoto muito anti-social que raramente não arruma confusão. Emily só não sabe que está de frente a uma batalha muito mais perigosa e que o destino do próprio Olimpo pode estar em suas mãos.

Eu me apaixonei pela série. Não só pela narrativa em si, mas pela forma singela que a autora tem de contar histórias. Kate O’Hearn não só tem uma escrita simples e instigante, como também dosa muito bem todos os elementos que compõe seu enredo.

Temos também seus personagens. Foi bom ter uma história que não se feche ao estereótipo Harry Potter, onde sempre temos/precisamos de um trio de protagonistas para desenvolver a história. Aqui nós deparamos com um trio, contudo, bem mais peculiar, tendo dois humanos e um animal. Em minha opinião, isto deu espaço para que a autora pudesse desenvolver excelentemente seus personagens, como também ressalta sutilmente sua paixão por cavalos. Não é de se espantar que Pegasus seja tão amável e conquistador. Além disto, tanto Emily quanto Joel são personagens notáveis e ganham um ar realístico apavorante.

Envolvente também é conhecer um lado mais carinhoso dos deuses. Diferentemente de Riordan (série Percy Jackson) O’ Hearn refaz a maneira de enxergar os olímpicos. Este ponto com certeza reforçou meu carinho pela obra, não só por ela escapar das índoles “famosinhos”, mas pela proposta diferenciada que vem nos apresentar. E apesar de parecer uma história bobinha e infantil, a capa pode iludir o leitor e o enredo vai se mostrando a cada capítulo.

Não só aconselho conhecer como espero que a história encante tanto você quanto me encantou.



 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se