Resenha #70 - Aura Negra (Academia de Vampiros Vol 2)!




Coleção: Academia de Vampiros
Título: Aura Negra
Autor: Richelle Mead
Editora: Nova Fronteira
Edição: 1 
Ano: 2010
Idioma: Português 
Especificações: Brochura | 304 páginas 
ISBN: 978-85-2092-399-3 
Peso: 410g 
Dimensões: 230mm x 160mm

No tumultuado mundo dos vampiros, todo cuidado é pouco, e o menor dos deslizes pode ser fatal. Rose Hathaway sabe disso, mas mesmo assim sempre consegue se meter em apuros. Depois das surpresas e reviravoltas de "O Beijo das Sombras", ela terá que tomar decisões difíceis para salvar aqueles que ama, custe o que custar.
Uma aventura de tirar o fôlego, recheada de romance e muito sangue.


*********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
*********************************************************************
★★★★★


Aura Negra vem para superar em todos os sentidos O Beijo das Sombras, e com muito mais adrenalina, Richelle Mead promete uma seqüência irresistível e atraente para seus leitores!

Depois dos últimos eventos e de quase perder sua amiga Lissa, Rose está mais determinada do que nunca para definitivamente aprender o máximo que puder com seu sedutor instrutor Dimitri, para que possa proteger sua melhor amiga da ameaça que os Stigoi representam. Mas quando esses vampiros maquiavélicos começam a se juntar para atacar importantes famílias da realeza Moroi, não pensar em seus atos pode gerar uma conseqüência catastrófica.

Pensar não é o que Rose quer agora, principalmente estando tão atolada em sentimentos. Por um lado seu inestimável e quase deus, Dimitri. Por outro lado seu melhor amigo e galante Mason, e ainda tem Adrian para bagunçar muito mais suas decisões. E não vamos citar o retorno de sua mãe, uma das guardiãs mais famosas do seu mundo, que está sempre tão fria e gélida com a filha. Conviver com essa sombra não é algo fácil e quando um grupo de seus amigos ficam entre os Morois e Stigois, o destino de toda a comunidade vampiresca estará a um passo de uma mudança totalmente radical.




Nós dois juntos era algo aconchegante e que parecia se encaixar perfeitamente.” – (Academia de Vampiros Vol 2: Aura Negra, Pag: 94)



No mundo real você pode fazer seus próprios milagres.” – (Academia de Vampiros Vol 2: Aura Negra, Pag: 100)

Esse livro me deixou totalmente sem palavras. Quero dizer, o final foi algo... Jesus, como posso expressar isso em palavras? É algo chocante, e você com certeza só vai saber quando ler. Os acontecimentos de Aura Negra te pegam de surpresa e as pessoas que você menos imagina correrem risco de vida são as que mais correm. Sinceramente, o fim foi perfeito, e Mead não só transmitiu aquele gostinho de quero mais que os autores fazem aos leitores em seus desfechos. Ela deixou dentro de mim uma dose assustadora de necessidade. Eu necessito ler o próximo volume, não só pelo enredo envolvente ou pelos personagens marcantes, mas pelo rumo que as coisas tomam. Estamos basicamente à beira de uma revolução no universo dos vampiros e até mesmo os Morois se mostram muito mais ativos nesse livro. Personagens que não me agradavam no último volume se transformaram nos meus favoritos, e exemplo disto seria a “antagonista” Mia, que era puramente futilidade, mas que nesta obra em questão ganha seu destaque e prova que garotas não são apenas beleza e besteiras de moda, mas também um poço de sabedoria e coragem. Gosto de livros que tratem as mulheres não só como uma pessoa indefesa e que não pode agir, mas de modo a vê-las como alguém que é capaz sim de saltar na luta e descer porrada! Isso é altamente atraente! Não é a toa que Rose seja UMA SEDUÇÃO SÓ! Cara que mulher é essa hein? Sério, caso com ela agora! (Brincadeira kkkkkkkkk)

Acho importante ressaltar que nesse volume os personagens ficam ainda mais livres na narrativa, cada um com seu espaço, e diferentemente do outro que só fechava-se no relacionamento de Lissa e Rose (o que me chateou algumas vezes porque me parecia meio obsessiva) este aqui tem uma separação muito mais arquiteta, fixando-se na protagonista Rose, que convenhamos, é muito mais divertida e legal do que Lissa. Apesar de ela não ter todos os dons legais, ainda sou TEAM ROSE!

O enredo desse volume também ficou muito mais arquiteto, compensando os pequenos momentos que O Beijo das Sombras não tinha. Nesse aqui, o leitor não tem muito tempo para respirar, porque mesmo quando não centramos exatamente os ocorridos mais sinistros da trama, estamos lendo alguma confusão que a protagonista se meteu, seja com seus casos amorosos ou apenas com as suas sacadas divertidas. O livro já começa com um diferencial, centrando um fato altamente forte, o que com certeza já auxilia sem sombra de dúvidas para que o leitor fique fixo até o fim, na expectativa do que vem por ai, ou do que vai acontecer no final.


Eu era um caso de hospício mesmo.” – (Academia de Vampiros Vol 2: Aura Negra, Pag: 190)



— Você não acha que está é a época do ano para perdoar as pessoas?
Eu soltei um suspiro bem alto.
— Isso não é um especial de natal! É a minha vida. No mundo real os milagres e as boas ações simplesmente não acontecem assim. – (Academia de Vampiros Vol 2: Aura Negra, Pag: 100)

Mais uma vez vamos parabenizar Richelle Mead pelo excelente trabalho na sua escrita tão maravilhosamente viciante e pela criatividade de dar origens a personagens maravilhosamente encantadores!



Um comentário

  1. Eu li todos os livros dessa saga e esta entre os que gostei bastante, é bastante original....

    ResponderExcluir

Expresse-se