Cinema #64 - Shinobi!



Título: Shinobi
Subtítulo: Heart Under Blade
Ano de Produção: 2005
Direção: Ten Shimoyama
Duração: 105 min
É o ano de 1614, dois clãs de ninjas, o da terra de Koga e o de Iga. Ambos são inimigos, mas têm acordado em não entrar em guerra um com o outro. Os herdeiros dos líderes de ambas as vilas se apaixonam sem saber que um é inimigo do outro por causa das tradições dos clãs. Mas um trágico destino espera o casal, é lançada uma maldição sobre a existência das famílias que coloca as duas vilas uma contra a outra. Os melhores ninjas de Koga e Iga são escolhidos para lutar uns contra os outros e Gennosuke e Abora, o casal apaixonado, é colocado frente a frente como inimigos. Por séculos eles vivem guerras da escuridão, com estranhos poderes e habilidades, vivem somente para a batalha, eles são Shinobi.


*********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
*********************************************************************
★★★★★


Um live-action adaptado a partir do anime Basilisk (Kouga Ninpouchou Basilisk), o filme é drama romântico japonês dirigido por Ten Shimoyama e escrito por Kenya Hirata no ano de 2005. Sua trama se passa por volta do ano de 1614, pouco após o período Sengoku japonês. A história narra a rivalidade de dois clãs shinobis, Iga e Kouga, que há muito tempo declarados inimigos, tentam eliminar a existência um do outro, sendo impedidos apenas por um tratado de trégua firmado por um antigo Xogum. Porém, esta tênue paz entre os clãs esta prestes a ruir. Um novo imperador esta no poder, e seus planos para unificar a nação, não incluem a existência das aldeias ninjas. Alimentando a rivalidade já existente entre ambos o Xogum cria uma competição mortífera entre os clãs que suspostamente serviria para decidir seu sucessor. Para tal competição, tanto Iga quanto Kouga deveriam selecionar os seus cinco guerreiros mais habilidosos para confrontar-se. Como líderes para esta sangrenta batalha, são escolhidos Kouga Gennosuke e Oboro, que acabam em um complicado dilema, pois apesar de clãs inimigos, eles haviam se apaixonado anteriormente e vinham se encontrando em segredo desde então. Obrigados a continuar com a rivalidade de seus antepassados e incapazes de aplacar a convicção de seus companheiros de batalha, o jovem casal terá de decidir qual caminho seguir.

- Você e eu apenas ficaremos juntos em nossos sonhos.”

Um dos live-actions mais bem produzidos dos últimos tempos, Shinobi conta com bons efeitos especiais (levando seu ano de lançamento em consideração), além de uma emocionante história, não só por seu drama romântico, parte principal da trama, mas também por suas diversas cenas de ação, onde podemos observar as mais variadas técnicas ocultas de cada um dos clãs (apesar de que estas poderiam ter sido mais exploradas no filme). Este filme em alguns aspectos pode lembrar até mesmo a obra de Romeu e Julieta devido ao romance proibido e devido à rivalidade dentre as partes, porém seus personagens principais não se deixam levar apenas pelo amor que sentem um pelo outro, mas encaram seu destino de forma destemida, o que distingue as duas obras. Possui ainda um final marcante e arrasador, capaz de levar muitos de seus expectadores às lágrimas (assim como eu).

Eu ainda não tive a oportunidade de conferir o anime, mas aparentemente o enredo do filme esta bastante fiel, algo que costuma variar bastante, assim como às vezes acontecem nas adaptações de livros. Não se deve esperar, porém que homens silenciosos e ágeis vestidos de preto comecem a aparecer por toda a parte, neste filme, é resgatada a origem cultural do termo shinobi, que se refere a um guerreiro de elite, e não a nossos colegas estereotipados que tanto são exibidos por ai. Por outro lado, a tradição é quebrada devido a alguns aspectos mais superficiais como a aparência dos personagens principais, principalmente quando se trata de Kouga Gennosuki, que possui um penteado atípico para dar-lhe ares mais sedutores.


 

Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se