Resenha #99 - O Futuro da Humanidade!



Título: O Futuro da Humanidade
Autor: Augusto Cury
Editora: Arqueiro
Edição: 1

Ano2005
IdiomaPortuguês
EspecificaçõesBrochura | 256 páginas
ISBN85-7542-162-X
Peso330g
Dimensões230mm x 160mm 
Uma obra que oferece uma rara oportunidade de repensar a sociedade e o rumo de nossas vidas. Com mais de 8 milhões de livros vendidos no Brasil, Cury nos presenteia com uma saborosa ficção que ilustra os ensinamentos presentes em seus livros e se apóia na sua vasta experiência profissional.

O livro conta a trajetória de Marco Polo, um jovem estudante de medicina de espírito livre e aventureiro como o do navegador veneziano do século 17, em quem seu pai se inspirou ao escolher seu nome.

Ao entrar na faculdade cheio de sonhos e expectativas, Marco Polo se vê diante de uma realidade dura e fria: a falta de respeito e sensibilidade dos professores em relação aos pacientes com transtornos psíquicos, que são marginalizados e tratados como se não tivessem identidade.
Indignado, o jovem desafia profissionais de renome internacional para provar que os pacientes com problemas psiquiátricos merecem mais atenção, respeito e dedicação - e menos remédios. Acreditando na força do diálogo e da psicologia, ele acaba causando uma verdadeira revolução nas mentes e nos corações das pessoas com quem convive.
Uma história de esperança e de luta contra as injustiças, este livro é a saga de um desbravador de sonhos, de um poeta da vida, de um homem disposto a correr todos os riscos em nome daquilo que ama e acredita.


*********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
*********************************************************************
★★★☆☆


A historia se inicia quando um jovem, chamado Marco Polo, percorre os corredores de uma faculdade de medicina com seus colegas de classe para uma aula de anatomia e é constatado um choque emocional no local quando os alunos se deparam com os corpos e não sabem como reagir. Marco Polo, um jovem atrevido, questiona a origem de cada um daqueles corpos e seu professor com arrogância apenas responde que são indigentes; pessoas sem historia. Marco Polo intrigado, continua a questioná-lo e contrariado. O professor o desafia a pesquisar e trazer para a sala de aula a historia de vida de um daqueles corpos. Assim se inicia a bela historia de Marco Polo, que nas ruas á procura de respostas encontra Falcão, um morador de rua com uma historia triste, porém recheada de muita sabedoria; um poeta da vida que ensina Marco Polo a falar com flores e abraçar árvores! Sim, abraçar árvores!

"Quando o mundo nos abandona, a solidão é tolerável, mas quando nós mesmos nos abandonamos, ela é insuportável."

Esse romance de Augusto Cury é surpreendente. O livro contém grandes mensagens e muita esperança. Você se identifica com os personagens porque as emoções são bem lapidadas nessa historia e a profundidade dos sentimentos também. Marco Polo muda a vida de várias pessoas com seu constante questionamento e sua paixão pela humanidade.

"Ser feliz é ser capaz de dizer "eu errei", é ter sensibilidade para falar "eu preciso de você", é ter ousadia para dizer "eu te amo."

Não é uma historia fácil, possui muitas teorias da área da psicologia e da psiquiatria, mas é um livro com sabor de vida, simplicidade e compaixão. É uma historia bonita sobre pessoas que sofrem, se escondem no cárcere de seus medos e sobre pessoas que se erguem do seu caos emocional e se mostram vencedores. É um livro contagiante, que te faz querer abraçar árvores e conversar com flores. Apesar de difícil é uma leitura que vale a pena.

"Não foi um final feliz, foi uma vírgula feliz, pois essa historia, assim como a vida, não tem um final, é um eterno recomeço."


 

2 comentários

  1. Não sou muito fã do Augusto Cury mas este livro parece ser bem bonito!
    Vou procurar saber mais,
    Ótima resenha.
    Beijos,
    Marcela.
    ocantinholiterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha para esse livro!
    Sei que muitas pessoas falam que os livros de Augusto são apenas de alto ajuda,pois bem,não creio que os livros deveriam levar as pessoas para baixo e sim ajudá-las a se levantar e enfrentar os problemas,entretanto, Cury pega histórias reais e a tornam em ficção,mostrando um jeito de mudar a sociedade em que somos destinados a viver (então os livros dele não são apenas de alto-ajuda,também tem livros de romance e ficção ).
    Todos os livros desse grande escritor são simplesmente perfeitos!
    Parabéns mesmo,bélissima resenha *-*

    ResponderExcluir

Expresse-se