Resenha #111 - Eleanor e Park!



 Ficha Tecnica:
Título: Eleanor And Park
Autor: Rainbow Rowell
Tradução: Caio Pereira
Editora: Novo Século
Edição: 1
Ano: 2014
Especificações: Brochura | 328 páginas
ISBN: 978-85-4280-125-5
Peso: 330g
Dimensões: 230mm x 160mm
Sinopse: Eleanor & Park' é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e 'grandes', é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.


*********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
*********************************************************************


Eleanor & Park é um romance não convencional. Não temos um casal visualmente perfeito (o que me atraiu logo de cara no enredo) e principalmente preocupados, porque no fim, essa perfeição induzida não importa.

Porque não importa pra mim, Park. Se você gostar de mim eu juro por Deus, nada mais importa.”

Eleanor é "grande" e "gorda" como acaba deixando claro em algumas páginas o que pode ser resultado de sua auto-estima baixa. Com uma família grande, uma mãe submissa e um padrasto alcoólatra, Eleanor enfrenta muitas dificuldades em casa.
Park é mestiço, aparentemente com uma família perfeita, mas que com o decorrer da historia, nos fará notar que não importa quão aparentemente perfeita seja uma família, todos carregam medos, inseguranças, traumas e dificuldades.






Segurar a mão de Eleanor era como segurar borboletas. Ou um batimento cardíaco. Como segurar algo completo e completamente vivo.

Esse romance da Rainbow tem um gosto de primeiro amor que não sai de você. Toda a insegurança, as descobertas, primeiros toques e primeiros beijos. Todos os sentimentos de estar preso a um amor pela primeira vez tornam essa historia impossível de se largar.
NOTA ESPECIAL: Não importa o quanto você não acredite mais no amor, ele sempre encontra um jeito de nascer dentro de você de novo. Nunca um livro foi capaz de abraçar seu coração de tal forma. De te fazer acreditar em coisas simples e doces e inocentes. Se todo começo, se toda historia, se todo final tivesse um pouco da verdade que carregam Eleanor & Park, nunca mágoas seriam carregadas. Nunca dores seriam guardadas, por que numa rosa o importante não é guardar os espinhos e sim as pétalas.

Você salvou a minha vida, ela tentou dizer a ele. Não para sempre e não de uma forma completa. Provavelmente apenas temporariamente. Mas você salvou a minha vida.”


Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se