Coluna: Anime da Semana!




Seishu Handa levava uma vida tranquila como caligrafo profissional, até que um dia durante uma grande exposição sua caligrafia é criticada como sem identidade, tão comum quanto à dos livros, pelo curador do local, e Handa em um acesso de fúria acaba socando o homem, um senhor de idade avançada que utiliza uma bengala para se locomover, fato que traz muita comoção em seu meio social e que o faz ser afastado das competições por certo tempo. Como castigo, ele é enviado por seu pai a uma ilha local, distante das tecnologias para redescobrir sua caligrafia. Em um primeiro momento Handa se vê perdido neste estranho mundo de gentileza e tranquilidade, onde todos os moradores se conhecem e as crianças ainda vivem suas infâncias brincando pela ilha. Mas nessa nova fase da sua vida, com a ajuda da pequena Naru, uma das crianças da ilha, Handa perceberá que existe um mundo muito além da caligrafia, e que existem muitos valores acima de ser o caligrafo número um em exposições.

Durante o anime de doze episódios, o foco está no registro deste desenvolvimento pessoal do protagonista, sendo intercalado com boas doses de humor leve, por parte de personagens marcantes que possuem seus próprios dilemas pessoais, fato que contribui para que o anime seja inesquecível e marcante, deixando aquele gostinho de quero mais ao final.

Um motivo extra para assistir o anime é sua trilha sonora tão cativante, tanto a opening, com a música Rashisa da banda Super Beaver, quando a ending com a música Innocense da banda Noisy Cell (são o tipo de músicas no qual você se vicia tanto que quando mesmo espera já está cantando junto com o início/fim do episódio e já definiu como toque do celular). Além, claro, do excelente trabalho com o processo de animação, com gráficos muito bem trabalhados.

Baseado no mangá de mesmo título escrito por Satsuki Yoshino, e publicado pela Square Enix, Barakamon conta apenas uma parte da vida de Seishu Handa, a de sua vida após ter se tornado um renomado caligrafo. Existe ainda uma obra em mangá intitulada de Handa-kun, que retoma a história do protagonista seis anos antes dos acontecimentos de Barakamon.

A adaptação desta parte da obra para anime já foi confirmada, faltando apenas ser anunciada a data de lançamento e o estúdio que será responsável pela adaptação. Se será o estúdio Kinema Citrus, responsável pela animação de Barakamon, e se a direção também permanecerá a mesma, no caso sob direção de Masaki Tachibana.

Confira algumas imagens:












Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se