Resenha #148 - O Sangue do Olimpo (Os Heróis do Olimpo Vol 5)!



Ficha Técnica
Coleção: Os Heróis do Olimpo
Título: O Sangue do Olimpo
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Edição: 1
Ano: 2014
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 432 páginas
ISBN: 978-85-8057-595-8
 Sinopse
No desfecho da série Os heróis do Olimpo, os tripulantes gregos e romanos do Argo II têm feito progresso em suas constantes missões, mas ainda não estão nem perto de vencer a sanguinária Mãe Terra, Gaia. Os gigantes estão de volta — mais fortes do que nunca —, e os semideuses precisam impedi-los antes da Festa de Spes, momento em que Gaia planeja despertar, derramando o sangue do Olimpo. Para piorar, visões frequentes da terrível batalha no Acampamento Meio-Sangue assombram os sete semideuses. A legião romana do Acampamento Júpiter, comandada por Octavian, está se aproximando das fronteiras do acampamento grego. Por mais que seja tentador usar a Atena Partenos como arma secreta contra os gigantes, eles sabem que a estátua é necessária em Long Island, onde talvez consiga impedir uma guerra entre os acampamentos. A Atena Partenos irá para o oeste, enquanto o Argo II segue para o leste. Os deuses, ainda sofrendo com a dupla personalidade, não podem ajudar. Como os jovens conseguirão vencer sozinhos um exército de gigantes? A viagem para Atenas é perigosa, mas não há outra opção. Eles já sacrificaram muito para chegar onde estão. E se Gaia despertar, será o fim.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************




Maravilhosamente glorioso, um final que não poderia ser mais digno para tantos heróis. Se você esperou por este desfecho, apreensivo, assim como nós, no momento, em uma visão particular, acredito que todos podem relaxar. Riordan deu um final digno a seus personagens, com reviravoltas esperadas e ao mesmo tempo surpreendentes, enquanto mitologia e contemporaneidade ganham um teor realístico... E personagens que há anos nos seguem e agora partem, com certeza, deixando saudade.


Conseguir uma segunda chance é uma coisa; o difícil é fazê-la valer a pena.

Nos momentos finais da aventura dos sete semideuses, Percy, Jason, Piper, Annabeth, Leo, Hazel e Frank estão mais perto do que nunca de chegar a Atena no Argo II e combater sua empreitada perigosa contra os gigantes. Mas, antes que esse desafio se realize, todos terão papéis importantes a desempenhar. Assombrados pelo teor mórbido da grande profecia dos sete, Leo, Jason e Piper, ganham destaque, preparando-se para sua participação final, sabendo, com clareza, que assim como o oráculo disse, um deles não irá voltar. Entre tempestade e fogo, quem sucumbirá?

Enquanto isso, do outro lado do mundo, correndo contra o tempo, encontramos Reyna, Nico e Treinador Hegde, que viajando através das sombras, dirigem-se o mais rápido possível a colina Meio Sangue, onde a batalha entre os dois acampamentos será travada. O problema é que as viagens pelas sombras estão consumindo Nico lentamente, e ele está cada vez mais invisível. Além disso, Reyna tem seus próprios fantasmas de um passado que tentou esquecer para combater, tendo que lidar com um perigoso caçador que está em seu encalce. Octavian está com os preparativos prontos. No amanhecer de 01 de agosto, Gaia despertará e o plano sinistro do áugure aniquilará o acampamento Meio Sangue, a não ser claro, que a Atena Paterno seja devolvida sã e salva pela pretora da legião. Mas, até que ponto as forças de Reyna e de Nico estarão dispostas a continuar? Onde essa empreitada com o passado e o futuro os levará?


Sem sombras de dúvidas, O Sangue do Olimpo supriu todas as minhas expectativas, trazendo fatos que ora eu já esperava, ora ficava boquiaberto com tamanha inovação. Riordan manuseou perfeitamente o desfecho de sua série, e como citei acima, soube trabalhar para que todos seus personagens tivessem seus fins merecidos (alguns mais do que outros). O último volume da saga greco-romana foi o que melhor trabalhou os personagens, dando a eles mais personalidade, amadurecimento e vivacidade. Com certeza, preconceitos antigos foram extintos após este livro. Não só por parte da personagem que menos tinha afinidade, Piper, que, definitivamente evolui, cresceu e se tornou uma guerreira honrosa, como também por parte dos dramas particulares, que diferentemente de volumes anteriores, onde se alongavam e ficavam meio descontextualizados, agora ganhavam um novo fundo, mostrando a mudança de determinado personagem desde sua primeira aventura em O Herói Perdido. Acharam que só Rowling sabia puxar eventos de livros anteriores para fechar tudo no fim? Então repense e leia O Sangue do Olimpo, porque Rick Riordan também manuseou muito bem dados acontecimentos da série anterior, Percy Jackson e os Olimpianos e como diria as más línguas “Lacrou!” definitivamente!

Em destaque, podemos citar dois personagens que antes ofuscados pelos protagonistas, tiveram meu respeito conquistado. Desde o último volume lançado, A Casa de Hades, a popularidade de Nico Di Angelo, filho de Hades, aumentou, e não só pelo fato de sua revelação bombástica, como também, pelo seu maior envolvimento com a trama. Nesse volume em questão, Nico fez por merecer seu final. Perfeitamente elaborado, poderia dizer que ele deve ser o personagem mais bem planejado que o autor já criou, tendo em vista que eventos de O Sangue do Olimpo retomam o inicio de suas aventuras, ainda em A Maldição do Titã. E não só isto, senti-me acolhido pela história, vendo que Nico cresceu juntamente conosco, vivendo seus dramas e amadurecendo, fazendo, com toda certeza, com que os leitores torçam por seu final feliz.


Os capítulos ficam intercalados entre os romanos e os gregos, tendo como papel de narrador: Nico, Reyna, Jason, Piper e Leo. Este volume em particular foi o que mais apresentou pontos de vistas diferenciados. De 4 em 4 capítulos temos um personagem protagonista/secundário se alternando, de forma que o leitor é levado a conhecer o campo de batalha completamente. A inteiração entre os personagens foi outro ponto chave, perfeitamente arquitetado, dando mais vida e verdade aos momentos em que a ação começa a realmente se desenrolar.


O livro possui um acabamento muito bem trabalhado, com uma revisão impecável e uma linguagem instigante, sendo que a capa, que pouco agradou aos leitores meses antes, quando foi divulgada, começa a demonstrar ser uma das de maior significado para a série, de forma que o leitor só irá fazer a conexão nos instantes finais (não vou revelar nada! Descubram! –q).


Por enquanto, o melhor era seguir a velha regra: não pare nunca. Não fique empacado. Não pense nas coisas ruins. Sorria e faça piadas mesmo sem ter vontade. Principalmente quando não tiver vontade.


Reyna, a pretora mal encarada do Acampamento Jupiter? Mostrou todo o seu feminismo neste livro, roubando a cena das principais mocinhas, de forma que os capítulos narrados por ela devem ser os mais instigantes e conflitantes. Se a imaginou como um personagem perdido na trama, então foi apenas isso, imaginação, porque todos os envolvidos no enredo foram excelentemente ressaltados, em ênfase, os que pareciam merecer menos foco.

Vale lembrar que a leitura de O Sangue do Olimpo é uma viagem pela mitologia histórica, invadida pela contemporaneidade social, com um Q altamente cômico, cercado de uma história bem humorada, intrigante, viciante, e recheada de valores pessoais, onde de uma forma ou de outra você acaba sempre se identificando com algum personagem em particular. Viaje pela Odisseia da modernidade, guiado por semideuses contemporâneos, repletos do realismo social dos nossos dias atuais.

E PERDÃO PELO SURTO, MAS GENTE, EU AMOR DEMAIS ESSA SAGA <3






Rick Riordan nasceu em 1964, em San Antonio, Texas, Estados Unidos, onde mora com a mulher e dois filhos. Durante quinze anos ensinou inglês e história em escolas públicas e particulares de São Francisco. Além da série Percy Jackson e os Olimpianos, publicou a premiada série de mistério para adultos Tres Navarre.






13 comentários

  1. Ola Davi adoro o Rick , confesso que ainda não comecei essa séria e lendo sua resenha sabendo que tem um desfecho maravilhoso fico mega contente . Li alguns do Percy J. falta encerrar essa série , esse autor é maravilhoso nos envolve em suas aventuras até o final. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não é meu estilo de leitura, mas com essa resenha tão boa fico aqui pensando se não devo dar uma chance. Um dia se o ler espero gostar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. aaaaah naruto ;3
    Pow, tio Rick não me conquistou, nem li os livros :(
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Esse livro é bom de mais cara , eu estou doido para ler logo !

    ResponderExcluir
  5. Wow, que resenha apaixonada! Eu nunca li nada desse autor e, confesso, depois que assisti ao filme do Percy Jackson acabei julgando seus escritos como juvenis demais para mim. Agora sinto uma pontada de culpa (haha). Parece que cometi um erro e que deveria dar uma chance a essa saga, por exemplo.

    Adorei sua opinião. Nada melhor a um fã do que encontrar um excelente desfecho para os personagens que curte.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Daviii... eu amo a serie amo tio Rick, olha queria ler a sua resenha, mas fiquei com medo de de repente ver algum spoiler, você não avisou no inicio, estou lendo a serie no momento e estou evitando qual quer assunto relacionado a serie justamente para não ouvir spoilers e estragar a leitura.

    beijos!!

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giselly, exatamente por não ter que eu não acrescentei. Quando tem spoler, eu ja aviso antes da resenha começar. Eu não detalhei nada já por causa disso. Mas entendo sua aflição KKKKKKKKKKKKKKK.

      Abraços
      David Andrade
      http://www.olimpicoliterario.com/

      Excluir
  7. Ainda não tive a oportunidade de ler a série, que alais é muito bem falada. Gostei de saber que o autor fecha bem o arco desse último livro, algo que muitos deixam a desejar varias vezes. Seu entusiasmo na resenha, mostra o quanto o livro foi bom e gostei disso.

    Beijos.

    www.daimaginacaoaescrita.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, ainda não li nada do autor, nenhum dos livros da serie. Confesso que esse gênero não me chama muito a atenção, mas quem sabe um dia leio.
    Curti tanto a sua resenha que achei interessante a história em si. Super resenha, diva.

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Ola David,
    Cara gostei de sua resenha, e só tenho uma coisa a dizer, estou lendo o livro. sem mais.
    um abraço

    Antonio Henrique
    www.navioerrante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Daviiiiii!

    Tio Rick é D+!!!!
    *--------------------------------------------------*
    Estou louca para ter todos os livros!!!
    Adorei sua resenha!
    Informações na medida certa! hehehehe

    Beijokinhaaaa!

    ResponderExcluir
  11. Eu amo sagas que fale sobre a mitologia greco-romana \o/ simplemente surto hehehehe mas essa Os heróis do Olimpo eu não consegui ainda um tempinho para ela. Decepção! Contudo nada é como queremos,tenho que intercalar uma leitura do blog com o do meu curso de direito... então já viu como é neh? hehehehe
    David adorei a sua resenha! Ficou ótima \o/
    Parabéns!
    Beijos Pão de Queijo.

    ResponderExcluir
  12. Acredita que eu não li nenhum livro dessa série??!! Assist aos filmes e depois fiquei ouvindo meus filhos reclamarem deles,dizendo que os livros eram muito diferentes e infinitamente melhores.

    Mesmo sem ter lido,consegui entender que o autor soube dar desfecho a sua série e que não decepcionou os seus fãs,isso é muito bom,pois a gente acompanha as séries que ama e fica ao mesmo tempo ansioso e temeroso pelo final.

    Adorei a resenha!!

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir

Expresse-se