Resenha #150 - Férias!



Ficha Técnica
Título: Férias
Autor: Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Edição: 10
Ano: 2008
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 560 páginas
ISBN: 85-2861-005-5
 Sinopse
"Férias" (Bertrand Brasil, 2003) trata-se de uma autobiografia da famosa autora irlandesa Marian Keyes. A história é narrada por Rachel, uma mulher viciada em cocaína e álcool que acaba de perder o namorado e infelizmente quase perde a vida por causa do consumo de drogas. Consequentemente, começa a se destruir aos poucos. Em seguida, depois de quase morrer de uma overdose de antidepressivos, toma uma decisão séria e resolve abandonar a glamourosa cidade de Nova York e volta para a casa de sua família na Irlanda do Sul.
Chegando lá, interna-se numa clínica a fim de se livrar de uma vez por todas de seu vício e, aos poucos, tenta reconquistar o namorado e reconstruir a vida. Com muito bom humor, a narradora Rachel caçoa de seus próprios problemas, percebe que chegou ao fundo do poço, junta forças para tomar uma decisão e consegue dar a volta por cima. Por fim, Rachel recobra sua auto-estima e encontra a redenção pessoal justamente como ocorreu com Marian Keyes.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************



Rachel Walsh tem vinte e sete anos, tem origem irlandesa, mas vive na conturbada Nova York, “a grande maçã”, onde conhece e se apaixona pelo seu namorado de calças de couro; um “homem de verdade”. Suas maiores mágoas na vida são sua altura e o seu pé tamanho quarenta (realmente, deve ser horrível encontrar calçados bonitos e que sirvam), e claro, seu emprego. Ah, deixe-me contar que Rachel também gosta de usar drogas, nada sério, apenas o suficiente para perder a inibição nas festas, bem, pelo menos é o que ela achava até tomar uma dosagem muito forte de compridos para dormir, e acordar em uma cama de hospital, e receber a ligação de seus pais na Irlanda mostrando-se tão preocupados com sua situação que resolvem interna-la em uma clínica de reabilitação.

Mas esperem, não é uma clínica de reabilitação qualquer, seus pais decidiram manda-la para o Claustro, também conhecida pelo nome de Clínica Betty Ford, local escolhido por diversas celebridades para se curarem de seu vício pelas drogas. Parece perfeito, tiraria férias de seu emprego chato e conturbado em NY, conheceria celebridades e deixaria de ser uma toxicômana. Bem, pelo menos é o que ela pensou que aconteceria.

Bem, estamos falando de um dos livros da Marian Keyes que eu mais gosto, o primeiro que eu li e não o último. A escrita dela é permeada da realidade e do bom humor às vezes trágico que ela acarreta, e isso não é diferente com Férias. Em um momento estamos vendo os relatos de Rachel sobre o passeio do colégio interno em que estudava durante uma animada festa em NY e no momento seguinte nos deparamos com a clínica de reabilitação onde ela vai parar. Um livro que tem diversos motivos para ser pesado, mas que acaba sendo leve e até um pouco apimentado (sério, a narrativa é bem detalhada em algumas partes, ainda não li nada da Sylvia Day, mas creio que deve ser algo semelhante a isso).


Ler Férias é como ver um castelo de cartas desabar e ser reconstruído novamente, não mais com a fragilidade das cartas, mas com tijolos e argamassa. Rachel é cativante ao seu próprio modo (nem todos gostam dela). A realidade inserida nela a faz parecer aquela amiga cabeça dura e divertida que quase todo mundo tem. Não consigo até hoje ler este livro sem sentir empatia por sua história. E eu deveria falar do namorado dela, e do porque ele ser um “homem de verdade”, mas esse é um spoiler que eu não quero dar (apesar de ser realmente engraçado).




Graduou-se em Direito na Universidade de Dublin, sem, contudo, jamais ter exercido a profissão. Morou em Londres por muitos anos, trabalhando ora como garçonete ora em escritórios. Neste mesmo período começou sua luta contra o vício do alcoolismo e, inclusive, uma tentativa de suicídio. Depois de vencida a batalha, alcançou o sucesso como escritora. Autora de vários best sellers do gênero Chick Lit.






19 comentários

  1. Gente esse livro parece ser ótimo, a descrição da Rachel me lembrou um pouco a Bridget Jones. Ele é continuação de algum dos outros livros dela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara. Olha, não que seja continuação. Na realidade, ela integra um volume de uma espécie de "série", mas não necessariamente é uma série da pra entender? E que na realidade, as personagens de outros livros dela, tipo Chá de Sumiço, ou Melancia, são irmãs da Rachel. Cada livro da Marian Keyes retrata um membro da familia. É tanto, que no novo lançamento da Bertrand, a narrativa que faz é a mãe :D

      Abraços
      David Andrade
      http://www.olimpicoliterario.com/

      Excluir
  2. Não sei como consigo amar tanto Chic0lits e não ter lido nada ainda da Marian. Preciso corrigir isso urgentemente. Ah, adorei sua resenha. Mesmo!

    Abraços
    http://garotodelinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada dessa autora, sempre vi o livro Melancia nas prateleiras de algum super mercado alheio, mas nunca tive interesse, porém a história de Férias parece ser realmente algo a ser lido :p
    E gosto de cenas picantes, hihihih, então fiquei curiosa
    www.muchdreamer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Tenho esse livro, mais o coitado tá lá faz algum tempo, eu comecei a ler mas abandonei. Sua resenha me deu animo pois eu não sabia que era uma autobiografia da autora.
    beijos
    http://sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Cheguei a ler alguns livros da autora e acabei não curtindo muito, então os outros não são prioridade...kkk' ver que você gostou me deixou curiosa, mas ainda não o compraria *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Adoro Marian, mas ainda não li Férias.
    Gosto bastante da escrita dela, divertida e cativante. Espero conseguir ler logo, porque com certeza essa será mais uma história dela que irei amar.
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Fiquei curiosa sobre o namorado, kkkkkk
    Acredita que nunca li nada da Marian? Uma coisa que preciso resolver.
    Adorei a resenha, o livro parece ser muito bom mesmo, e dosar bem o humor e drama, porque por mais que leve tudo numa boa, o tema é pesado, rs. Fiquei aqui rindo, imaginando a protagonista encarando uma ida pra Reabilitação como umas férias divertidas! kkkkk

    beijos
    meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lena.
    Li esse livro no começo desse ano, apesar de tê-lo há uns três anos e quando terminei fiquei com aquele sentimento "eu deveria ler esse livro umas três vezes". Adorei a Rachel e gostei mais ainda de estar na pele dela, pois imaginei que realmente deve ser assim que muitos viciados se enxergam ao pensar sobre seu problema.
    Acho que posso dizer que sofri cada vez que a Rachel sofreu e a odiei cada vez que ela se odiou, mas me diverti sempre que ela se divertiu

    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  9. Olá! Tudo bem?

    Eu AMOOO Marian Keyes, é uma das minhas escritoras favoritas! Eu gostei muito de Férias, não é o meu preferido da Marian Keyes, mas é da família Walsh, então é impossível não gostar!!

    Beijos

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá Lena, como vai?
    Bom, tenho que realmente tomar vergonha na cara e ler algum livro desta autora. Mas realmente não tenho tanta curiosidade principalmente ter tantos livros na lista de espera. Espero que eu tenha a chance de ler. Parece ser uma leitura bem divertida e diferente do que estou acostumada a ler.
    Parabéns pela resenha e sucesso.
    chuvaelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha e esse livro parece ótimo, dá mta vontade de ler!!!
    Bjs
    www.satisfashionbrazil.com

    ResponderExcluir
  12. Ola Lena eu já li Melancia e adorei a escrita da autora , com muito bom humor o que me conquista , gostei da premissa do livro e como vc disse teria tudo para ser pesado e a autora levou a trama com bom humor , Já entrando para minha lista de leitura , beijos lindona

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  13. Esse é um dos livros que está na minha lista das férias ... em breve o lerei !

    ResponderExcluir
  14. Oi Lena,
    Nunca li nada da Marian Keyes e não entendo pq não me interesso, todo mundo fala muito bem desse livro quem sabe eu leia um dia. Parabéns pela resenha!

    Bjs
    Jéssica Rodrigues
    Blog Coração Leitor

    ResponderExcluir
  15. Olááá ^^
    Não sou fã desta autora, mas tenho alguns livros dela para ver se perco a implicância com suas obras, porém dos 3 livros que já consegui ler (até o final), Férias foi o único que eu posso realmente dizer que gostei.
    Melancia para mim é sem graça e Sushi é xôxo!

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi.
    Conheço os livros da autora, mas ainda não os li. Tenho uma amiga que ama.
    Bom, mas depois de sua resenha estou bem mais curiosa e espero gostar da leitura e me divertir muito.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oie tudo bem, todo mundo fala bem dessa autora né, eu li Melancia somente mas a personagem é chata demais né, mas tenho vontade de ler todos os livros, e adorei a resenha desse bem diferente a história!
    bjkas

    ResponderExcluir
  18. Olá, quero muito todos os livros dela, e esse sendo uma autobiografia já me deixa louca para ler, gosto muito de ler livros onde o autor relata sua própria vida.

    Sua resenha foi curta e precisa, me deixou bem curiosa.


    bjs

    ResponderExcluir

Expresse-se