Resenha #155 - Os Garotos Corvos (A Saga dos Corvos Vol 1)!





Ficha Técnica
Título: Os Garotos Corvos
Autor: Maggie Stiefvater
Editora: Verus
Edição: 1
Ano: 2013
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 378 páginas
ISBN: 978-85-7686-254-3
 Sinopse
Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos, Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los - até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela. Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra - ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca. Gansey tem tudo - dinheiro, boa aparência, amigos leais -, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos - Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco. Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Blue Sargent definitivamente não era o tipo de garota que poderia ser considerada normal, de fato, ela era uma garota, mas algo nela não a faz igual as demais garotas de Henrietta, sua cidade natal. Talvez este fato se deva a excelência mediúnica presente em todas as pessoas de sua família exceto ela, talvez pelo seu gosto excêntrico ao se vestir, ou talvez pela maldição que lhe perseguiu durante toda a vida... “Se ela beijasse seu verdadeiro amor, o mataria”.

Era novamente o 24 de Abril, véspera do Dia de São Marcos, nenhum feriado é comemorado nesta data, mas, seguindo a tradição de sua família, ela e sua mãe se dirigiam as ruínas de uma igreja há muito tempo esquecida, para escutar os mortos, exceto que dessa vez, quem a acompanhava era sua tia Neeve. Blue não tinha poderes para ver ou ouvir os mortos, sua única dádiva era ampliar os poderes daqueles que estivessem próximos a ela, sendo estes, mortos ou vivos. Pelo menos, ela não podia vê-los, até aquela noite, quando a alma do garoto corvo apareceu vagando em direção à igreja e ao vê-lo, lembrou-se da primeira coisa que sua tia havia lhe dito naquele dia: “Este é o ano em que você se apaixonará.Gansey era seu nome.

“Havia algo de doloroso e melancólico a respeito dele.” (p. 84)

Os Garotos Corvos é uma narrativa composta magistralmente, que incita e surpreende o leitor a cada página, através das palavras de Maggie Stiefvater nenhum detalhe da narrativa se torna insignificante, revelando mais tarde significados ocultos que muitas vezes passam despercebidos, mas que estavam em suas palavras desde o inicio. Sequer as linhas que cruzam a numeração de cada capítulo estão ali por uma questão estética, sobre elas (e literalmente sobre elas) está à base do desenrolar toda a história.

“Uma forma familiar se destacava do resto dos rabiscos. Três linhas se cruzavam: um triângulo longo, pontiagudo. Era a mesma forma que Neeve havia desenhado na terra no adro da igreja. A mesma forma que sua mãe havia desenhado no boxe do chuveiro coberto de vapor. [...] linhas ley” (p. 84)

O apelo sobrenatural da história dá ares de um thriller suave, com personagens tão sombrios quanto luminosos que ao cruzar tantas vezes os caminhos uns dos outros se tornam quase uma única entidade se completando de maneira resoluta, não apenas Blue e sua família, mas também os garotos corvos, estudantes da Aglionby, uma cara e renomada instituição de ensino para rapazes que possuí como brasão o corvo que rendeu esta alcunha aos alunos.

Guiados pela energia sobrenatural que cerca a pequena cidade de Henrietta, Gansey, assim como seus amigos Ronan, Adam e Noah e posteriormente Blue, se aventuram em busca de um antigo rei morto, perdido em inúmeras páginas amareladas de velhos livros de história, e ainda assim o mais poderoso já encontrado nelas.

Os Garotos Corvos é exatamente o tipo de livro que a partir do momento que começa a ser lido só pode ser largado quando finalizado, ou pelo menos, esta foi à impressão com a qual ele me marcou. Ainda assim, este é apenas o primeiro da Saga dos Corvos, e apesar de um pouco introdutório em certos momentos, não deixa nada a desejar, pelo contrário, só desperta o desejo de ler o livro seguinte.







Maggie vive na Virginia com o marido, os dois filhos pequenos, dois cachorros, um gato e um camaro 1973. Ela é uma grande artista da música, é desenhista e atualmente apenas se dedica a carreira de escritora






17 comentários

  1. Eu acho que preciso imediatamente de ler esse livro, tantas pessoas falam bem dele que nem sei porque ainda não li, além de ter uma capa muito linda!!

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca li nada parecido, e confesso que ao ler a resenha fiquei imaginando como seria a leitura em si! Talvez eu arrisque e leia Os Garotos Corvos!

    ;)

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Ainda não li esse livro, mas ele está na minha listinha de desejados há muito tempo, vou tentar lê-lo o mais rápido possível. Confesso que só o queria antes por causa do nome e capa...haha' até conhecer a história.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie Lena! ^^
    Fiquei bastante curiosa para ler Os Garotos Corvos!!!!
    Eu havia visto esse Livro em outro site só que com a capa americana, mas percebi que se trata da mesma série quando li a sua resenha!
    :D A história parece ser empolgante! E toda série no primeiro livro tem algo de introdutorio, não tem como fugir!

    Beijos e abraço!
    Adorei a resenha! *-*
    http://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Já bastante comentários sobre esse livro, parece ser empolgante, mas to correndo de série kkk
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá! Sempre vi a capa desse livro por aí mas nunca havia parado para ler uma resenha. Realmente gostei da sua avaliação e fiquei com vontade de conhecer. Acho que sou atraída por essa coisa de amor e sobrenatural :P

    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bom?
    Todas as resenhas que já li desse livro foram positivas e isso me dá curiosidade para conhecer a narrativa da Blue, mesmo que não seja um gênero que me agrade muito.
    Como é uma série, acredito que vou esperar um pouco mais para investir.
    Beijos,
    https://livrosyviagens.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Lena, tudo bem?
    Não conhecia esse livro mas achei ele super interessantes pois temos uma história meios sobrenatural e junto disso temos um pouco de romance, a mistura perfeita. Fiquei bem curioso quanto esse livro.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Quando vi o lançamento desse livro já tinha gostado da capa e da sinopse e vejo que realmente tudo se encaixa perfeitamente. Gostei do nome da personagem Blue, todo esse clima sobrenatural me parece proporcionar uma bela leitura, vou adicionar na minha lita de desejados do skoob.

    Abraço,
    Diego de França
    www.leitorsagaz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo Diego.
      Tem um toque de suspense que acho que pode te agradar. Até eu que num sou muito fã, só pelo que vi, já quero. E as capas são bem legais mesmo.

      Abraços
      David Andrade
      http://www.olimpicoliterario.com/

      Excluir
  10. Ainda não tinha visto nada sobre esse livro, mas me pareceu bem interessante o enredo. Fiquei curiosa para conhecer um pouco mais de Blue (só lembrei da Beyoncé, haha) e dos garotos corvos, fiquei curiosa se ela vai ou não beijar o garoto, haha.
    Adorei a resenha.
    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Bom, eu já ouvi alguns comentários sobre esse livro, mas ele nunca chamou a minha atenção, ele não é do gênero que eu costumo ler e nem sempre eu estou animada para sair da minha zona de conforto literária, sabe? Mas lendo a sua resenha deu para perceber que o livro tem uma história muito bacana, quando você comentou que é o tipo de livro que só é largado quando terminamos eu fiquei muito animada, porque adoro livros assim, mas no momento eu não vou ler, mas quem sabe mais para frente, né?

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas pela resenha, me lembrou aquele filmes juvenis da sessão da tarde, com um grupo de amigos se metendo em várias aventuras. Mas pelo fato de ter ares de thriller, talvez não seja tão juvenil assim, rs.
    Eu gosto muito de fantasias, e vou procurar saber mais sobre a série
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, sempre vi esse livro pela blogosfera em resenhas positivas e comentários positivos, a premissa dele me lembrou um fiilme que assisti umas duas vezes em que toda as mulheres da família carregavam uma maldição, a maldição era que qualquer uma que se apaixonasse o cara morreria.

    Gostei da sua resenha e com certeza o leria.

    bjs

    ResponderExcluir
  14. ahhh, quero muito ler esse livro!! Sério, se você gostou tanto e pela sua resenha acho que vou gostar tbm!
    www.muchdreamer.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Eu tenho muita vontade de ler esse livro,desde o lançamento,mas não sei porque motivo até hoje não o fiz.Adoro histórias com temática sobrenatural e mais ainda quando acontece um suspense.

    O livro parece ter te conquistado profundamente e espero que seja assim comigo.

    bjss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir
  16. Segunda resenha super elogiosa que eu vejo desse livro. Assim vocês acabam comigo huahuahua. Ainda não estou convencida de que o livro faz o meu estilo. Adoro suspense com sobrenatural e tudo o mais, mas ainda tenho minhas duvidas se iria gostar tanto assim do livro. Vamos ver se leio mais para frente

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir

Expresse-se