Resenha #166 - O Irresistível Café de Cupcakes!



Ficha Técnica
Título: O Irresistível Café de Cupcakes
Autor: Mary Simses
Editora: Paralela
Edição: 1
Ano: 2014
Especificações: Brochura | 288 páginas
ISBN: 978-85-6553-061-3

 Sinopse
Ellen é uma advogada de Manhattan e seu noivo está prestes a se tornar um importante político. Tudo em sua vida parece estar perfeito e no caminho certo. Até que ela decide realizar o último desejo de sua avó e entregar em mãos uma carta. Para isso, ela precisa ir para Beacon, uma charmosa cidadezinha do interior. Entre cupcakes de blueberry e deliciosas rosquinhas, Ellen desvenda os mistérios da vida de sua avó. Aos poucos, ela descobre os simples prazeres da vida e que 'perfeito' nem sempre é o que parece.
Livro integrante do Desafio dos Gêneros: Chick Lit (Janeiro)


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


A primeira vista eu tinha certeza de que a história seria clichê, e convenhamos, eu não me enganei em nenhum momento, e tão pouco, me senti enganada. O livro conta a história de Ellen, uma típica mulher moderna de Manhattan que é forçada a mudar de ares para cumprir o último desejo de sua adorada avó: entregar uma carta para alguém de seu passado, da cidade onde nasceu e que deixou para trás em busca de realizar seus sonhos, a pequena cidade de Beacon.

Tudo estava planejado, Elen entregaria a carta, tiraria algumas fotos e estaria dirigindo de volta a sua casa na manhã seguinte, de volta para sua rotina que seria quebrada em breve pela celebração de seu casamento com seu brilhante e bem sucedido noivo, porém, logo que ela chega à cidade e resolve tirar uma foto de uma estátua na marina, as coisas começam a dar errado e um quase afogamento está prestes a mudar sua vida para sempre (e sim, existe um bonitão envolvido, e não, não é o noivo dela).

Quando parece que a missão lhe dada será impossível de realizar e ela esta prestes a jogar tudo pro alto e voltar para o conforto do seu mundinho, Ellen descobre coisas sobre o passado de sua avó que a fazem ficar, motivada pelo desejo de descobrir mais sobre este passado e assim sentir que está mais próxima dela.

É a típica história da garota de cidade grande que acaba perdendo as “frescuras” e se apaixonando pela cidadezinha do interior (ficando bêbada algumas vezes durante esse processo). Assim que eu li a primeira página já sabia como a história terminaria, mas mesmo assim, não pude deixar de ler e me apaixonar junto com a protagonista pelas pequenas coisas que tornaram a cidade especial para ela, assim como foi para sua avó um dia. Então, sim, é um enorme e irresistível clichê, porém tem algo a mais: tem a diversão e a nostalgia de ler uma história em moldes já conhecidos, aquele tipo de sentimento que desperta um sorriso quando se chega ao final da história e tudo acaba como você imaginou. 

Mas falando do gênero em geral, eu já conhecia por meio de alguns livros da autora Marian Keyes e outros da Helen Fielding , então não foi uma surpresa tão grande assim. Se devo mencionar algum destaque para a Mary Simses, é que ela sabe como descrever as besteiras que alguém faz quando está bêbado, mas deixando de lado as brincadeiras, a história é fluida e rica em detalhes, o que eu considero um ponto forte neste tipo de gênero.



Mary Simses cresceu em Darien, Connecticut e começou a escrever histórias quando ela tinha oito anos. Na faculdade, ela se formou em jornalismo, preocupada que ela nunca poderia ganhar a vida como escritora de ficção. Mary trabalhou na publicação de revistas por alguns anos e depois voltou para a escola para se tornar uma advogada. Não muito tempo depois de iniciar sua carreira jurídica, Mary ouviu falar sobre uma ficção escrita numa aula em uma universidade próxima, em Connecticut, e decidiu se matricular. "A partir desse ponto,fiquei viciada"



16 comentários

  1. Adorei o blog, e adorei a resenha!!!!!
    Parabéns!!

    Beeeeijos
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  2. Hey, Lena.

    Por sua resenha, pude notar que o livro tem um tipico enredo de filmes da sessão da tarde, no entanto, você ressaltou bem que apesar desse ponto, o livro é detalhado e não nos engana com seus clichês. Parece ser uma leitura gostosa, daquelas que a gente pega em um dia qualquer para passar o tempo.

    Att,
    decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Lena! Bem eu sou suspeita quando se trata e livros clichês, porque os acho a cereja do bolo em leituras... kkkkkkkkkkk Mesmo que a gente já saiba o desenrolar, como tudo vai acabar, é uma delicia ficar envolvia naquele mundo que o autor nos trás..... Essa coisa de voltar a cidade da avó, descobri quem a avó foi, e acabar se descobrindo, me lembrou um pouco As violetas de Março, um livro que li e mais que amei..... Se eu fosse julgar o livro pela capa, cometeria o pecado de me enganar e achar um livro chato, mas pela sua resenha, sinto que o adoraria.
    bjs
    Eykler
    www.amorascompimenta.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lena!
    Este foi um dos primeiros livros que fiz resenha em meu blog e diferente de você eu não gostei pelo fato de ser super super super clichê. Não gosto de prever como a história já nas primeiras páginas, perde a graça total! Achei a leitura cansativa por causa disso e também não achei a protagonista digna de torcida. Pra mim a capa é maravilhosa, esse toque aveludado que ele tem é de tirar o chapéu, mas para por aí XD

    Bjs

    www.tempodeopinar.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Sou fã tanto de clichês quanto de chick lits. Já li algumas resenhas sobre o livro e tinha me interessado pela história. E agora, com a sua resenha, me encantei mais uma vez.
    Espero gostar da leitura tanto quanto você!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Só comigo que nao acontece isso, to a espera do bonitão que me socorre ou me livra de alguma coisa ruim! Já fui para o interior, cidade da minha vó e até rolou um romancinho, mas voltando para a cidade grande voltou tudo a ser a mesma coisa hahahaha livros assim pelo menos me fazem sonhar haha bjos
    CarolMello.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Lena!
    Sabe que eu amo ler um clichê vez e outra? Afinal eles nos fazem amar e odiar. Lemos mesmo sabendo o fim previsível para a obra.
    Este eu não conhecia, mas fiquei aqui com uma vontade imensa de lê-lo

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Já faz um tempinho que eu venho querendo ler esse livro, mas confesso que é por causa da capa e do título...haha' que vergonha o.O Também adoro chick-lits e clichês, então acho que vou gostar.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Lena... eu adoro romances clichês... e esse parece ser uma ótima leitura.. apesar de não ter curtido muito o enredo... eu fiquei bem curiosa... a capa não me remete quase nada... não gostei... mas o conteúdo para render boas risadas... Xero!!!

    ResponderExcluir
  10. Awnn, eu amo livros assim, então adorei esse! Já quero ler! Chick-lit é sempre algo que me chama atenção, ainda n li nada da autora, mas com certeza esse livro entrou para minha listinha!!
    www.muchdreamer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oie Lena, tudo bem?
    Achei a resenha do livro bem interessante. Ele não faz muito o meu gênero e você deixou bem claro que é um livro clichê, então, para mim ,essa não é uma leitura ideal para agora. Porém pretendo futuramente dar uma chance ao livro.
    Abraços

    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Lena adorei a sinopse a capa, não conhecia o livro e já vou colocar na lista, nem sempre o tão sonhado e certinho mundo que vivemos é o que nos faz sentir emoções. Louca para saber o final dessa história. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Apesar da ótima resenha, não consegui me sentir atraída pelo livro. Acredito que a história não tenha chamado minha atenção por ser meio clichê, mesmo que por diversas vezes eu acabe lendo livros parecidos, no momento não ando com muita paciência, então ando em busca de coisas novas :P

    bjs

    ResponderExcluir
  14. Oiee tudo bem?

    Gosto quando a história tem detalhes, acho que isso permite que eu me sinta mais inserida na leitura. O livro parece ser interessante, mas acho que não o leria por enquanto.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  15. Olá Lena!
    Esse é um livro muito bom de ler, apesar de já sabermos o final nos dá uma emoção e nos prende do começo ao fim. Ainda não li, mas fiquei interessada.
    Adorei a resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oiee
    Acho que essa é a primeira resenha legal que eu leio desse livro, todas as outras foram tão desanimadoras, que me fizeram perder a vontade de ler o livro, e olha que ele estava na minha lista de mais desejados.
    Gostei da sua resenha e ela me despertou interesse novamente pelo livro. Eu gosto de enredos clichês, não me importo, mas acho que pelo menos o final tem que nos surpreender ;/

    Beijos,

    http://www.lendoeesmaltando.com/

    ResponderExcluir

Expresse-se