Coluna: Na Tela #4!





Essa semana estou tomando a coluna do Anderson pra mim, porque meu DEUS, depois da season finale da segunda temporada, era impossível não vir aqui e indicar esse seriado que abalou em todos os sentidos. Se você não conhece The 100, então hoje vou te convencer a conhecer!

The 100 (pronuncia-se The Hundred) (Os Cem) é uma série de televisão estadunidense transmitida pela The CW. A série estreou nos Estados Unidos em 19 de março de 2014, baseado-se em um livro de mesmo nome, e o primeiro de uma série, escrita pela autora, Kass Morgan. O seriado foi desenvolvida por Jason Rothenberg. A série estreará no Brasil em 2015, dublada pelo Grupo Macias e exibida pela MTV Brasil. Logo após o término da 1ª Temporada, o canal The CW anunciou a renovação da série para uma segunda temporada. E no dia 11 de janeiro de 2015 o canal americano anunciou a renovação da série para sua 3ª temporada. O show conseguiu uma indicação ao Emmy Awards 2014 na categoria a Outstanding Special and Visual Effects (episódio "We Are Grounders: Part II"), mas perdeu o prêmio para Game of Thrones.

Atualmente a serie teve sua na sua segunda temporada finalizada, que estreou no dia 22 de outubro de 2014, contando com mais 16 episódios.

Em sua trama, The 100 apresenta uma civilização 97 anos após uma guerra nuclear devastadora que dizimou quase toda a vida na Terra. Os sobreviventes conhecidos são os moradores de doze estações espaciais em órbita da Terra, que já viviam nesta antes do fim da guerra. As estações espaciais se uniram para formar uma única estação, chamada "Arca", onde cerca de 2 400 pessoas vivem. Os recursos são escassos e todos os crimes, não importando sua natureza ou gravidade, são puníveis com a morte por ejeção ao vácuo ("flutuante"), a menos que o autor do crime seja menor de 18 anos de idade.

Depois dos sistemas de suporte de vida da Arca serem encontrados falhando criticamente, 100 prisioneiros juvenis são declarados "dispensáveis" e enviados para a superfície em uma última tentativa de determinar se a Terra é habitável novamente. Os adolescentes chegam em um belo planeta que eles só têm visto do espaço. Confrontando os perigos deste mundo novo acidentado, eles lutam para formar uma comunidade experimental. No entanto, eles descobrem que nem toda a humanidade foi exterminada; algumas pessoas na Terra sobreviveram à guerra, chamadas de "terrestres" pelo 100 jovens.

A Arca é composta pelas estações espaciais que anteriormente representavam as nações do Reino Unido, Estados Unidos, Austrália, Brasil, Canadá, China, Japão, Índia, Rússia, Venezuela, França e Uganda.

Os 100 jovens enviados encontram vários sobreviventes da guerra nuclear. Os primeiros sobreviventes encontrados, vivem em uma forma de sociedade tribal e guerreira, e dispostos a defenderem seu território se tornam hostis. Enquanto isso, a "Arca" tenta monitorar os sinais vitais dos 100 enviados para descobrir se a terra é habitável, mas passa uma crise política interna, que se agrava conforme seus recursos de sobrevivência se tornam escassos. A descoberta se a terra e habitável e uma possível evacuação torna-se uma corrida contra o tempo, assim como a luta por sobrevivência dos 100, já em guerra com os "terrestres".

Depois de caírem na Terra, os novos sobreviventes da "Arca" tentam estabelecer uma nova casa, o tempo todo em busca de seus filhos perdidos, enquanto lidam com ameaças dos "terrestres". No final da primeira temporada e no começo da segunda novos terrestres são apresentados na trama, como os "ceifadores" e os "montanheses", esses segundos são os mais temidos pelos "terrestres" pois dominam tecnologia.



Sobre a primeira temporada:

É ótima, qualquer episódio é tão instigante e envolvente que após o primeiro, dificilmente você irá parar e irá pedir por mais. A trama elaborada para o seriado ficou perfeita em todos os pontos. Com um elenco super digno, me sinto vendo um Game Of Thrones, mais moderno, com direito a mortes sem espera. Só digo isso: não se apegue. Todos os personagens estão na roleta da morte da mente diabólica dos produtores.




Sobre a segunda temporada:

Como se não bastasse a primeira temporada já deixar bem claro que os 100 não estão sozinhos na Terra, a uma nova ameaça a espreita. Em um enredo ainda mais asfixiante, vemos nossos amados personagens tomando decisões que irão pesar extremamente em seus futuros; escolhas que mudaram eles para sempre. As brigas deixam de ser internas e passam a ser mais focadas nas diferentes tribos que existe neste novo e desconhecido planeta. Novamente, a produção merece aplausos, porque, meu DEUS, AQUELA SEASON FINALE ME DERRUBOU! SAMBOU SAMBANDO!

E como mencionado acima, a série foi inspirada em uma saga de livros distópicos, lançado aqui no Brasil pela Editora Galera Record. Apesar de diferente (como em todos os casos de seriados), tanto a literária quanto a televisiva são excelentemente bem criticadas. Até o momento, dois volumes foram publicados, The 100 e Dia 21.





Os Escolhidos - Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida.















Dia 21 - Vinte e um dias após os cem terem chegado à Terra com a missão de recolonizar o planeta, um inimigo desconhecido é descoberto. Pensa-se que eles eram os únicos humanos a pisar na superfície terrestre em séculos, mas agora, nada mais é certo. Entre resgates, buscas e romances, segredos são revelados, crenças são quebradas e relacionamentos são testados.












Confira algumas imagens:





6 comentários

  1. David do céu, vc me deixou aqui assim ô... :O
    Quero muito assistir essa série, caramba eu amo Distopias, oq vc me aconselha, leio antes ou assisto antes? Se bem que sempre são diferentes como vc mesmo citou, poxa, duvida cruel!
    Acho q vou assistir mais tarde o primeiro capitulo e ver se me prende, mas prevejo novo vicio se apoderando de mim!! Oh vida!!!


    Beijos

    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. nunca ouvi dizer. tem um tempao que não assisto series. ah, e obg por ajudar na pronuncia haha eu li errado u.u

    Um abraço beem apertado do blog:
    Mundo da Fani <3

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Gente, eu não conhecia esse livro, muito menos sua adaptação para série. Me parece uma distopia daquelas difíceis de largar mesmo! Eu não sou muito de acompanhar série, mas fiquei curiosa pelo livro. :)

    Beijo,

    Samantha Monteiro
    http://www.wordinmybag.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Eu já li The 100 e vi o piloto do seriado. Gosto muito da premissa, mas com relação ao livro a autora pecou bastante. Mas com relação ao seriado eu gostaria de ver mais, ele é bem melhor, porém estou sem tempo.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi David,
    Sabe que fui assistindo a primeira temp meio na inércia? Não tava achando aquilo tudo, mas tbm nao era ruim, e assim foi indo.
    Quando a segunda temp estreou eu nem dei bola, mas mês passado decidi dar uma segunda chance e WOW. A evolução dos personagens, e da trama em si é fantástica. Sinceramente, nao estava esperando este salto de qualidade.
    E como agora fiquei realmente viciado na série, acho que nao vou ler os livros.
    Abraço,
    Alê
    www.alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Buá! Buá! Buá! Roubaram minha coluna </3 kkkkkkk brincadeiras a parte, adorei o texto patrãozinho, até me interessei pela série. Colocarei na minha enorme lista de séries.

    ResponderExcluir

Expresse-se