Resenha #174 - Um Lugar no Coração!





Ficha Técnica
Título: Um Lugar no Coração
Autor: Amy Hatvany
Editora: Verus 
Edição: 1
Ano: 2015
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 364 páginas
ISBN: 978-85-7686-352-6
 Sinopse
Romance comovente sobre as complexidades da vida familiar Grace nunca quis ser mãe. Mas, quando ela conhece Victor, um homem bonito, carismático, separado e pai dos adolescentes Max e Ava, decide que pode aprender a ser uma ótima madrasta. Afinal, as crianças moram com a mãe, Kelli. Não pode ser tão difícil assim, certo? Aos treze anos, Ava é bastante madura para a idade. Desde o divórcio de seus pais, ela cuida da mãe emocionalmente instável e do irmão mais novo. E, apesar de não ter nada contra a namorada de seu pai, Ava ainda tem esperança de que os pais voltem a ficar juntos e sejam novamente uma família. Mas, poucos dias depois de Victor e Grace ficarem noivos, Kelli morre em circunstâncias misteriosas — e segredos assombrosos de sua vida são revelados. Narrado por Grace e Ava no presente, com flashbacks do passado conturbado de Kelli, Um lugar no coração é um retrato comovente e apaixonante de feminilidade, amor e dos desafios e alegrias da vida em família.
Cortesia da Editora Verus (Grupo Record)


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


A obra de Amy Hatvany são reflexos da vida real, da complexidade que é viver em família, onde nem sempre as coisas saem como planejamos.

Desde o divórcio dos pais, aos seus treze anos, Ava se viu obrigada a crescer e ocupar uma posição de apoio para sua mãe emocionalmente instável, ajudando-a a cuidar das contas, dos afazeres domésticos e do irmão mais novo. Em sua mente, ela ainda mantém a esperança que tudo não passe de um simples mal entendido entre os pais, e que em breve, Victor, seu pai, vai voltar para casa e se reconciliar com Kelli, sua mãe. Porém, o tempo passa, e para o desespero total de Ava, Victor arranja uma nova companheira, Grace; uma mulher que é o completo oposto de sua mãe frágil e insegura. Ela surge como uma mulher independente, forte e bem sucedida, trabalhando para ajudar os outros. Mas poucos dias depois do noivado do casal, a noticia da morte de Kelli trará grandes reviravoltas para as quais ninguém esta preparado para enfrentar.

O livro aborda diferentes perspectivas, em particular, sobre a a morte de Kelli. Da perspectiva de Ava, a morte da sua mãe surge como uma traição, ela se sente abandonada junto ao irmão mais novo em uma casa que já não pode chamar de lar devido à presença da nova namorada do seu pai. A única com quem pode desabafar é sua melhor amiga Bree, que também teve de enfrentar a separação dos próprios pais. Apenas quando está junto da amiga, Ava se permite ter a idade que tem, agindo como a pré-adolescente que realmente é, tendo ataques de birra e pensamentos fúteis, e não a adulta que tentava ser na frente de sua mãe.

Já da perspectiva de Grace, o que ela vê são seus planos de não experimentar a maternidade desabar. Devido ao amor que sente por Victor ela resolve enfrentar a difícil tarefa de cuidar dos filhos do seu namorado enquanto ele trabalha, tarefa realmente hercúlea devido as constantes divergências que encontra por parte de Ava, que esta disposta a não aceitá-la em sua família, sendo inclusive, capaz de mentir para tentar afastar a nova namorada do pai.

No livro, também somos apresentados à perspectiva de Kelli dos fatos, parte do seu passado nos é revelado e assim compreendemos como ela se tornou tão frágil e insegura, o motivo por ter deixado os pais assim que alcançou a maior idade e a maneira como ela teve que lutar até se estabelecer em Seattle, e conhecer Victor, com quem vê uma segunda chance para recomeçar sua vida. Porém, as memórias da sua antiga vida passam a atormentá-las logo após o nascimento de Ava, e ela começa a se fechar aos poucos, até que vem a sua separação.

O livro é uma obra incessante por parte de todos os seus personagens de superar a perda, não só de uma pessoa querida, mas de tudo que ela representa e não pode ser substituído, pois mesmo que Kelli não tenha sido um exemplo como mãe, ou como esposa, ela era amada por seus filhos, e sempre terá um lugar em seus corações. Lugar que Grace ainda terá de conquistar.

Com uma capa singela e uma edição tão magnifica quanto tantos outros livros que seguem neste mesmo gênero, a obra de Hatvany emociona constantemente, sugerindo temáticas fortes, onde os personagens aparentemente parecem estar sempre lutando contra si e seus próprios ideias.



28 comentários

  1. Pela capa, eu achava que era algo mais puxado pro romance, mas que surpresa foi descobrir que fala de algo bem distinto, um assunto que elucida a realidade e a batalha que ela tem de travar consigo mesma e com sua família. Bem peculiar também ter a perspectiva da esposa de Grace, dá pra perceber que o livro não fica só no ponto de vista da Ava, isso é ótimo pra se aproximar dos personagens! :D

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem post novo sobre séries no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  2. Oii,

    A capa é linda mesmo! Quando eu vi a primeira vez me apaixonei.
    Gostei do enredo, mesmo sendo triste eu gostei dele. Acho que essa mudança de narrador é sempre interessante para conseguirmos entender o que se passa em cada cabecinha dos personagens hahaha, mas tenho medo de me confundir.

    Gostei muito da resenha!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Acho que não conhecia esse livro, mas fiquei curiosa para ler. Adoro histórias emocionantes, principalmente quando algum personagem sofre um trauma ou perda (olha que coisa horrível, adorar o sofrimento dos outros...kkkk'). Com certeza leria, principalmente porque me pareceu que Ava é uma personagem forte.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro emocionante, Do tipo que nos deixa envolvido com a trama.
    Só a sinopse já deixa a gente curiosa, imagine lendo a resenha,,,
    Não conhecia o título, mas realmente me interessei por ele.

    Café com Letras

    ResponderExcluir
  5. Olá! Bem interessante a premissa do livro, diferente do que eu estou acostumada a ler; mas as descrições de Ava já me fizeram odia-la. Eu até tendo entender como deve ser complicado lidar com a separação dos pais e que isso pode afetar uma adolescente, mas imagino que isso vai me empacar durante a leitura. :
    Beijos.
    Blog Clicando Livros

    ResponderExcluir
  6. Ola Lena!Fiquei curiosa pra ler o livro, quero ver como Grace vai ser sair como madrasta que é uma posição bem ingrata que por mais que tenha uma certa afinidade entre os filhos e elas é claro que sempre terão a esperança de que o pai volte para a mãe, deve ser uma situação um tanto constrangedora tanto para a adolescente quanto para o pai e para a própria Grace. Livros que abordem comportamento familiar sempre me chamam a atenção, esta anotado. valeu pela dica
    BEIJOSSsss...

    http://sonhosdeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie!

    Eu sinceramente nunca teria lido o livro se fosse julgar só pela capa, acho que algumas editoras pecam na escolha das artes, que muitas vezes dão a entender que a história é completamente diferente do que realmente é. PORÉM, ainda bem que li sua resenha hahaha me instigou bastante a saber quais mistérios cercam a morte da Kelli e como os personagens mais próximos lidaram com isso. Entrou na minha lista de leituras =)

    Beijos!!!
    www.poesiadestilada.com

    ResponderExcluir
  8. é incrível como capas podem nos enganar. Eu não tinha qualquer interessa nesse livro, mas após sua resenha mudei de ideia. Dramas familiares sempre chamam minha atenção, e costumam me fazer chorar no final haha.
    As perscpectivas que mais me deixaram curiosa foram a de Ava e Grace.

    Beijiinhos ;*
    Andressa - Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  9. Oi Lena, tudo bem? Nunca tinha ouvido falar desse livro, e pela capa jamais imaginaria uma história com essa carga emocional. Perdas, mortes, buscar novos ideais, lidar com mudanças, parece ser um livro bem interessante e achei interessante ter essas diferentes visões da morte da Kelli, além da própria visão dela.

    Adorei a resenha!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem ? Não conhecia o livro e pelo nome pensei que era mais um romance chato, mas pela sua resenha percebi que é um livro que envolve muita coisa, parece ser emocionante e isso é bom, gosto de livros que tenham sentimentos mais profundos, que não fale só do romance entre um casal, mas que envolva mais coisas. Gostei da sua resenha Lena. beijinhos

    www.somandoconhecimento.com

    ResponderExcluir
  11. Otima resenha!! Mas infelizmente o livro não me instigou, pode ser que mais pra frente eu fiquei curiosa, mas hoje não
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oii, tudo bem?
    Depois que li a sua resenha achei que a capa deixou um pouco a desejar, mas a sua resenha com certeza compensou isso, eu estou bem ansiosa para saber o desfecho da historia.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Lena,
    Faz tempo que namoro esse livro, mas é a primeira resenha que leio e gostei do que li!
    Acho que mostrar diversas perspectivas de uma morte, inclusive a da morta seja em interessante... Saber como cada um encara uma mesma coisa... UAU, agora quero ler ainda mais!
    Beijos
    Chrys Audi
    www.todasascoisasdomeumundo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá =)

    Ainda não conhecia esse livro, mas a capa não me chamou muita atenção. O livro passaria batido. Ainda bem li a sua resenha! Achei que fosse uma história completamente diferente! Espero lê-lo algum dia, mas por enquanto preciso diminuir a pilha enorme aqui =) Parabéns pela resenha.

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie
    Nunca tinha visto esse livro... achei a capa bacana, o detalhe vermelho, chama a atenção, mas nao tanto pra ser marcante..
    Achei a história muito interessante e parece ser emocionante e dramática.. gosto de livros assim!
    A sua resenha foi bastante esclarecedora e fiquei curiosa para saber como a autora tratou todos os assuntos propostos...

    Bjinhos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir
  16. Oi Lena, tudo bem?
    Apesar de a trama possuir um enredo que emociona e nos intriga, não me senti confortável para realizar a leitura da obra. Esse foi meu primeiro contato com o livro, e achei que Amy mesclou temas que se 'completam' na literatura (mortes, abandono...). Fico feliz que de um modo geral a leitura tenha sido prazerosa.

    Beijos
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  17. Oi, Lena…
    Não me interessei pelo livro. Sei lá, acho que quiseram torná-lo tão real – um retrato fiel da família e seus conflitos – que ficou sem "tempero". :/ Apesar disso, é bom saber que a autora desenvolveu bem os conflitos e o sentimento de luto.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, Lena!
    Nossa eu li algumas resenhas desse livro esses dias, e devo dizer que a cada resenha lida eu quero mais ter esse livro em mãos.
    A história parece ser sensacional com todo o drama familiar e a superação da perda, fora o fato de ver uma adolescente ter que amadurecer tão precocemente, né.
    Preciso mesmo ler logo esse livro!

    Oi, Alice!
    Eu to louca pra ler essa nova série da Susan Fox. Li a das irmãs Fallon e gostei muito.
    Mal posso esperar pra começar a ler essa. Os demais lançamentos não me chamaram a atenção.

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  19. oi ^^
    eu acho essa capa muitooo linda!
    sobre a história é bem aquele clichê da mãe morrer e os filhos ficarem com o pai e a madrasta cuidar deles e tals, mas se o autor souber levar a história consegue fazer algo bem legal ^^
    gostei da resenha <3
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  20. Oi Lena! Ótima resenha! Gostei muito da análise dos personagens, parecem que foram muito bem construídos, anotei a dica! Beijos

    ResponderExcluir
  21. Adoro livros emocionantes e que tragam uma boa lição. Fiquei curiosa para a leitura. A capa e o titulo já tinham me chamado a atenção, mas acabei deixando passar. Vou procurar o livro para ler

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá... Lena, tido bem?

    Bom estou começando a ler livros nessa pegada... e confesso que minhas experiência tem sido bem agradáveis... esse livro chamou minha atenção pelo drama familiar abordado... essa questão de pais se separando e infelizmente a mãe morrendo é bem complicado... eu sinceramente nunca tive disso... de ficar me sentindo fora do contexto por causa de uma separação... acho que as pessoas devem ser felizes... mas falar isso para um adolescente que vê tudo com muita intensidade é mais complicado eu acho... no fim assim que eu tiver a oportunidade com certeza irei ler o livro... Xero!

    ResponderExcluir
  23. Oiii
    Achei a sua resenha muito interessante e nao conhecia o livro. Ele parece ter um tema bem forte e não seria o meu estilo de leitura por ele se assemelhar muito com a triste realidade :/

    beijos
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Oii!

    Parabéns pela resenha!
    Já li esse livro e não gostei muito do final, mas fiquei satisfeita com o resto do livro. A capa é linda^^ e eu gostei muito da personagem Ava :3

    Beijos, Kamila
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  25. Ola confesso que a sinopse não me chamou muito atenção, deve ser porque estou em um momento de romance e fantasia e dramas maiores, estou deixando de lado. Quem sabe em outro momento. A capa achei que poderia ter mais destaque. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  26. Oie, tudo bom?
    Parece ter uma narrativa familiar bastante interessante e inspiradora. Gosto de livros assim porque eles me comovem e me fazem refletir sobre vários aspectos da vida. A premissa desse livro já tinha chamado minha atenção quando a Verus anunciou seu lançamento.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Adoro esses dramas familiares e acho que amaria essa leitura, gosto muito quando temos acesso a diferentes perspectivas, e o tema superação da perda me atrai. Se tiver oportunidade, vou ler.

    Beijo.

    Ju - Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  28. Olá tudo bem?
    Bom vou confessar que o libro não me chamou muita atenção, o conjunto, capa, sinopse e premissa, não me prenderam de forma alguma. Essa seria uma das história que eu leria devagar e poderia não ser tão bom a ponto de demorar tanto para ler. Não me atraiu mas eu gostei da resenha.
    Abraços, Carlos.

    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Expresse-se