Resenha #186 - Estudo Independente!



Ficha Técnica
Coleção: O Teste
Título: Estudo Independente
Autor: Joelle Charbonneau
Editora: Única
Edição: 1
Ano: 2014
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 320 páginas
ISBN: 978-85-6702-834-7
 Sinopse
Cia Vale tem dezessete anos e tem tudo o que sempre sonhou: um amor perfeito, um lugar na universidade e um futuro como uma das líderes da Comunidade das Nações Unificadas. No entanto, apesar de todos os esforços do governo para apagar a memória de Cia, ela ainda lembra o que aconteceu. Ela precisa escolher entre ficar em silêncio e proteger a si mesma e as pessoas que ama ou expor o Teste e o que ele na verdade é, um programa assassino que deve ser impedido. O futuro da Comunidade depende dela. No segundo volume da saga de Joelle Charbonneau, a chance de fazer parte da revitalização de uma civilização pós-guerra colide com o desejo de fazer o que o coração manda.
Cortesia Editora Única 


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Falhar não é uma opção 

Continuando ainda mais instigante e perigosamente gostoso quanto seu antecessor, Estudo Independente mantém uma narrativa ainda mais eletrizante e apaixonante, com aquele toque inteligente e incrível que só Joelle Charbonneau parece ter. 

Cia sobreviveu ao Teste... Ela escapou e tentaram roubar suas lembranças. Mas em uma cartada desesperada, ela acaba recuperando tudo que queriam que ela esquecesse e agora está mais do que assustada, sem saber o que mais esperar enquanto tenta sobreviver, literalmente, ao curso preparatório para a Universidade. Mas sobreviver com essa tormenta não tem sido fácil, principalmente sabendo que Tomas escondeu-lhe talvez, uma brutal revelação. Agora, prestes a se provar tentando conseguir escapar com vida de todo este louco desafio, Cia está dividida entre ficar quieta para proteger a si mesmo e as pessoas que ama, ou expor o Teste e o que ele na verdade é. 

Se o primeiro volume da trilogia me encantou, o segundo não ficou menos atrás. Charbonneau inteligentemente seguiu com o ritmo incrível e crítico que sua obra demonstra ter. Fórmula pronta? Acho que não. A autora só muito talentosa, sabendo ministra críticas sociais ferrenhas que envolve não só um pilar da nossa civilização, mas toda ela. Estudo Independente vem realmente complementar o pensamento de O Teste. Enquanto que as atuais distopias retornam para o lado tirânico do ser humano ou a centralização governamental e sua opressão, Charbonneau explora o ambiente hostil e devastado de um país que um dia teve tudo, e agora, se vê, sobre a ameaça constante de seu invencível inimigo: o ar, a água e toda a terra e cenário que lhe rodeiam. Sem dúvidas, este é um ponto extremo para a obra. A autora consegue, com riqueza em suas descrições, abordar cenários altamente chamativos, devastados e perigosos, atirando seus personagens no epicentro de todo esta devastação. Estudo Independente não só ferroa as políticas corruptas do mundo, mas questiona religião, ideal pessoal e cuidado com a natureza. O mais impressionante é a grandeza com que a autora conseguiu trabalhar todos estes temas, sem deixar escapar brechas ou tornando as informações escassas. Pelo contrário, tudo é tão satisfatório que é difícil não ansiar por muito mais. Sofri horrores com os momento finais :'( Michal </3

A trama em si, continuou grandiosa. Seus personagens, novos e antigos, ganhando mais e mais destaques, enquanto as cortinas vão se abrindo lentamente para o provavelmente grand finale. Um ponto interessante neste livro, e acho que isso anima alguns leitores do primeiro volume, é que a protagonista, Cia, após tudo que viveu, amadureceu, está ainda mais forte e determinada a derrubar esse governo atual. Diferentemente das outras personagens distópicas, que realmente não decidem o que fazer, ou decidem em cima da hora, Cia está agraciada pela decisão de suas escolhas, certas de quando tomá-las e quando desempenhá-las. Não só uma personagem marcante, mas uma feminista inteligente e muito corajosa. Como não amá-la? <3 


Outro ponto extremamente chamativo foi o fato da autora descentralizar o romance entre os dois personagens principais e focar na brutalidade e perigos que a Universidade reserva a Cia. Em momento algum o tema parece forçado ou cansativo (não esperem personagens amargurados ou melosos). Nota-se evidentemente um amadurecimento por parte de todos os personagens que o enredo envolve, não só da protagonista. As características infantilizadas do livro anterior parecem contrasta ainda mais com os traços duros e mais velhos deste, e isto pode ser tomado como um elogio, levando-se em consideração a evolução que a narrativa ganhou e o crescimento pessoal que Cia e seus amigos conseguiram. Tem-se realmente a sensação que o tempo correu e que após tudo que vivemos durante O Teste, mudamos, de verdade. É um crescimento mútuo entre leitor e personagem, algo só explicável enquanto se lê as páginas desta obra.

Estudo Independente é um livro transitivo, cheio de sentimentos a flor da pele, e personagens vívidos. Emoções explodem e cenas de vingança, traição, dúvida e confiança, ressaltando sempre o pior e o inesperado. É um livro pesado, impossível de não se sentir afixado pelo seu enredo inteligente e pela narrativa inebriante. Basta um primeiro contato para se apaixonar completamente.

A edição tão impecável quanto a anterior, conta com uma capa extremamente chamativa, em azul gelo. Em termo revisão, algumas pequenas falhas deixaram um pouco a desejar, levando-se em consideração alguns diálogos onde o travessão quase não aparece, ou a troca de letras em algumas palavras da narrativa. Mas não se deixe intimidar por isto. Não é só a cor que te motiva a parar e olhar a capa. Editora Única fez um ótimo trabalho escolhendo o símbolo ilustrativo na arte, com extremo significado para quem se aventurar a conhecer a obra. Folhas semi amarelas e uma fonte muito confortável, tendo ainda mais uma surpresinha: o livro vem com o marca página embutido na contra capa *-*


Escritora de coração, Joelle já produziu e estrelou diversas operas e musicais na região de Chicago antes de se tornar uma escritora em tempo integral. Além de adorar dar aulas de canto. Estreou na literatura com a série Rebecca Robins, mas ganhou o mundo com a trilogia distópica Teste.






25 comentários

  1. Oi David, tudo bem?

    Eu já li a trilogia O Teste é amo, ela está entre minhas séries/trilogias distópicas preferidas. A Joelle tem uma escrita maravilhosa, fluida e com cenas surpreendentes. Cia é uma personagem encantadora, destemida e corajosa. Estudo Independente foi realmente bom e legal de acompanhar mais detalhes sobre o governo, sobre o teste em si. Em suma, parabéns pela resenha.

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Davi, gosto muito de passar por aqui e ver suas resenhas, são sempre muito descritivas sobre o livro, de uma forma muito esclarecedora, fiquei bem interessado na série, o problema é a fila de livros desejados que tenho... kkkkk ^^


    Grande abraço!

    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oooi!

    Geeente, cada resenha eu fico com mais vontade de ler essa trilogia.
    AMEI saber que nesse volume ela não focou no romance e mais no que acontece ao redor dos personagens, quebra o clichê que estamos acostumados né?

    A capa é liiinda e todo mundo elogia o capricho da editora, fico feliz por isso. Mas um motivo pra eu querer ler *-*


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Adorei seu layout e a forma como escreve seu texto, parabéns! Eu estou doido para começar essa distopia, mas tomei trauma de trilogias do gênero depois do fiasco que foi o final da série Divergente, sério, fico com medo quando os dois primeiros livros são excelentes, pois agora sei que o terceiro pode acabar com a série. Gostei da personagem não ser do tipo que decide tudo em cima da hora, isso me irrita muito, e pelo fato de a obra não ter aquele tom meloso ou personagens que só sabem pensar em si e na amargura que sentem pois a vida não é do jeito que querem. Vou dar uma chance para a série *__*. A capa é maravilinda!

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Eu estou pra morrer querendo essa trilogia. Leio resenhas positivas sobre o primeiro livro quase todo dia e agora sobre esse volume também. Pra ser sincera não lida desfavorável sobre os dois até agora, todos os leitores estão encantados. Está na minha lista de compras, esse ano nem vou fazer cofrinho, não está dando...rsrs
    Amei a resenha, tão empolgada, tão cheia de sentimentos, fiquei aqui, imaginando que estava já com o livro em mãos.
    Beijocas.
    Vivi

    ResponderExcluir
  6. Oi David, tudo bem?
    Gostei bastante de O Teste porém esperava bem mais do livro, achei Cia uma personagem muito ingênua, acredito que gostarei bem mais do segundo volume do livro. A escritora realmente escreve de uma forma muito fluida e sem enrolação o que torna uma leitura fácil e gostosa.
    Abraços
    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Sobre essa distopia? Não li ainda porque vou lhe falar a verdade tá faltando alguma coisa para me dar animo para ler esse livro, não sei exatamente o que, apesar dos vários elogios que ele vem tendo ainda não conseguir me interessar pelo livro verdadeiramente. Bem, li sua resenha (muito boa por sinal), e ela fez com que pelo menos adicionasse o livro a lista, hahahah, já é algo né?

    Bjão!
    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ola David leio tantos elogios a essa trilogia que não vejo a hora de conhecer a protagonista Cila, o fato de nesse segundo livro não destacar tanto o romance nos faz pensar em muita ação no livro. Já estou com o primeiro livro. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  9. Oi David, tudo bem?

    Eu preciso ler essa trilogia, como amante de distopia, não posso deixar de ler. Gostei de saber que os personagens amadureceram a medida que o livro também ficou mais perigoso, com mais ação, com mais sentimentos fortes e tudo o mais. Acho essas capas muito bonitas e sempre fico curiosa para saber o significado dos símbolos.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  10. Fico muito feliz de saber que a Cia amadurece neste volume e fica mais forte e determinada a derrubar o governo atual. Pena que o livro teve problemas de revisão, mas a história prende tanto que sei que vou conseguir relevar. Só li o primeiro livro, e essa distopia é maravilhosa, mas é uma das mais cruéis que já li. É absolutamente revoltante a forma com que lidam com as pessoas. Espero terminar logo a leitura da trilogia.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  11. Todo mundo que lê esses livros diz que é muito bom!
    E eu fico com muita vontade de ler.
    Gostei de você dizer que a autora não usa de uma fórmula pronta para as distopias de hoje em dia. Ela deu o próprio toque.
    E eu achei isso bastante legal.
    Eu quero entender como é essa escrita tão inteligente da autora que todo mundo fala :D
    Adorei a resenha!
    Bjs
    Www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Estou muito interessada nessa trilogia.
    Ainda não pude ler, mas espero que isso aconteça em breve.
    Adorei sua resenha que só contribuiu para que meu interesse aumentasse.

    Café com Letras

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Parabéns pela resenha, muito completa e descritiva. Tenho muita vontade de ler essa trilogia, mas tenho tantos livros para ler que ela acaba ficando para depois.
    Abraços

    www.estantejovem.com.br

    ResponderExcluir
  14. ah cara se tem algo que eu gosto é quando os personagens amadurecem ao invés de ficar naquele mimimi desnecessário.
    gostei muito da resenha. em breve vou começar essa distopia. vou ver se adquiro o primeiro livro logo.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  15. Oi David, concordo com boa parte do que você disse, este livro está realmente muito mais maduro do que o anterior, e Cia é uma personagem muito bem construída. Contudo tenho um problema com a autora, diferente de você não consigo captar emoções nesta trilogia. Tudo acontece de forma tão rápida e prática que não me atingiu emocionalmente, achei tudo muito frio. Mas sim é um livro excelente!

    ResponderExcluir
  16. Oi David, tudo bem?
    Nossa, que resenha!!!! Adorei!!!! Agora, o que falar dessa trilogia? Eu terminei recentemente, e nunca vi um texto tão inteligente, tão frio, cruel, humano, desesperador. Ao contrário de você eu não amei Cia, eu não consegui amar nenhum deles por causa da escolha deles. Mas nunca vi personagens tão fortes, tão bem construídos, tão verdadeiros.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, David!
    Caramba, cada resenha que leio dos livros dessa série são uma tortura pra mim.
    Sou doida pra ler ela, eu já tenho o primeiro volume da série, mas ainda não iniciei a leitura, quero muito fazer isso logo. E pelo visto, pelo que li aqui, a trilogia segue até o fim, sem decepcionar. Isso é ótimo! Quanto ao marcador vir acoplado na contra capa, acho que a Editora passou a adotar isso em todos os livros, já vi outros livros da Única também assim, e achei o máximo, assim sempre teremos o marcador do livro. Achei um mimo e um carinho com o leitor. Amei!

    Beijinhos!
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  18. David, concordo com tudo. rsrsrs
    Só de o romance não ser o foco e de não ter triângulo já me conquista, fora que é difícil de eu não gostar de uma distopia. A capa pra mim é a mais linda pela cor chamativa, mas, como vc bem disse, não é só isso que atrai. E a revisão ficou mesmo bem ruinzinha, a Única tá dando uns moles nesse quesito.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  19. Ainda não li O teste, e estou doida para fazer a leitura, acabei pulando alguns pedaços da resenha mas fiquei contente em saber que o livro transborda sentimentos e por ser apaixonante preciso comprar o box da trilogia urgentemente.
    Beijos
    Porão da Liesel

    ResponderExcluir
  20. Oi David, tudo bem?
    Tenho muita vontade de ler essa trilogia, minha amiga leu e adorou. Essa capa está maravilhosa e não sei pq mas toda vez que leio uma resenha sobre esse livro lembro de divergente. Esse livro já está na minha lista de desejados, espero ler em breve.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  21. Oiiii tudo bem???

    Claro que amei a sua resenha... estou louca para começar essa série... temo que quando começar não vou querer parar... você descreveu tudo o que eu mais precisava saber da continuação... que os personagens crescem, se mostram mais maduros e que a autora é excelente... como não posso gostar desse livro?? É distopia... amo demais.... xero!!

    ResponderExcluir
  22. Oiee ^^
    Eu também ameei esse livro, mas sabe que eu gostei bem mais do primeiro? Achei que a Cia estava mais f*da e corajosa nele, assim como os acontecimentos e tudo o mais, mas "Estudo I." e "A Formatura" também são incríveis! Essa é uma das minhas trilogias favoritas ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oie, tudo bom?
    Esse livro realmente mantém a trama eletrizante dessa distopia. Eu adoro a série e fui conquistada pela escrita envolvente da autora e pela Cia, uma protagonista sagaz e inteligente. Adoro a trama criada e como os acontecimentos deixam o leitor com o coração na mão.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. David, que resenha! Rapaz, difícil resistir a essa trilogia a cada resenha como a sua que leio na blogosfera (rs). Eu adorei a história! E parece que a personagem Cia tem muitas qualidades que certamente a tornariam uma das melhores protagonistas que tive o prazer de conhecer por meio dos livros (rs). Eu espero ter a chance de logo ler a trilogia e me ver como você, encantada com a história. Gosto quando o romance não é o foco, mas o contexto distópico se sobrepõe a ele. <3

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Tenho o livro aqui, mas ainda não tive a oportunidade de ler, o que é uma pena pq todo mundo fala super bem da trilogia, espero conseguir um tempo em breve para me dedicar aos livros da trilogia
    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir

Expresse-se