Resenha #193 - Ecos da Morte (The Body Finder Vol 1)!



Ficha Técnica
Coleção: The Body Finder
Título: Ecos da Morte
Autor: Kimberly Derting
Editora: Intrínseca
Edição: 1
Ano: 2011
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 228 páginas
ISBN: 978-85-8057-080-9
 Sinopse
Violet Ambrose tem dois problemas: o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela começa a ficar cada vez mais incomodada com sua estranha habilidade: Violet encontra cadáveres. Desde muito pequena ela percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos, apenas os das vítimas de assassinato.
Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas, agora que um serial killer está aterrorizando a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas assassinadas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Violet é uma adolescente normal como qualquer outra que estuda e tem amigos, mais ela têm dois segredos: primeiro é uma paixão secreta pelo seu melhor amigo Jay. Segundo: tem um dom mórbido que apenas a sua família e seu amigo Jay sabem.

Jay é um menino bem divertido que conhece Violet desde que eles eram crianças e nunca mais se desgrudaram. Tudo muda para ele depois que o seu corpo começa a mudar nas férias de verão e assim ele começa a chamar a atenção de todas as meninas da escola, mais fica sem saber se a que interessa a ele notou a sua mudança. Violet odeia a sensação que tem todas as vezes que chega perto de Jay, não entende o que mudou nas férias. Mas difícil mesmo é conviver com seus poderes. Violet possui um dom não muito comum, sendo capaz de encontrar cadáveres. Antes ela encontrava apenas animais que o seu gato matava e deixava no quintal ou aos arredores. Com o tempo, tudo mudou. Ela começou a encontra corpos quando um serial killer aterrorizou as famílias da cidade. Ela encontra os cadáveres através de sons, sensações e sabores que os corpos exalam. Ela conta que eles a chamam. A partir dai Violet os nomeia de Ecos. Sua vida começa a ficar de cabeça para baixo, não localizando apenas os corpos, mas também seus assassinos, devido a uma marca que só Violet é capaz de ver nas vitimas. 

Uma historia cheia de mistério, amizade, amor, companheirismo e brincadeiras. Posso dizer é um enredo que te prende e você não consegue largar, pois quer saber o que vai acontecer depois. É um livro narrado em terceira pessoa, tendo partes que são contadas quando o assassino esta caçando as suas vitimas, o que deixa a leitura cada vez mais emocionante e você passa a odiá-lo, mesmo sem saber quem é.

Livro é muito bom, nem posso falar mais sem dar spoles. Vou dar 4 estrelas, e só não leva 5 porque não entrou na minha lista de favoritos, mais já estou com o segundo para ler. Recomendo!!





Ela nasceu e cresceu na área de Seattle, com exceção de uma poucas passagens em Phoenix, Boise, e San Jose. Tive uma infância colorida, criada por uma mãe solteira. Sua carreira começou bem cedo, quando começou a fazer livros de colorir caseiros com folhas de papel em branco e um grampeador, e depois ia de porta em porta para vender.

A primeira vez que se apaixonou por escrever (desistindo dos sonhos de infância de ser uma veterinária) foi quando ela se inscreveu para o Jornalismo no sétimo ano eletivo. Logo se tornou sua paixão.Ela ainda vive no noroeste do Pacífico. Mora com seu marido e os três filhos.



Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se