Resenha #210 - Casa de Segredos (Casa de Segredos Vol 1)!




Ficha Técnica
Coleção: Casa de Segredos
Título: Casa de Segredos
Autor: Chris Columbus e Ned Vizzini
Editora: Galera Record
Edição: 1
Ano: 2014
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 350 páginas
ISBN: 978-85-0140-003-1
 Sinopse
Brendan, Eleanor E Cordelia Walker um dia tiveram tudo: uma bela casa em São Francisco, pais adoráveis e todo o tipo de bugiganga eletrônica que podiam desejar. Mas tudo mudou depois que o pai perdeu o emprego em um misterioso incidente. A família está em dificuldades e precisa se mudar. À primeira vista, a mansão Kristoff parece perfeita. Mas a casa que pertencia ao misterioso escritor Denver Kristoffé cheia de segredos, e os três irmãos vão parar em um lugar selvagem que parece se misturar ao terreno da casa. Guerreiros medievais patrulham as florestas, piratas fantasmagóricos rondam os mares e uma rainha sedenta por poder governa aquelas terras. À medida que desvendam o mistério, Bren, Délia E Eleanor vão descobrir o verdadeiro significado de lar e perceber que não apenas sua família — está mais para a humanidade — que está correndo perigo.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************





Columbus e Vizzini guiam os leitores por uma divertida aventura, que mesmo contando com uma capa chamativa, edição caprichada e um enredo aparentemente envolvente, não supri a necessidade lógica que a obra deixou escapar. Casa de Segredos é um apurado confuso de acontecimentos, onde os próprios personagens parecem perdidos sobre qual próximo passo executar.

Brendan, Cordelia e Eleanor são três irmãos de opiniões diferenciadas e personalidades mais distintas ainda. Enquanto Eleanor é a garota problema da família, com apenas oito ano, senti a dureza que sua vida será tendo que lidar com sua dislexia, Brendan é o ás do esporte, apaixonado por games e um tanto indiferente com as garotas que moram sua casa. Aos 12 anos, senti-se quase um homem. Cordelia por fim, é inteligente, sagaz e altamente responsável. Em plenos 15 anos, seu hobby favorito é a leitura, o que a sempre a tornou a estranha na escola, por se interessar bem mais por livros do que por garotos.

O que esses três não sabem é que suas vidas jamais serão a mesma. Após um trágico “incidente” no trabalho de seu pai, a família Walker está numa situação financeira cada vez pior, o que os leva a busca de um novo lar, em um valor mais baixo, para que possam recomeçar. O que eles não sabem é que a velha e aparentemente sedutora mansão dos Kristoff esconde uma perigosa maldição, e o únicos que podem quebrá-la são os três irmãos. Para isto, eles embarcaram em uma aventura recheada de magia, heroísmo e confusão, em busca de encontrar um perigoso livro que aparentemente é a salvação para todos.

Este é um caso em que a edição não compensa o conteúdo. Acho que se encaixa perfeitamente o ditado do “quem vê cara, não vê coração”. A obra de Vizzini e Columbus peca em diversos momentos e deixa muito a desejar, desamparando o leitor em um sério tornado de misticismo e racionalismo. Casa de Segredos, primeiro livro da dupla, poderia ter sido muito melhor escrito, se não fosse pelo número de fatos que somam toda a leitura e a tornam repetitiva e cansativa. Como produtores individuais, os autores podem ser brilhantes; como escritores ainda precisam amadurecer. A leitura oscila em diversos momento, onde o leitor se vê em uma espécie de balança, ora amando, ora odiando. Mas o total desespero não nasce do nada, e sim do número incontável de personagens que surgem, sem mais nem menos, não se adequando bem no enredo. Eis aqui o ponto mais fraco da narrativa: personagens. Os protagonistas são muito mal estruturados e por vezes, confuso, de forma que a narrativa em si não busca explorá-los individualmente, e sim em conjunto, como se eles fossem uma pessoa só. A impressão que dá é que você conhece os Walkers, no geral, mas não Eleanor, Brendan e Cordélia, como seres ou pessoas. Narrado em terceira pessoa, os autores tiveram mais do que subsídios para explorar lacunas gigantescas que a obra deixou, apelando para a ação desmedida e aventura eletrizante. Os mesmo se pode dizer dos secundários, que pior ainda, nem em base você consegue imaginar mais sobre o passado deles, e os antagonistas muito menos. A obra me pareceu uma mistura muito louca de diversos outros assuntos e filmes, dentre eles o mais identificado, Senhor dos Anéis. Enquanto que na trilogia o anel exerce um poder desmensurável sobre os humanos, na obra de Vizzini e Columbus, é o livro, e isto deve ser considerado um bom ponto. O enredo no geral tinha tudo para encantar e render uma excelente leitura, mas a oscilação na trama fez com que a obra perdesse prestigio ou  se tornasse tão previsível. Para uma narrativa infantil ou infanto-juvenil, o livro tem uma pegada bem sombria, descrevendo cenas como perca de membros ou batalhas altamente cruéis. Morte, é o que se encontra aqui. Mas os personagens contradizem essa situação, agindo como crianças imaturas e dialogando como bebês.

Os vilões foi de longe o pessoal mais bobo que eu tive o desprazer de conhecer. Apesar das ameaças vagas e irônicas piadinhas sem graça alguma, pouco foi dito sobre eles, e menos ainda sobre qual fim tiveram. Sinceramente, se os protagonistas são mais desenvolvidos, os vilões então. O real problema, em minha visão, está na falta de adequação dos personagens ao cenário em que estão. Quer dizer, em um mundo mágico, perdido, sem saber qual próximo perigo você vai enfrentar, é de se esperar, que até mesmo crianças, fiquem um tanto atentas e não que ignorem tudo e voltem ao quarto para brincar, como se aquilo fosse normal.

Outro ponto bem chatinho foi Brendan e todo o batalhão de personagens masculinos, altamente machistas. Com certeza as leitoras desse livro não vão conseguir uma boa visão, já que a todo instante as meninas da história são reprimidas ou levadas a obedecer o cara, nunca tomando totalmente o partido. Cordélia até que quebra em alguns momentos com isto, mas são pouquíssimos, e sempre ocorre um evento que a faça parecer boba ou demonstre que sua ação só piorou a situação.


Capa linda e diagramação impecável, com as folhas amareladas e capítulos iniciados pela marcação de uma ilustração, Casa dos Segredos é um livro de opiniões. Infelizmente pra mim, a leitura não rendeu e este, provavelmente, é o último volume da série (eu acho que é uma série. Se não for, perdão, porém, tem continuação) que leio.




Christopher "Chris" Columbus (Spangler, Pensilvânia, 10 de setembro de 1958) é um diretor estadunidense. Dirigiu Harry Potter and the Philosopher's Stone, o primeiro filme da série Harry Potter, e Harry Potter and the Chamber of Secrets, o segundo da série. Ele parou de dirigir a série pois queria curtir sua família. Contudo, aceitou o convite de J.K. Rowling e ajudou a produzir o terceiro filme, Harry Potter and the Prisoner of Azkaban. Além dos dois primeiros da série Harry Potter, Chris dirigiu outros filmes famosos como Esqueceram de mim e Esqueceram de mim 2, e também dirigiu a adaptação da série infanto juvenil de Rick Riordan, O Ladrão de Raios, lançado em 2010.



Edison Price "Ned" Vizzini (4 de abril de 1981 - 19 de dezembro de 2013 ) foi um escritor norte-americano. Autor de quatro livros de literatura juvenil, incluindo It's Kind of a Funny Story, que a NPR o viria a listar na 10ª posição dos "100 melhores romances para adolescentes da história" de todos os tempos e que serviu de base para o filme de mesmo nome.





3 comentários

  1. Oi David, nossa pela sinopse um livro que tinha tudo para ser bom... mas nem todos os livros vão agradar a todos neh, pena! Abraços!

    joandersonoliveira.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi David!
    Faz tempo que não leio um livro assim mais jovem, tenho saudades, gostei da resenha e como colocou o que era ruim e chatinho na obra, não é uma leitura que faria agora, mas nunca digo nunca! Parabéns pela resenha! Beijos
    Paulinha Juliana - Overdose
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/06/resenha-herdeira-selecao-4-kiera-cass.html

    ResponderExcluir
  3. Oi David,
    Tudo bom? Meu nome é Raquel Machado sou autora do livro Vingança Mortal e te encontrei lá no blog Surtos da Juleka. Vi que achou interessante meu conto e queria te convidar a conhecer um pouco mais sobre meu trabalho, inclusive meu livro. Lembrando que estou aberta para parcerias com blogs literários, se quiser pode me enviar um e-mail raquel.machado2014@yahoo.com.br, vou ficar muito feliz em lhe responder.
    Beijos
    Raquel Machado
    Escritora Vingança Mortal
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/p/vinganca-mortal.html

    ResponderExcluir

Expresse-se