Cinema #112 - Homem-Formiga!




Título: Homem-Formiga 
Gênero: Ação
Direção: Edgar Wright
Roteiro: Adam McKay, Edgar Wright, Joe Cornish, Paul Rudd
Elenco: Bobby Cannavale, Corey Stoll, Evangeline Lilly, Hayley Atwell, John Slattery, Jordi Mollà, Judy Greer, Michael Douglas, Michael Peña, Paul Rudd, T.I., Wood Harris
Duração: 117 min.
Estúdio: Big Talk Productions / Marvel Enterprises / Marvel Studios
 Sinopse
O bioquímico dr. Hank Pym (Michael Douglas) usa sua mais recente descoberta, um grupo de partículas subatômicas, para criar uma roupa de alteração de tamanho. Com sua nova tecnologia, o doutor passa a ter a capacidade de diminuir em escala mas crescer em força. É então que o vigarista Scott Lang (Paul Rudd) precisa assumir o lado heróico e ajudar seu mentor a proteger os segredos por trás do espetacular traje do Homem-Formiga de uma nova geração de ameaças. Juntos, precisam salvar o planeta.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************



Dirigido por Edgar Wright pode-se dizer que foi outra aposta ousada dos estúdios Marvel em executar o filme de um herói não tão famoso e conseguir, em todos os sentidos, um longa eletrizante, surpreendente e muito bem produzido. Homem-Formiga foi um filme aparentemente despretensioso em seu trailer, que ganhou TODOS OS MÉRITOS, após com certeza, vê-lo e vislumbrar a grandeza de seu enredo. Além de um belo salto para os próximos filmes do universo Marvel, ainda garante diversão e ação do inicio ao fim!

Hank Pym é um bioquímico famoso, que conquistou uma façanha incomparável, isolando um grupo de partículas subatômicas que acoplado a uma roupa especial, causa a alteração de tamanho para qualquer ser ou objeto. Mas esta pesquisa perigosa acaba se tornando sua ruína quando a ganancia dos grandes empresários cresce sobre seu produto. Anos depois, seu antigo pupilo consegue realizar a façanha que Hank tanto lutou para destruir, e agora uma perigosa arma esta nas mãos das pessoas erradas. Scott Lang, um ex presidiário pode ser a apostar para proteger o mundo de uma verdadeira catástrofe, de forma que vesti novamente o traje do antigo Homem-Formiga deve ser mais do que necessário.


No quesito batalha de titãs, Homem-Formiga  é com certeza um forte concorrente. Como já dito, a estratégia ousada de investir em um herói não tão familiarizado para os "fãs cinéfilos" da produtora, foi sem dúvida uma BELA jogada. Depois da atitude tomada em relação a "Guardiões da Galáxia", grupo de heróis que ficou tão amado e conhecido quanto "Os Vingadores", Homem-Formiga foi outro grande salto. A Marvel conseguiu inovar acrescentando aparentemente a um filme de ação, muito humor e diversão, que provavelmente vai agradar toda a família. As cenas de combate que alteram de visão na câmera de acordo com o tamanho do herói são eletrizantes, causando aquele velho frio na barriga de agonia! São batalhas elétricas, velozes e totalmente sufocantes. No quesito pancadaria o filme não decepciona um só instante. Além de contar com um elenco que encarou, em todos os sentidos, seus papéis, e representou com perfeito a ponto de convencer o telespectador de que aquilo tudo é possível, a Marvel se aventurou em outra jogada incrível. Para os fãs dos quadrinhos, fica implícito a primeira aparição do "multiverso" como prometido pelos produtores alguns meses atrás. Para os que não conhecem, o multiverso é uma dimensão miniminizada dentro da nossa dimensão, onde o tempo e o espaço passam e interagem de forma totalmente diferenciada. Esse ponta-pé da produtora provavelmente não foi atoa. Dizem as más línguas que a aparição desta multi dimensão é uma provável aposta da Marvel futuramente, para novos filmes. Contudo, por hora, não passa de um mero comentário.

 

Um ponto negativo que possa ter acontecido foi as diversas referências que o filme faz aos outros longas da Marvel. Para quem não acompanhou os outros filmes desta nova franquia, alguns detalhes acabam passando batido, isso é inegável, e diferentemente de Thor e Capitão America que têm um enredo mais propriamente seu (embora os eventos em seus filmes, sem dúvidas influenciem um ao outro), Homem-Formiga está estritamente ligado a todos, como um chave que explica os diversos acontecimentos até o momento. Não é espetacular? Espetacular, como já mencionado, são as interpretações, dignas de aplausos. Todas, sem exceção.

Para um filme que não demonstrava lá grandes coisas, Homem-Formiga foi sem dúvidas inacreditável, de um modo que fica impossuível não querer mais!


Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se