Resenha #216 - A Mais Pura Verdade!



Ficha Técnica
Título: A Mais Pura Verdade
Autor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Edição: 1
Ano: 2015
Idioma: Português
Especificações: Brochura | 224 páginas
ISBN: 978-85-8163-633-7
 Sinopse
Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha. Mas, em certo sentido - um sentido muito importante -, Mark não tem nada a ver com as outras crianças. Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram. Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça. A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************



RESENHA POSTADA ORIGINALMENTE NO BLOG MY DREAM WORLD


Viver com medo não é o jeito de se viver.”

A Mais Pura Verdade é um livro tocante e altamente apaixonante. Mark, o personagem pelo qual diversas pessoas se apaixonaram antes mesmo de ler, comprovou ser o protagonista que todos esperávamos e supriu as expectativas.

Mark e seu cachorro, Beau, estão prestes a embarcar na aventura de suas vidas. Tendo sido sempre uma criança mais que amada, Mark sofre com o pouco tempo de vida que lhe resta a cada vez que a doença vai e volta. Agora, tendo perdido seu amado avô, o garoto precisa cumprir com seu sonho: escalar uma montanha. Mas não será uma jornada fácil, principalmente sem ajuda. Perigos e o tempo estão contra Mark. Depende excepcionalmente dele, atingir sua meta, antes que seu tempo acabe.

Para um livro de capítulos curtos, pouca descrição e menos ainda de personagens, A Mais Pura Verdade é uma obra emocionante, perfeita para os amantes dos famosos sick-lit (os livros que tratam sobre doenças). Dan Gemeinhart foi genialmente delicado ao dar vida a um protagonista tão apaixonante e corajoso. Em diversos momentos me senti lendo Extraordinário, da R.J Palacio novamente. Os enredos em nada se misturam, mas a sensação e a tensão durante a leitura, tornando os acontecimentos imprevisíveis, transformaram as palavras em suspiros e sorrisos.


Mark é completamente cativante. É o típico personagem por quem você se apega nas primeiras páginas. E embora sua interação com os outros coadjuvantes da trama seja bem sutil, é a intensidade de seus sentimentos que transmitem todo o carinho e apreço que o leitor vai ganhando pelo protagonista conforme a história acontece. 

Narrado em primeira e em terceira pessoa, os capítulos se intercalam com a visão de Mark e a visão geral dos outros personagens, fornecendo ao leitor uma leitura ainda mais agradável e inteiramente completa de todo o campo onde a trama de Gemeinhart se desenrola. Conforme as páginas vão se passando, mas preso ao livro você vai ficando, e não apenas pelos sentimentos de Mark que parecem saltar a folha e chegar até você, como também pela fidelidade e amizade de seu cachorrinho, Beau, que mesmo sem pronunciar um só ruído durante toda a história, transmite diversas sensações para quem está, aos olhos de Mark, convivendo essa aventura.

O mundo inteiro é uma tempestade, eu acho, e todos nós nos perdemos em algum momento. Vamos atrás de montanhas no meio das nuvens para que tudo pareça que valeu a pena, como se isso tivesse algum significado. E, às vezes, nós a encontramos. E seguimos em frente.”

A edição do livro, com certeza é outro magnífico ponto positivo. A capa em azul, trás uma ilustração bem sutil do desfecho da obra, e além de folhas desenhadas e pintadas em preto, ainda temos uma fonte muito, mas muito confortável para a leitura e uma revisão impecável. A Mais Pura Verdade é o típico livro para se ler em uma tarde, com o mero piscar dos olhos, tanto para se emocionar, quando para abstrair. Sem grandes ensinamentos, o maior exemplo que podemos tirar é o batido clichê de superação, que não menos atrativo, dá um diferencial não só a obra, como também a seu personagem, Mark, mais um protagonista inesquecível.

 



Dan Gemeinhart vive em uma cidadezinha bem no meio do estado de Washington com a esposa e as três filhas. Ele tem a sorte de ser professor e bibliotecário em uma escola primária, onde pode falar sobre livros incríveis para crianças incríveis. Dan adora acampar, cozinhar e viajar. Ele também toca violão  (mal) e lê (o tempo todo). Sua casa é sempre uma bagunça, mas ele é feliz demais. A Mais Pura Verdade é seu primeiro romance.




Um comentário

  1. Oi David! Já li várias resenhas desse livro e já está na minha lista de quero ler!
    Gostei de saber que lembra Extraordinário!
    Acho a edição que a NC fez super linda!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir

Expresse-se