Resenha #20 - Uma Chama Entre as Cinzas!






Título: Uma Chama Entre as Cinzas
Coleção: Uma Chama Entre as Cinzas
Autor: Sabaa Tahir
Editora: Verus
Ano: 2015
Especificações: Brochura |432 páginas
ISBN9788576863502
 Sinopse
Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império.
Cortesia Verus Editora (Grupo Editorial Record)


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************




Sabaa Tahir é minha chama entre as cinzas de 2015. O livro estréia da autora realmente me conquistou não só pelo enredo instigante, quanto pelos personagens inteligentemente bem construídos e um cenário digno de relembrar. Uma Chama Entre as Cinzas é a aposta mais que perfeita de fantasia distópica, para você, leitor, em 2016. É o típico livro que você começa a ler e não quer mais parar.

Laia nunca teve sua vida completamente feliz. Seu cotidiano não era dos mais fáceis. Ela trabalhava com os avós dia e noite, mas tinha seu irmão, Darin, para aliviar seu cansaço com brincadeiras e carinho. Tudo isto muda quando o Império Marcial bate a sua porta certa noite, mata seus avós e leva Darin sobre o crime de traição ao reino. Daí em diante, Laia segue sem rumo, caçando a Resistência em busca de salvar seu amado irmão, a única família que lhe resta. Mas quando em uma missão é colocada como escrava na casa da comandante mais cruel do reino, seria todo este esforço suficiente para salvá-lo? Conseguiria ela exercer seu papel e salvar Darin antes que acabe morta por ser uma espiã?

A vida é feita de tantos momentos que não significam nada. Então, um dia, ocorre um único momento que define todos os segundos depois dele.

Ao mesmo tempo, Elias é considerado um dos melhores soldados da academia. Treinado desde muito jovem a semear apenas o ódio e a matança, o garoto renegado pela mãe, julga que isso não é certo, e quer encontrar a liberdade desta prisão que o exército se tornou para si. Em vista disto, Elias elabora um inteligente plano de fuga, com intuito de partir e nunca mais voltar. Mas reviravoltas em sua formatura o levarão a participar de um perigoso evento que selecionará o novo imperador e os limites do garoto serão testados novamente. E é nesse fogo cruzado que sua vida intercruzará com a de Laia e juntos deverão agir para mudar para sempre não só seus destinos, mas também todo seu mundo.

Nada menos do que excepcional. Uma Chama Entre as Cinzas já entrou para lista do meus livros favoritos do ano. Com uma narrativa inteligente e extremamente rica, a autora guia o leitor por uma aventura inestimável recheada de altos e baixos, com direito a mais aflição do começo ao fim. Tahir me surpreendeu de maneira que sua obra me ganhou logo nos primeiros instantes. Construindo um cenário digno de ser relembrado, a autora dá origem a toda uma mitologia muito diferente e ao mesmo tempo nem tanto, que vai seduzindo o leitor a cada páginas. Com construções críticas bem arquitetadas, a obra alfineta as morais humanas, seus ideais e conceitos e até onde os limites podem ser ultrapassados e justificados para a sobrevivência do eu como individual? Até onde pensar apenas em mim pode influenciar na frieza humana? Tahir coloca seus nervos a flor da pele, testando não só seus personagens, como também seus leitores.


Narrado em primeira pessoa, separado em três grandes partes, os capítulos vem intercalados entre Laia Elias, de maneira que nenhum protagonista ou personagem fica superficial na trama. Saborosamente divino, esta característica só auxiliou para que minha devoção aos personagens fosse ainda maior. O que começa com uma divergência de visões, sendo Laia totalmente contra a visão imposta por Elias em seus capítulos, dividindo assim o leitor no enredo pelo todo, finaliza com um emaranhado muito bem empregado pela autora, de forma que os pontos vão convergindo até se tornarem basicamente um só. A forma como Tahir trabalhou não só a central do livro, que é a busca pela liberdade de Elias, e a luta de Laia para salvar seu irmão, mas também os romances secundários, foi impressionante, não deixando nada forçado ou sem sal. O relacionamento que ocorre entre os personagens vai aparecendo aos poucos, com uma sutil delicadeza, reservando momentos de tensão e emoção. Uma Chama Entre as Cinzas ilustrou uma das melhores cenas que li em 2015, sem duvidas, e me ganhou completamente ali, no instante mais improvável, de tão bonito e especial que é a maneira narrada pela autora nesta determinada cena em particular.

 

A vida já é dura o suficiente sem que você tenha de evitar espaços inteiros em sua própria cabeça.

Seus personagens, como disse, me fisgaram. Laia não só pelo imenso amadurecimento na trama, começando toda indefesa e incerta e se tornando pura garra e inteligência, quanto Elias, com seu lado carinhoso, sincero e leal, revestido pelo pano de fundo brutal e aterrorizante. E este fato me lembrou demais a construção que a autora Leigh Bardugo também dá a seus próprios personagens na trilogia Sombra e Ossos, não os vilanizando, mas também não os tornando completamente vítimas. Eles são aquilo que suas escolha os levam a ser. E um bom exemplo disto é Helene, a personagem mais bem construída da obra, até mais que os dois protagonistas. Helene tem um Q gigantesco de Severo Snape. Ela é a personagem por quem no decorrer da trama você não sabe que sentimento nutrir, e ao final, permanece na dúvidas. São suas oscilações de humor, o pouco conhecimento de sua história pessoal e a grande presença nas partes do livro, que a tornam tão enigmática e tão única. O fato que se comprova é que a Tahir é incrível, seu livro é inteligentemente diferente, e deve sim ser conhecido como uma das melhores fantasias de 2015, sendo liderança em trama, personagem e cenário. Mal posso esperar pela continuação.


Sabaa Tahir foi criada no deserto de Mojave, na Califórnia, no motel que sua família mantinha na região. Ali, ela passava o tempo devorando livros de fantasia, assaltando a pilha de histórias em quadrinhos de seu irmão e tocando guitarra - mal. Ela começou a escreve Uma Chama Entre as Cinzas quando virava a noite trabalhando como editora de jornal. Ela gosta de indie rock ruidoso, meias extravagantes e tudo o que é nerd. Sabaa vive atualmente na Bay Area de San Francisco com a família.



12 comentários

  1. Oi David!!!
    Quando vi que a Galera ia lançar o livro ele já entrou na minha lista de desejados, pois já tinha ouvido falar dele em vídeos americanos.
    O livro me parece meio que uma distopia um pouco mais histórica e eu amei isso pois é bem original.
    Pelo jeito você gostou mesmo kkkk E gosto muito quando tem troca de personagens, o que facilita pra nos aprofundarmos na história e saber o que acontece dos dois lados.
    A edição está lindíssima e acho que essa é uma das capas mais bonitas do ano, já a história, tenho que ler pra saber, né?
    A forma como a autora criou os personagens parece ser bem interessante, não os deixando nem mocinhos, nem vilões. Assim como você disse também me lembrei de Sombra e Ossos (AMO).
    Será que vai ser uma série grande?
    Quero muito ler!!!!
    Abraço.

    Joseph Luis
    http://planetliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela Resenha, ficou muito boa. Adoraria ler este livro.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a dica. Parece ser muito bom mesmo, e como fez relembrar Sombra e Ossos, com certeza irei realizar essa leitura.
    Parabéns pelo site, adorei!!!

    http://devaneiosdajessie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. to com esse livro parado aqui em casa, depois da sua resenha fiquei interessada em ler ♥ ♥

    Te segui no blog, poderia dar uma olhada no meu, e se gostar, seguir?
    DEAR MAIDY
    http://www.dearmaidy.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Vi esse livro em inglês e nem tive a chande de ler, aí saiu aqui e só vejo comentários positivos sobre, muitos classificando como a melhor leitura do ano. O enredo inicial é bem original, e ao mesmo tempo não dá pra ter ideia do que acontece no livro por se tratar de um mundo novo. Espero conseguir ler ainda esse ano!

    ResponderExcluir
  6. Um dos lançamentos da Verus que mais quero ler é Uma Chama Entre as Cinzas!
    A sinopse está perfeita, nos deixando bem curiosos de como será a trama toda.
    Capa linda e já li otimas resenhas, pessoal está gostando.
    Como vc disse a Sabaa Tahir é a chama entre as cinzas, o livro de estreia está um sucesso.
    Animei de conhecer logo a Laia e toda a sua historia e como ela foi crescendo ao longo de tudo.
    Com certeza vou ler.
    Beijos

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da resenha não sabia nada sobre o livro e agora estou super curiosa, parece ser muito bom, é o estilo de leitura que me agrada.

    ResponderExcluir
  8. Nossa!Esse é um dos livros mais bem comentados do momento..
    Desde o lançamento,quando li a sinopse,a história já me chamou atenção,como não chamaria não é mesmo? é incrível!
    Adorei a resenha,só me deixou com mais vontade de ler <3 Amo histórias distópicas,acho super interessante esses mundos tão distantes,mas ao mesmo tempo tão perto e parecido com a da gente :D
    Adoraria conhecer mais esse e me encantar com os personagens,que parecem ser maravilhosos.
    Bjos *--*

    ResponderExcluir
  9. Oi! Confesso que fantasia é um dos gêneros que tenho menos contato, mas ultimamente ando querendo dar mais chances ao gênero e ando encontrando livros bem interessantes, e esse não poderia ficar de fora. A autora parece ter conseguido fazer uma história emocionante até a última página, com personagens que tocam o leitor da melhor e da pior maneira possível. E se esse primeiro te causou tamanha impressão, a expectativa para o segundo volume deve ser realmente enorme. Espero que ele seja tão impactante quanto esse, e que eu possa ter a oportunidade de ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. David!
    Livros de fantasia bem escritos são sempre chamativos para leitura.
    Os personagens bem elaborados e uma trama bem desenvolvida, onde a participação ativa estimula o leitor, nos proporciona uma boa leitura.
    Adorei sua análise bem detalhada.
    “Olho por olho, e o mundo acabará cego.” (Mahatma Gandhi)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista de Dezembro, serão 6 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  11. Gostei de conhecer a trama e personagens. Fiquei empolgada ao ler a resenha. Não esperava ser tão empolgante como você menciona aqui. Com certeza vou tentar ler. Não posso deixar passar esta linda história distópica. Adoro temas deste tipo. Valeu pela resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Trama envolvente encontramos neste livro cheio de aventura e drama dos personagens já nos faz sonhar com a leitura deste livro .

    ResponderExcluir

Expresse-se