Coluna: Na Tela #23!



Olá, pessoal! Hoje, eu trago uma das mais novas séries da MTV, vamos de Shannara!


Sinopse: Uma árvore élfica, conhecida como a Ellcrys, está morrendo. A má noticia é que aquela árvore tem sido o único pedaço de mágica que protege as Quatro Terras de Demon World. Amberle Elessedil é a única que pode salvar a árvore. Porém, ela tem que desbloquear a mágica que os Elves não têm usado há mil anos. Com a ajuda de Wil Ohmsford e Eretria, ela viaja para encontrar a mágica perdida. Mas não será uma tarefa fácil.












Elenco:
Austin Butler (Wil Ohmsford), Poppy Drayton (Amberle Elessedil), Ivana Baquero (Eretria), Manu Bennett (Allanon), Emilia Burns (Commander Tilton), Aaron Jakubenko (Ander Elessedil), Jed Brophy (The Dagda Mor), Daniel MacPherson (Arion Elessedil), Marcus Vanco (Bandon), John Rhys-Davies (Eventine Elessedil), Brooke Williams (Catania), James Remar (Cephelo).



The Shannara Chronicles é a mais nova série aposta da MTV, sendo produzida por Alfred Gough Miles Millar e baseada na trilogia A Espada de Shannara, mais precisamente no segundo volume, A Pedras Élficas de Shannara, do autor Terry Brooks. A série traz para a TV um mundo élfico pós-apocalíptico que te encanta por sua mitologia e pela sua forma de se mostrar. As avaliações da série não são muito positivas, tendo média 7,8 no site do IMDb, porém, em minha opinião é uma série muito boa.

É inegável que a qualidade de imagem e efeitos é surpreende. A MTV não deixa a desejar em quesito efeito especial, e quem assiste também Teen Wolf (que logo farei uma indicação) sabe que não estamos enganados. Bem produzida, a série encanta pelos cenários incríveis, musicas de fundo tocante e personagens surpreendentes, cheia de reviravoltas em uma verdadeira teia de eventos chocantes e viciantes.

No quesito adaptação, eu infelizmente não posso falar muito, pois desconhecia a trilogia de livros até conhecer a série. Porém, eu não cheguei a ver nenhuma pessoa reclamando, suponho que esteja relativamente "fiel" ou próximo disso. Um fato que os fãs talvez levante seja o fato de o seriado se iniciar sem trazer qualquer menção a eventos do primeiro livro, A Espada de Shannara.

AVALIAÇÃO

Eu nunca fui muito interessado em histórias de elfos, ogros e demônios, porém, me vi encantado pela premissa deste seriado. Os produtores deram um um belo show no enredo da série, sempre buscando amarrar todas e quaisquer pontas soltas que pairassem no ar. Claro que sempre tem coisas que você , como espectador, gostaria que acontecesse e elas não acontecem, mas isso faz parte da vida de espectador (e de ser trouxa com seriados).

Outro ponto extremamente atraente são seus personagens. Além de bem elaborados dentro do enredo, eles se mostram verdadeiros em suas convicções e personalidades, e até mesmo o que se mostra mais antagonista na trama, acaba nos apaixonando em algum momento, seja por uma atitude nobre ou um ato egoísta que faz total sentido para sua personalidade. Este fato leva o telespectador a se encantar pelo trio protagonista, tão opostos e ao mesmo tempo tão perfeitos, integrado por Will, Eretria e Amberle. O direcionamento no trabalho com os personagens foi tão magnifico, que até mesmo os mais secundários ganharam seu destaque, passaram por sua transformação e podem vir a ser, em uma segunda temporada (caso ela venha existir. MTV ainda não confirmou nada) muito mais presentes e vívidos quanto os protagonistas.


Eu gostei muito da história e dos efeitos visuais da série, por isso eu atribuirei essa nota. Bom pessoal, até a próxima indicação, beijos.



Um comentário

  1. ESSA SERIEEEEE <3 AMU. MTV tem uma produção incrível de séries. Sou fã de Teen Wolf também e resolvi ver Shannara por conta disso. Ambas são inovadoras e seus personagens únicos. Acho esse triangulo meio forçado, mas o Wil é tão bobão que é facil gostar dele mesmo. Essa temporada de estreia foi um estouro, ansiosa pela segunda!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Nunca Jamais", vem conferir!

    ResponderExcluir

Expresse-se