Coluna: Na Tela #24!



Olá pessoal! Parece que estamos de cara nova (kkkk), então, essa será o primeiro Na Tela do Território Geek Nerd, e para comemorar, vamos de série nova também, né non?


Sinopse: Clary Fray acaba de se matricular na Academia de Arte do Brooklyn. Em seu aniversário de 18 anos, ela descobre que é uma Caçadora de Sombras, um ser humano meio anjo, que tem como tarefa proteger os humanos de demônios. Naquela noite, a mãe de Clary, Jocelyn Fray, é raptada por Valentim, um antigo Caçador de Sombras desonesto, que criou seu próprio "Círculo". Com sua mãe ausente, Clary se volta para Luke, antigo amigo da família, e a única pessoa na qual ela confiava, mas acaba sendo traída. Clary se junta com um bando de Caçadores de Sombras para salvar sua mãe e descobre poderes que ela nunca soube que possuía. Clary é lançada no mundo de caça aos demônios junto do misterioso Caçador de Sombras, Jace, que é acompanhado por Isabelle e Alexander Lightwood, e seu melhor amigo, Simon Lewis. Agora vivendo entre fadas, feiticeiros, vampiros e lobisomens, Clary começa uma jornada de autodescoberta enquanto aprende mais sobre seu passado e percebe como poderá ser seu futuro.


Elenco:
Katherine McNamara (Clary Fray) / Dominic Sherwood (Jace Wayland) / Alberto Rosende (Simon Lewis) / Matthew Daddario (Alec Lightwood) / Emeraude Toubia (Isabelle Lightwood) / Isaiah Mustafa (Luke Garroway) / Harry Shum, Jr. (Magnus Bane) / Alan van Sprang (Valentine Morgenstern) / Maxim Roy (Jocelyn Fray) / Jon Cor (Hodge Starkweather) / David Castro (Raphael Santiago) / Jade Hassouné (Meliorn)


Shadowhunters é a mais nova adaptação da série de livros Os Instrumentos Mortais da autora Cassandra Clare. Em 2013, houve a adaptação do primeiro livro da saga para os cinemas sob o título de The Mortal Instruments: City of Bones. Porém, após o fracasso, a sequência foi cancelada. Já em 2015 foi confirmado a produção do seriado pela FreeForm, antiga ABC Family. A série não está sendo bem avaliada pelo site IMDb, tendo até o momento apenas 6,3, entretanto, em minha opinião é uma avaliação equivocada, pois o seriado está bem melhor do que o filme e também, tendo personagens cativantes e tendo sido renovada para a segunda temporada (momento que aguardamos que a produção da série fique mais digna, em todos os sentidos, já que o investimento vai ser maior, provavelmente).

Vamos começar falando dos efeitos especiais? Então, quem já conhece a ABC sabe que esse não é o forte da emissora. A série tem uns efeitos bem fracos, sinceramente, mas tem alguns relativamente bons.

Apesar das mudanças do livro, a série possui um enredo muito bem amarrado em si. Vale lembrar que estamos falando de uma adaptação e não de uma cópia exata dos livros.

E este talvez seja a maior causa de desaprovação dos telespectadores. Ao começo, em seus primeiros três episódios, tudo andou excelentemente bem, mas infelizmente, como era previsto, a série tomou outros rumos, diferente dos livros. E não que isso seja ruim, eu pelo menos enxergo como algo positivo, até porque se tornaria muito previsível se fosse uma cópia exata. A essência principal dos livros foi mantida, e é comum vemos algumas referências a fatos que acontecem lá, só o roteiro que acrescentou ou tirou coisas. E isso também não é negativo. Personagens que quase não são explorados nos livros, como Meliorn, a rivalidade entre os submundanos, e até a fã de Simon, Maureen, tem sido já referenciados, dando a eles um maior sentido na trama geral. Se o ponto de não ver a série é por falta de fidelidade, não sabe o que está perdendo.

Pra mim, acredito que algumas coisas funcionam em um universo e no outro não. Antes de escrever esse post fui atrás de algumas informações e vi uma postagem ao qual a autora detona a série quando ainda estava no segundo capítulo, e uma de suas queixas é o fato do Instituto ser todo moderno, quando no livro ele é descrito como um lugar misterioso e quase vazio. Porém, se você parar para pensar, a história se passa no nosso tempo presente, onde há tecnologia e praticamente tudo, então não tem porque a série não usufruir disso só para ser "fiel" ao livro. Além disso, também faz sentido. Levemos pelo lado de que os Caçadores de Sombras evoluíram, ou pelo menos assim imagino. Mas não vou me aprofundar no assunto. O David, que escreveu o paragrafo acima, tinha mais a acrescentar, já que leu todos os livros. O fato é que, como não leitor das obras, encaro a série como promissora.

Apesar de na história os principais serem Clary e Jace, outros personagens acabaram atraindo a atenção, como Izzy, com toda sua personalidade forte e sensualidade; Alec, com sua habilidade de luta e Magnus, com todo o seu brilho. AH, e não esquecemos de Simon, nosso nerd comédia.

Se interessou? Você pode assistir toda a temporada, dublado e legendado, na Netflix. E falando de Netflix, a segunda contará com a produção em conjunto da FreeForm com a Netflix, então já podemos esperar uma melhorada de qualidade em roteiro e em visual. Aguardemos!

AVALIAÇÃO

Ps.: Não contém fotos Clace, porque eu não shippo, então não sou obrigado kkkkk mas tem Malec <3


Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se