29 novembro 2016

Resenha #96 - Uma Fada Veio Me Visitar!





Título: Uma Fada Veio Me Visitar
Autor: Thalita Rebouças
Editora: Rocco
Ano: 2016
Especificações: Brochura |144 páginas
ISBN: 9788532522580
 Sinopse
Semana de provas e duas notas vermelhas no bimestre. Luna estava preocupada com o seu futuro, ou com o futuro dos seus fins de semana, naquela véspera de prova de matemática. A mãe já havia avisado - mais uma nota ruim e nada de festas, cinema, praia, shopping, televisão ou computador por tempo indeterminado. Os dias não estavam sendo nada fáceis para esta menina de 13-quase-14 anos, cabelos ondulados, inteligente, sensível e descolada. Mas ela não podia imaginar o que a esperava naquela noite. Depois de dar uma ajeitada no quarto e devorar números e fórmulas até o limite da exaustão, Luna caiu no sono, livro de matemática no colo. Foi então que seu sonho foi interrompido pela inusitada visita de uma fadinha espevitada que usava um vestido amarelo-ovo de bolinhas pretas, todo rodado, e um cabelo armado que a fazia parecer saída do filme Grease, nos tempos da brilhantina. Luna não acreditava em fadas, mas achava que, se elas existissem, deveriam usar vestidos brancos, longos e esvoaçantes. Com muito esforço, algumas doses de magia e diálogos impagáveis, a simpática Tatu conquista a confiança de Luna. E um mundo de descobertas incríveis tem início.
Cortesia Editora Rocco


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Uma comédia que promete te arrancar várias gargalhadas, 'Uma Fada Veio Me Visitar' me ganhou desde seu inicio até seu termino.

- Patricinhas? O que é isso? Um grupo de anãs chamadas Patricia?
- Não! Patricinha é como a gente chama uma menina fresquinha, rosinha, ligada em grife, em joias, em futilidade, que faz escova progressiva..."

Thalita Rebouças tem uma forma muito gostosa em sua escrita que te faz se envolver na narrativa de maneira que você não consegue mais parar de ler. Se você procura um livro para ler numa sentada, esse é o livro certo. Além de ser uma obra curta, a forma como a autora escreve a história te faz ter uma leitura com um fluxo muito bom, sendo guiado pela trama sem se cansar ou ficar entediado. Alias, tédio é uma coisa que você não irá sentir de forma alguma com esse livro.


Como no quote acima, podemos ver que a narrativa é voltada para uma comédia teen, porém a maneira que ela ocorre na história não é de forma alguma forçada; uma diversão gostosa com piadas ou com momentos cômicos que ocorrem o mais naturalmente possível.

Em sua trama iremos acompanhar Luna, uma adolescente que está enfrentando sérios problemas para sobreviver as notas e provas finais na escola. Mais uma nota vermelha e sua vida serpa um desastre social. O que ela não esperava é que uma fada fosse enviada para lhe ajudar nessa jornada. Tatu, apesar de atrapalhada, fará de tudo para criar um novo futuro cheio de diversão e descobertas para Luna.

Algo muito legal na fada Tatu é a forma como ela se desenvolve no decorrer da história. Podemos ver um crescimento grande, mesmo que ela ainda aja como uma adolescente. Nesse ponto a personagem é basicamente uma adolescente, pois em certo momento ela diz que as fadas vão a Fadisney para comemorar seus 600 anos, revelando assim que num comparativo com nosso mundo ela tem por volta de 15 anos. Uma coisa muito engraçada sobre a fada é que todos os seus pozinhos mágicos começam com Ô alguma coisa, e nessa pegada vem os nomes mais inesperados possíveis (e engraçados). 

As outras duas personagens importantes são Luna e Lara. Foi muito bom vê-las amadurecem durante a história, pois no início temos duas garotas de 13 anos com tal mentalidade, porém ao final, podemos visualizar que elas avançaram alguns anos em relação a mentalidade, pois ambas estão bem maduras.

Algo que eu gostaria de falar é sobre a "adaptação" que foi feita, intitulando-se como 'É Fada' com a Kéfera. Eu não cheguei a ver o filme, porém ao ver o trailer e ler o livro eu pude ver que ambas as obras não possuem nada em comum, claro, tem a fada atrapalhada e a menina que encontra a fada em sua casa. Porém, além disso, não há nenhuma semelhança, nem se quer os nomes são os mesmos. Em minha opinião nem deveria ser feita nenhuma relação entre uma e outra, pois ambas são obras totalmente independentes. Só resolvi falar disso, pois na versão que recebi havia um papel junto com o livro que dizia que este era o livro que havia inspirado o filme.

As pessoas sempre têm uma opinião formada sobre tudo. É muito melhor levar a vida sem se preocupar com os outros, Lara! Ninguém tem nada a ver com o que você faz. Desde que você esteja bem e feliz, para que se preocupar com o que vão pensar? Vão pensar, sempre. Sabendo disso, e sabendo que é impossível controlar o pensamento das pessoas, é só agir sem se importar com a reação delas. Tudo fica muito mais fácil assim."

No mais, eu gostei muito do livro, porque além dos pontos citados acima sobre a narrativa, o livro traz imagens no começo de cada capitulo fazendo referência a algo que vai acontecer nele, além de uma capa muito atrativa com Tatu e Luna em cores legais que me chamaram atenção, mesmo eu não gostando de rosa. Com certeza é uma leitura muito divertida para retirar uma velha e insistente ressaca literária.



Nas palavras da própria Thalita: "Sou fofa. Pelo menos é o que dizem as boas línguas.
Nasci no dia 10 de novembro de 1974, sou carioquésima (daquelas que louvam o Rio e agradecem diariamente por ser de uma cidade tão linda e especial), empolgada, teimosa, escorpiana, portelense, Fluminensesesê!, abracenta, sorridente, chata à beça na TPM, chorona (do tipo ridícula, choro até vendo comercial de detergente), alucinada por sambas e marchinhas de Carnaval, louca por brigadeiro (para comer de colher) e adrenalina — já saltei de pára-quedas e asa-delta algumas vezes — e viciada em algumas séries de TV (Friends, Seinfeld, Sex and The City, Lost e Desperate Housewives são minhas preferidas).
A vontade de escrever nasceu quando eu era criança. Do alto dos meus 10 anos eu me autodenominava "fazedora de livros".




24 comentários:

  1. O único livro da autora que me chamou a atenção até agora noomento foi o lançado pela arqueiro tenho que confessar, fora isso os outros não me atraem infelizmente.
    Mas gostei bastante de como você desenvolveu a sua resenha e expôs ela para nós. Parabéns.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Olha, não me interessei por esse livro e na verdade só foi conhecê-lo quando apareceu o filme, que também não me interessou. Não achei a premissa interessante e achei bem fútil, se tiver alguma boa mensagem no livor, deve ser rápida e passar despercebida para as jovens que seguem à risca as coisas que leem nos livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Beatriz! O livro traz uma mensagem muito linda e não passa nenhum pouco despercebida, muito pelo contrário, traz uma mensagem de amizade muito forte e bonita. O livro está longe de ser fútil.

      Excluir
  3. Thalita é famosa no meio da molecada e gosto muito disso, mesmo já tendo perdido aquele interesse para livros desse conteúdo. Eu perdi um pouco a paciência com leituras assim, mas amo ver como livros assim tem ganhado espaço e conquistado os jovens trazendo-os para esse fascinante mundo da leitura. Fico feliz que tenha gostado da leitura.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  4. Andeersooooon que livro maravilhoso rapaz, eu fiquei apaixonada mesmo e adoraria ter a oportunidade de realizar a leitura, além do mais parece ser bem engraçadinho.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os momentos cômicos são bem na medida, eu gostei muito. Achei muito amorzinho a história.

      Excluir
  5. Thalita é mesmo uma diva e tem uma narrativa gostosa. Esse livro ainda não li, mas ele me chamou atenção após que o filme foi lançado mesmo eu não gostando muito da Kéfera. Excelente resenha. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ler sem preocupação, o livro não tem nada do filme, o que nesse caso eu achei maravilhoso.

      Excluir
  6. Oi, Anderson.
    Adorei a resenha, mas percebi que o livro não é para mim.
    Já fui de ler mais livros infanto-juvenis, mas agora estou numa outra fase!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Da autora, eu só li o livro que foi publicado pela Arqueiro, do qual gostei bastante da narrativa. Eu ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, assim como conferir a adaptação. Vou deixar para outro momento.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Oi, Anderson! Minha primeira experiência com a Thalita também foi o livro publicado pela Arqueiro, que me fez dar boas risadas. Além disso, ela esteve na Bienal da minha cidade e foi divertidíssima. E no seu texto você resolveu a minha dúvida, no que diz respeito à comparação com o filme, porque também senti, pela sua resenha, que o livro só deu o ponto de partida de inspiração para o filme, que foi desenvolvido de forma bem diferente. Que bom que você se divertiu com a leitura. Se tiver oportunidade, irei ler. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Beta! Eu ainda não consegui ver o filme, mas já prefiro o livro. O filme foi feito sei lá com que intuito, nem sei se chega a ter uma mensagem linda como o livro. O humor do livro é muito natural, nada forçado. Espero que goste quando tiver a oportunidade.

      Excluir
  9. Olá.
    Solicitei o livro, estou com ele aqui e estou ansiosa para ler, eu já sabia que o livro não tem nada haver com o filme É Fada da Kéfera (mesmo não tendo assistido o filme, mas ouvi comentários da propria autora em relação a isso) acho que não tem problema da editora ter colocado que foi o livro que inspirou o filme, pois realmente o filme foi inspirado no livro e não baseado (que tem significado diferente de inspirado). Adorei sua resenha, espero também rir bastante, pois faz um tempão que não leio um livro mais divertido e tal. ótima resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Eu sei, mas é que por ser baseado, ele tivesse mais pontos em comum ou que ao menos uma história tivesse relação com outra. Mas quando tiver oportunidade verei o filme para ter um parecer final. E espero que sua experiencia de leitura seja tão boa quanto a minha.

      Excluir
  10. Oi. Eu não li nada ainda da autora, nem sei porquê na verdade. Acho que não tive muito interesse mesmo. Sempre penso em comprar algum livro dele, mas acabo desistindo. Vou ver se leio o novo livro dela que foi lançado recentemente (esqueci o nome agora).

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Então, não é meu gênero favorito, apesar de gostar da figura pública da Thalita, mas mesmo assim, não sei se eu leria o livro, quase com certeza, eu não o faria, mas eu curti sua resenha e seu jeito de transcrever o que sentiu ao ler o livro. E se eu não leria o livro, com certeza não veria o filme...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Aricia! Muito obrigado pelo feedback ^^

      Excluir
  12. Olá,

    Sempre tive uma enorme vontade de ler os livros da Thalita, mas eles são bem caros aqui onde moro. Esse ano finalmente tive a oportunidade de conhecer a escrita da autora, através de um conto grátis no IBooks, eu sempre gostei de livros mais teens, não é algo que eu leia constantemente, mas tem vezes que funciona pra mim, e gostei bastante da premissa desse, fiquei bem curiosa pra conhecer a obra. Dica anotada!

    Beijos,
    http://entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Gosto da Thalita, mas o livro em si não me chama atenção, talvez por ser muito infantil. O filme De Kéfera, pelo amor de Deus, acho um assassinato ao nosso cinema, que depois de tantos filmes bons lançou essa perola.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Nunca li nada da Thalita, mas sempre me falam tão bem que acabo morrendo de vontade. Que bom você falar que o filme e o livro não tem anda a ver, porque sinceramente, aquela Kéfera me tirou toda a vontade de conhecer a obra.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carolina! Por favor, não desista da obra. Ela é maravilhosa e com uma mensagem muito linda.

      Excluir
  15. Todos os comentários que leio sobre a Thalita sempre são os melhores, mas infelizmente nunca li nada da autora, espero ter essa oportunidade qualquer dia. Gostei muito do enredo. Desse livro, imagino as confusões que deve acontecer. Adorei a dica.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir

Expresse-se