Resenha #356 - Infelizes Para Sempre (A Escola do Bem e do Mal Vol 3)!






Título: Infelizes Para Sempre
ColeçãoA Escola do Bem e do Mal Vol 3
AutorSoman Chainani
Editora: Gutemberg
Ano2016
Especificações: Brochura |416 páginas
ISBN9788582353929
 Sinopse
Sophie e Agatha estão lutando contra o passado para conseguir mudar o futuro, em busca de um final perfeito para seu conto de fadas. Elas acreditavam que sua história havia chegado ao FIM no minuto em que se separaram, quando Agatha foi levada de volta para Gavaldon com Tedros, e Sophie ficou para trás com o lindo e renascido Diretor da Escola. Mas nada no mundo dos contos de fadas é tão simples. Agora inimigas, elas tentam se acostumar com suas novas vidas, mas a história das duas pede para ser reescrita... E isso pode afetar quem elas menos imaginam. Com as garotas separadas, o Mal assume o poder e os vilões do passado ressurgem das trevas em busca de vingança, sedentos por uma segunda chance de transformar o mundo do Bem e do Mal em um reino de escuridão, com Sophie como rainha. Agora, apenas Agatha e Tedros podem apelar ao poder da amizade e do amor do Bem para impedir a dominação do Mal e evitar que todos sejam infelizes para sempre. Mas... qual é a linha tênue que separa o Bem e o Mal?
Cortesia Grupo Editorial Autêntica (Editora Gutenberg) 


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


destino de Agatha e Sophie nunca foi tão incerto. Depois de tantas indas e vindas, parece que a grande ruptura finalmente aconteceu, e agora, pelo jeito, elas são obrigadas a serem inimigas declaradas. Com as reviravoltas na decisão final de Sophie, Agatha é enviada novamente a Galvadon, junto a seu príncipe, Tedros, em busca de encontrar finalmente seu felizes para sempre, mas ela não poderia estar mais infeliz. Mesmo estando segura por trás das barreiras da cidade, ela prevê que seu conto de fadas ainda não terminou e precisa fechar o livro, detendo o Diretor da escola, que está reunindo forças e revivendo os antigos vilões das fábulas. Agora, os Sempres e Nuncas precisarão travar a batalha mais importante de sua vida, buscando seu final feliz, ou o fim iminente.

Uma vez que a felicidade entre duas pessoas some, acho que ela nunca mais volta.

Puramente mágico, cheio de reviravoltas, 'Infelizes Para Sempre' foi o desfecho mágico para uma trilogia que me encantou desde o primeiro instante. 'A Escola do Bem e do Mal' é uma fábula bonita que trás não só lições clichês sobre acreditar em si mesmo, mas mostra que você também pode ser feliz sozinho, torcendo pela felicidade daqueles que você ama. Inspirador, poético e bonito, com certeza, uma série que levarei em meu coração.



Narrado em terceira pessoa, o livro vem dividido entre dois grandes pontos de vista: Agatha e Sophie. Nessa fabulosa história, Chainani guia o leitor por um mundo cheio de magia, comédia e romance, tendo tudo bem dosado em um ritmo muito leve e gostoso de se ler. Com cerca de quase 500 páginas, esse terceiro volume é angustiante, asfixiante, e cada uma das três partes as quais integram a obra, são mais atrativas do que a anterior. A todo instante o autor vai deixando pistas e elevando nossa curiosidade por saber mais. O mundo criado por ele é amplo, bem descrito e muito bem explorado, e embora os personagens secundários tenham pouca voz e saiba-se pouco do passado específico deles, são cativantes e extremamente memoráveis.

Agatha e Sophie são um grupo de protagonista curiosas, que mudam constantemente de um livro para o outro. A todo instante elas parecem brincar com a mente do leitor, confundido seus papéis na história e tornando tudo ainda mais delicioso. A construção das duas não é menos que perfeita e Chainani soube aproveitá-las bem.

Quando você luta pelo amor, às vezes você acha que está contra o mundo. Você fica amedrontado. Você vê o que não existe.

O mesmo pode-se dizer de Tedros, que começou como um personagem morno na história e nesse terceiro volume teve uma voz bem ativa, de forma que boa parte da trama tem relação com ele. Engraçado, egocêntrico e diferente, percebemos não só um amadurecimento dele, como também, a finalização de sua jornada de herói, assim como Hort, que também rouba a cena com os diálogos mais verdadeiros da obra.

Em suma, essa é uma daquelas trilogias que você começa sem expectativa nenhuma e quando menos espera está completamente apaixonado pela forma da narrativa, personagens e construção de mundo. Um dos melhores desfechos de 2016, com certeza Soman Chainani leva o posto de autor brilhante, e arrebata você para um mundo cheio de fantasia e sentimentos, quebrando tabus e reconstruindo os cenários das histórias infantis que marcam/marcaram nossa infância. E ainda conta com o charme de uma edição cheia de ilustrações e visualmente atrativa.



Graduado em Harvard e escreveu uma tese sobre o motivo pelo qual os vilões são tão irresistíveis. Roteirista premiado, é mestre pela Columbia University na área de cinema e já trabalhou em mais de 150 festivais de cinema pelo mundo, ganhando diversos prêmios tanto pela direção quanto por roteiros, prêmios entre os mais cobiçados da área. Quando não está viajando, contando histórias ou em Nova York trabalhando como professor ele pode ser encontrado jogando tênis. Fazia mais de dez anos que não perdia um primeiro round, até começar a escrever...




Nenhum comentário

Postar um comentário

Expresse-se