Resenha #107 - Jovens de Elite (Jovens de Elite Vol 1)!





Título: Jovens de Elite
Coleção: Jovens de Elite Vol 1
Autora: Marie Lu
Editora: Rocco
Ano: 2016
Especificações: Brochura |304 páginas
ISBN: 9788579802638
 Sinopse
Bestseller do The New York Times com excelente repercussão entre público e crítica, Jovens de Elite é o primeiro de uma série de fantasia ambientada na era medieval e protagonizada por jovens que desenvolvem estranhas cicatrizes e poderes especiais ao sobreviverem a uma febre que dizimou boa parte da humanidade. Entre eles está Adelina, que, após se rebelar contra o destino imposto a ela por seu pai, encontra um novo lar na sociedade secreta Jovens de Elite, vista por alguns como um grupo de heróis, por outros como seres com poderes demoníacos. Heroína ou vilã? Num mundo perigoso no qual magia e política se chocam, Adelina descobre o lado sombrio de seu coração. Da mesma autora da aclamada trilogia Legend, Marie Lu, Jovens de Elite é o início de uma saga arrebatadora. Perfeita para fãs de histórias de fantasia medieval como Game of Thrones, com vilões dignos de Star Wars e X-Men.
Cortesia Editora Rocco


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Uma protagonista letal, um enredo surpreendente e uma escrita viciante, esse é sem dúvidas o que aguarda o leitor que se aventurar na leitura de 'Jovens de Elite', uma fantasia medieval de tirar seu fôlego.

No mundo que Adelina vive, todos foram massacrados e inesperadamente aprimorados por uma febre misteriosa que se arrastou pelo globo. Uma grande número de pessoas morreu... Outras ficaram marcadas para sempre, de forma que após se curar da doença, começaram a despertar dons sobrenaturais mal visto pelos humanos sobreviventes e não afetados. Em vista disto, uma verdadeira caça as bruxas começou e Adelina está no meio dela. Apesar de ter sempre vivido com o pai e a irmã, mal sabe ela o provável envolvimento seu futuro reserva com o grupo de desertores aprimorados, conhecidos como Jovens de Elite, que luta contra a Inquisição e o governo brutal e impiedoso. Estaria ela pronta para sucumbir aos desejos e sombras pessoais? Ou seu coração, já tão perdido nas trevas, pode encontrar a luz mais uma vez?


Em uma comoção de sentimentos e surpresas, Marie Lu nos atira em um cenário gótico envolvente, sombrio e extremamente enigmático, recontando a caça as bruxas de uma forma ainda mais interessante e brutal. 'Jovens de Elite' jamais seria um livro que esperaria tanto apelo ao lado mais negro da força, o que realmente acontece. A autora usa e abusa dos sentimentos mais negros de seus personagens, tornando tudo ainda mais chocante e viciante.

Narrado em primeira pessoa, o livro vem focado sobre o ponto de vista da personagem Adelina, sendo intercalado, em alguns capítulos, por outros personagens importantes para a trama. A autora usufrui desse potencial para deixar pistas chaves para o leitor enquanto vamos vendo todo campo da trama se mostrar. 'Jovens de Elite' foi se não, uma surpresa deliciosa, e já adianto, talvez a melhor do ano. Com seu jeito mediano, o livro se mostra bem clichê nos primeiros instante, mas conforme vamos adentrando sua trama, as coisas vão ficando mais sombrias, tenebrosas, chegando ao ponto de trazer descrições cruas e fortes.

Com certeza, os personagens da obra lidam constantemente com o nervosismo do improvável que pode acontecer na página seguinte e isso foi o ápice de tudo para mim. Marie Lu quebrou a rotina do previsível. Tanto os protagonistas quanto os secundários entram em um embate perigoso que envolve provável morte, política e poderes mágicos. Embora tenha uma crítica muito bem desenvolvida sobre aceitar o diferente, a autora vai além, trabalhando como essas pessoas diferentes, também se aceitam, e aqui está mais um ponto extremamente positivo do livro. Com certeza uma proposta mais que imperdível para os leitores que queixam-se de sempre ler mais do mesmo.

Adelina foi sem dúvidas a protagonista mais interessante que vi nos livros que li este ano. Todo o apelo para o lado vilã e esse jogo de não saber exatamente onde se encaixa, ela se torna muito mais real, palpável. O mais interessante e tentar definir um tipo de sentimento para ela. Eu pessoalmente fiquei entre o misto de raiva e amor. A personagem oscila muito, desde uma personalidade forte a algo mais fraco e extremamente manipulável. Toda essa imprevisibilidade, geram no enredo o choque quando os acontecimentos realmente se concretizam. Ao longo do curto primeiro livro, nos vemos visualizando sua jornada, ora fugindo de quem é, ora aceitando-se. 

Marie Lu também encontrou um vilão a altura e personagens secundários que de alguma forma te encantam, sejam na maestria de suas cenas de ação, seja na presença quase real que assumem dentro de um enredo tão denso e colossal. Reforço novamente: 'Jovens de Elite' é um livro impressível com um final ainda mais chocante, deixando o leitor ansiar pela continuação desesperadamente. Com tom brutal e até meio cruel, os personagens são inseridos em uma verdadeira ditadura contra as bruxas; um reconto espetacular de uma era marcada pela sombra e morte.



Escreve romances jovens-adultos, e tem um amor especial por livros distópicos. Antes de se tornar uma escritora em tempo integral, era diretora de arte em uma empresa de jogos. É formada na Universidade do Sul da Califórnia, e atualmente vive em Los Angeles.



15 comentários

  1. Oi, David!
    Gente, sua resenha me deixou com mais vontade ainda de começar a ler logo esse livro.. Já sei que vou adorar.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Que arrasooo esse lay novo! Amei!
    Eu estava ansiosa pra ler alguma resenha desse livro já faz um tempinho, e agora pude ter a certeza que vou adorar a história. Um livro claramente eletrizante e viciante. Ótima resenha!!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Gosto muito de universos fantasticos, sou jogadora de RPG e nossa historia rola em universo que tem algo parecido, a trama geral parece bem empolgante, mas não gosto de narrativas feitas dessa forma, são bem raros os livros que me agraram. Vou deixar anotado para mais para frente

    ResponderExcluir
  4. Caramba eu não conhecia esse livro mas já amei demais. Parece ser muito interessante e sua resenha me despertou a vontade de lê-lo. Parabéns! Ah e sua foto ficou linda!

    www.memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  5. Hey!
    Adorei a resenha, bem consistente. Nunca li nada da Marie Lu, então Jovens da Elite já foi pra lista, ao lado de Legend!
    Gostei bastante do que você comentou sobre o enredo, acho que nenhuma das distopias ou livros que li mencionam uma febre como causadora de quase um apocalipse. Pontinhos extras!
    Hugs!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse por isso irei pular a dica, mas parabéns pela resenha que ficou incrível.
    Beijnhos

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Tenho muita vontade de me aventurar pelas obras da Marie, mas ainda não consegui.
    Saber que tem uma protagonista legal em uma fantasia medieval, sendo que a autora consegue criar um cenário envolvente e enigmático me deixa extremamente intrigada para me jogar de cabeça na obra. Adorei saber suas impressões.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Adoro distopias, mas não é uma que me chame a atenção. Enfim pra quem gosta, é certeza de ótima leitura!

    ResponderExcluir
  9. Oiii!!

    Eu não conhecia esse livro, mas conhecia a autora. Tenho curiosidade em conhecer esse livro e depois dá sua resenha a vontade aumentou. Acho que vou tentar ler até o final do ano.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá! Já tinha visto a capa do livro, mas não conhecia detalhes sobre ele. O estilo não é o que habitualmente escolho. Obrigada por me dar motivos para lê-lo!

    ResponderExcluir
  11. Olá, David.

    A sinopse é bem interessante, essa coisa de misturar vários gêneros para criar um gênero diferente, envolvente, é um coisa que deveríamos aprender no Brasil e mesmo que eu tenha dificuldade com distopias, ele entrou na minha lista de leituras.

    Sua análise foi uma delícia e me deixou curiosa sobre o livro.

    #Bel Góes#

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Eu já tinha lido muitas resenhas e muitas acabam detonando o livro, mas a sua realmente confirmou minhas suspeitas de que a obra é maravilhosa e conquista facilmente o leitor.

    E como já saiu o segundo vou logo comprar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá David!
    Ainda não conhecia esse livro da Marie Lu e já estou vendo que é mais uma super ditópia que eu terei que conferir com certeza!!! \o/ Dica mais que anotada!

    ResponderExcluir
  14. Adorei saber que o livro tem um final imprevisível, isso me deixa bastante animado para iniciar a leitura do livro. Adoro livros cheios de fantasias e personagens assim fortes, e com toda certeza vou me aventurar em mais essa leitura.

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?

    Eu comprei este livro quando lançou, pois amei a trilogia Legend e fiquei curiosa para ler este. Uso estes livros de fantasia YA como passatempo, são bem divertidos e gostosos de ler. A sua resenha me animou a ler logo, vou ver encaixo próximo mês. Boas leituras. Até mais...

    ResponderExcluir

Expresse-se