Resenha #109 - Tudo Por Amor (Segundas Oportunidades Vol 2)!






Título: Tudo Por Amor
ColeçãoSegundas Oportunidades
AutorJudith McNaught
Editora: Bertrand Brasil
Ano2016
Especificações: Brochura | 602 páginas
ISBN9788528620689
 Sinopse
Professora respeitada em sua pequena cidade no Texas, Julie Mathison vive apaixonadamente seus ideais. Criada num lar adotivo, a jovem sente-se determinada a retribuir todo o amor e a bondade recebidos. Nada, nem ninguém, seria capaz de destruir a vida perfeita que havia alcançado. Depois de fugir da prisão, Zachary Benedict, um ex-ator e diretor que teve a vida e a carreira destruídas após ser equivocadamente condenado pela morte da mulher, sequestra Julie e a força a levá-lo a seu esconderijo nas montanhas do Colorado. Nenhum dos dois poderia imaginar que estariam embarcando na viagem de suas vidas...
Cortesia Editora Bertrand Brasil (Grupo Editorial Record)


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************
 


Quando olhei o livro pela primeira vez, pensei: "o que danado esta mulher escreveu tanto neste livro para ele ter mais de 600 paginas?". Imaginei um monte de coisas repetidas, trazendo uma historia cansativa e maçante. Estava totalmente errada. 'Tudo Por Amor' é um livro é maravilhoso, tão bom que nem sei o que falar (demorou uma eternidade para sair isso aqui que estão lendo, desculpa se não estiver bom). Judith McNaught encanta o leitor com sua escrita líria e implacável, momentos emocionantes e um casal envolvente. Uma história cheia de reviravoltas e com uma dose extra de muita paixão.

Zack é um ator que esta preso, pois foi acusado de matar a esposa, tendo todas as provas contra ele, mas ficamos imaginando se realmente ele foi capaz de fazer isso, e em alguns momento achamos que sim. Por outro lado, temos Julie, uma professora do interior que leva sua vidinha pacata. Mal sabe ela que sua vida pode mudar completamente.

Ao desistir de provar sua inocência, Zack foge da cadeia e acaba cruzando a vida de Julie, usando-a como refém para conseguir se dar bem em seu plano. No meio de todos os acontecimentos, os dois acabam se relacionando amorosamente (este momento é esperado e comemorado quando acontece). Mas seria o amor capaz de superar todas as dúvidas? Quando uma nova onda de crimes começa a acontecer, semelhantes a morte da ex-esposa de Zack, Julie desconfia da palavra de seu amado e a paixão dos dois pode acabar se abalando.

Uma historia intrigante, emocionante, divertida e que não conseguimos parar de ler, nos levando a chorar rios de lágrimas e entrar em uma ressaca literária imensa, pois quando acabamos, achamos que não leremos nada tão bom. 600 páginas tornou-se pouco para tanta emoção e sentimentos que McNaugth trás em suas páginas. Suas descrições são lindas, tocantes, quase verdadeiras demais. Sua escrita é leve e muito envolvente, e seus personagens, bem construídos e atrativos. Tanto Zack quanto Julie acabam arrebatando o leitor para seus dramas, gerando uma empatia imediata. Até seus atos  mais falhos, fazem sentido quando explicados. Fui envolvida em uma surpresa deliciosa de um romance que trás não só o velho clichê amoroso, mas também trabalha a relação familiar, o sentimento da mudança e as transformações que as pessoas sofrem, tudo isso com muita graça e maestria. 

Depois de todos estes elogios, só posso dar cinco estrelas e recomendar muito para que todos leiam e tenham a mesma sensação que eu. 'Tudo Por Amor' está mais que indicado para os amantes incorrigíveis.



Antes de ter sucesso como escritora, McNaught teve diversos trabalhos, entre eles, foi a primeira mulher produtora executiva em uma estação de rádio da CBS. Seu primeiro manuscrito foi "Whitney, My Love", que escreveu entre 1978 e 1982. Após ter dificuldades à hora de vendê-lo, escreveu e vendeu Tender Triumph a princípios de 1982.
Tem vivido em Saint Louis, Missouri. Posteriormente transladou-se a Texas, após conhecer Dallas, enquanto estava em uma turnê de promoção. Atualmente vive em Clear Lake, Texas.
Casou-se com Michael McNaught, que faleceu em 1983. Posteriormente casou-se com Dom Smith. Tem dois filhos, Whitney e Clayton. Além de escrever, faz obras de caridade em relação com meninos e o câncer de mama.





3 comentários

  1. Oi, Elizane!
    Eu sempre me pergunto o que tanto escrevem em 600 páginas hahahah
    Achei a capa linda, mas não me chamou atenção por agora :(
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Olha, eu ainda tenho minhas dúvidas quanto a história por conta das 600 páginas, mas se você diz que vale a pena, e que não é nem um pouco massante, entãaao um dia dou uma chance pra leitura! Ótima resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Expresse-se