Resenha #380 - Os Escolhidos (The 100 Vol 1)!





Título: Os Escolhidos
Coleção: The 100 Vol 1
Autora: Kass Morgan
Editora: Galera Record
Ano: 2014
Especificações: Brochura | 288 páginas
ISBN: 13: 9788501400598
 Sinopse
Desde a terrível guerra nuclear que assolou a Terra, a humanidade passou a viver em espaçonaves a milhares de quilômetros de seu planeta natal. Mas com uma população em crescimento e recursos se tornando escassos, governantes sabem que devem encontrar uma solução. Cem delinquentes juvenis — considerados gastos inúteis para a sociedade restrita — serão mandados em uma missão extremamente perigosa: recolonizar a Terra. Essa poderá ser a segunda chance da vida deles... ou uma missão suicida.

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


'The 100' foi um livro que a mim prometeu muito, mas não cumpriu. Para um ficção cientifica/distopia, o enredo é parado, seus personagens são dramáticos demais e eu pessoalmente, não consegui me apegar a nenhum em particular.


Em um mundo onde a Terra não era mais sustentável para se viver, a raça humana precisou ser enviada para o espaço, habitando uma nave, na órbita do planeta, para não morrer devido a enorme quantidade de radiação que emergia do globo. Entretanto, décadas depois, o retorno está cada vez mais próximo. 100 jovens, considerados meliantes, serão enviados para a Terra em busca de fazer uma missão de reconhecimento. Clarke só quer encontrar vingança pelo que aconteceu com seus pais, assim como Wells só deseja o perdão de Clarke. Já Bellamy fará de tudo para impedir que sua irmã Octavia seja enviada a caminho da morte certa com mais 99 humanos, ao mesmo tempo que Glass quer uma segunda chance, não só com sua mãe, mas com seu amor. Seriam eles capazes de sobreviver nesse mundo que mudou completamente após tantos anos depois?

Narrado em diferentes perspectivas em primeira pessoa, iremos acompanhar, a cada capítulo, a construção desse enredo através dos olhos de Clarke, Wells, Bellamy e Glass, todos tentando lidar com problemas coletivos e individuais que vão sendo revelados lentamente, trazendo sempre flashback do passado desses personagens.

A construção de personagens da autora Kass Morgan é muito boa, apesar de não ter conseguido me cativar por nenhum. Eu diria que 'The 100 - Os Escolhidos' é uma obra totalmente introdutória. Aqui o leitor é inserido na realidade, aos personagens e a todas as regras que regem esse universo futurístico imaginado pela autora. O ponto chave é a dramatização pessoal de cada personagem que se apresenta; e talvez o ponto mais negativo. Ao tempo que vão se tomando páginas e mais páginas desenvolvendo esses personagens e esse mundo, logo a leitura vai se tornando lenta, parada, de forma que não acontece qualquer ação ou pico de adrenalina dentro de 250 páginas. São trabalhados apenas os dramas dos personagens, e não que não sejam envolventes, mas para uma série que foi adaptada, eu esperava um ritmo mais acelerado, bem ao estilo do seriado, onde o foco da produção é explorar as intrigas dentro do grupo e o jogo de poder fora dele. Aqui, o lado externo desse grupo nem ao menos é questionado, e pode até ser trabalhado nas continuações, mas para esse começo, nada foi debatido. Até a própria intriga de um com outro é transformada em drama, de maneira que a ficção cientifica tem um grande foco no romance ou no envolvimento romântico desses personagens. Temos até a formação de um provável triângulo (canso só de pensar sobre isso).

De todos os narradores, o que mais gostei foi sem dúvida Bellamy. Dentro da trama ele é o menos dramático e o único que a historia não é totalmente romantizada, embora esteja envolvido no triângulo amoroso que provavelmente virá se concretizar mais tarde. Ele muda muito ao decorrer da trama. Sua apatia de proteger a irmã, e o peso de seu passado, são pontos que despertaram minha curiosidade. O mesmo posso dizer de alguns aspectos sobre o passado da personagem Glass. Sua narrativa é pesada e desfoca completamente das outras. Ela sofre não só um amadurecimento, como também realiza uma jornada de herói interessante que também desperta o interesse do leitor.

No mais, 'The 100 - Os Escolhidos' teve um começo muito morno e não sei exatamente se pretendo continuar. Mas apesar de ser parado, a escrita é fluída e pistas vão sendo lançadas, mesmo que mínimas, para atiçar o leitor a continuar. O plot final foi muito bom e espero que tal temática levantada seja melhor trabalhada do que no primeiro livro. Sem dúvidas, já li ficção cientificas/distopias melhores, mas essa tem seu charme.


Kass Morgan é formada pela Brown University e fez mestrado na Oxford University. Atualmente trabalha como editora e mora no Brooklyn, em Nova York.





Um comentário

  1. Oi, David!
    Eu já tinha ouvido que esse livro é meio paia se comparado com a série. Nunca tive vontade de ler e parece que a autora desistiu que seria uma trilogia, e lançou mais um.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Literário de Carnaval
    Resenha premiada Paixão e Crime
    Sorteio Três Anos de Historiar

    ResponderExcluir

Expresse-se