07 junho 2017

Cinema #32 - Guardiões da Galáxia Vol 2!





Título: Guardiões da Galáxia Vol 2
Gênero: Aventura
Direção: James Gunn
Elenco: Benicio Del ToroBradley CooperChris Pratt, Christopher Fairbank, Dave Bautista, Djimon Hounsou, Glenn Close, Gregg Henry, John C. Reilly, Karen Gillan, Krystian Godlewski, Kurt Russell, Laura Haddock, Lee Pace, Michael Rooker, Peter Serafinowicz, Sean Gunn, Sylvester StalloneVin Diesel, Wyatt Oleff, Zoe Saldana
Roteiro: James Gunn, Nicole Perlman
Produção: Kevin Feige
Duração: 121 min.
Estúdio: Marvel Studios
 Sinopse: Sequência às aventuras da equipe dos Guardiões enquanto eles atravessam os confins do cosmos. Os Guardiões têm que lutar para manter sua recém-descoberta família unida enquanto desvendam o mistério da real ascendência de Peter Quill. Antigos inimigos se tornam aliados e os personagens favoritos dos fãs das clássicas histórias em quadrinhos virão para ajudar nossos heróis à medida que o Universo Cinematográfico da Marvel continua a se expandir.


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Depois de alguns meses do lançamento, finalmente vou falar sobre um dos melhores filmes de herói que assisti esse ano. 'Guardiões da Galáxia Vol 2' foi uma empreitada divertida, emotiva e muito eletrizante. Com suas cenas de batalha irreverente, personagens nada convencionais e história extremamente egoísta, essa gangue de desajustados é sem dúvidas o melhor grupo que a Marvel já teve a brilhante ideia de trabalhar nas telonas.


Peter Quill (Chris Pratt) e seu bando de amigos desajustados estão executando um serviço para a nobre/egocêntrica raça de alienígenas, Soberanos. A missão era apenas derrotar uma criatura interdimensional que se alimenta de energia. Mas o que começa com algo simples e fácil de resolver, tornar-se uma verdadeira caça de gato e rato. Acontece que Rocket apronta um de seus furtos ainda na terra dos Soberanos e uma perseguição se inicia. Forçados a pousar, a equipe acaba se separando, enquanto um estranho ser chamado Ego, surge para Quill trazendo revelações sobre quem ele realmente é.

James Gunn conseguiu criar um enredo engraçado e dramático sem tornar ambas as características banais. Sua separação no roteiro e tão brilhante que nada dentro do filme me pareceu forçado. Toda a comédia que é desenvolvida, até nos momentos mais inoportunas, parece certa e bem inserida. 'Guardiões da Galáxia Vol 2' me fez rir do começo ao fim, e isso é muita coisa levando em consideração a carga emotiva que o longa tem. Com seus heróis devidamente apresentados desde o primeiro filme, agora o diretor teve espaço para trabalhá-los mais separadamente, de maneira que todos os membros desse grupo possuem sua própria saga dentro da trama. Eu diria que o longa é bem mais individual do que grupal, embora a temática principal seja o laço entre os protagonistas e a construção familiar que eles formam. A distinção dentro da trama é bem evidente, de forma que cada membro dos Guardiões, parece ter um pedaço do filme para contar sua história, e eu achei isso brilhante e diferente. Levando-se em consideração um grupo de personagens em um roteiro que tem que acontecer no máximo em duas horas de desenvolvimento, Gunn executou com muita perfeição todos os detalhes.

Os efeitos especiais estão tão legais e coloridos quanto o do primeiro filme e nesse quesito o longa também não pecou ou perdeu pontos. Sua trilha sonora casa excelentemente com todas as cenas, desenvolvendo-se cada vez melhor com todo o fundo que a história possui.


No quesito interpretação, como disse, todos os personagens são bem apresentados e possuem seu espaço no decorrer do filme, mas quem roubou a cena para mim foi sem dúvidas Zoe Saldana (Gamora) e Karen Gillan (Nebulosa). Embora em núcleos separados, em grande parte do enredo, as duas tem um desenvolvimento grandioso, não só antes do desfecho, como também no começo. Sua história interligada faz com que o telespectador mantenha aquela ansiedade pelo reencontro, e que de fato, agradou. Toda a relação das duas ou a maneira como vão crescendo juntas. Eu sem dúvidas poderia dizer que esse filme foi inteiramente sobre elas. Sem contar que ambas deixam bem clara a presença de Thanos, nosso esperado vilão de 'Vingadores', por todo o filme. Ele torna-se apenas uma presença, mas em diversos momentos, extremamente palpável.


Mas destaco também Rocket (Bradley Cooper) e Yondu (Michael Rooker) que também tiveram um arco interessante a desenvolver. O personagem de Rooker principalmente. Pode não parecer, mas ele é mais protagonista da história do que todos os Guardiões juntos, e vendo o filme você irá compreender porque.


E como esquecer do brilhante, fofo e inusitado Baby Groot (Vin Diesel)? Quando eu penso que eles não podem ser mais incríveis no desenvolvimento desse personagem, eles são. Groot não foi só o alivio cômico de toda a trama, como também protagonizou uma série de cenas que com certeza marcam como as melhores que já vi no cinema. A primeira principalmente, enquanto ele dança despreocupadamente durante um combate contra a fera interdimensional. Sério gente, essa cena é espetacular de diversas maneiras. Mas não vamos estragar a magia de conhecê-la pessoalmente. 'Guardiões da Galáxia Vol 2' já é figurinha mais que indicada para todos assistirem. Diversão na medida certa, com muita ação e drama inesperado. E claro, vale ressaltar que caso você vá aos cinemas, mantenha-se sentado na cadeira o máximo de tempo possivel. Temos cinco cenas pós-créditos. Algumas mais importantes do que outras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse-se