13 junho 2017

Resenha #144 - Sussurros do País das Maravilhas (Trilogia Splintered Vol 3.5)!





Título: Sussurros do País das Maravilhas
Coleção: Splintered Vol 3.5
Autora: A. G. Howard
Editora: Editora Novo Conceito
Ano: 2017
Especificações: Brochura | 272 páginas
ISBN: 13: 9788581634937
 Sinopse
Alyssa Gardner entrou na toca do coelho para assumir o controle do seu destino. Ela sobreviveu à batalha pelo País das Maravilhas e pelo seu coração. No conto O Menino Na Teia, a mãe de Alyssa relembra o período em que viveu no País das Maravilhas e resgatou o homem que se tornaria seu marido e pai de sua filha. No A Mariposa No Espelho, conhecemos as lembranças de Morfeu, de quando ele mergulhou nas memórias de Jeb para descobrir os segredos dele e tentar ganhar, de uma vez por todas, o disputado coração de Alyssa. No Seis Coisas Impossíveis, Alyssa revive os momentos mais preciosos de sua vida após Qualquer outro lugar, e sobre o papel mágico que desempenhou para preservar a felicidade daqueles que ela ama. Neste livro você encontrará três contos de lembranças inéditas e inesquecíveis. Junte-se novamente aos personagens da série O Lado Mais Sombrio e embarque no fantástico mundo do País das Maravilhas.

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


RESENHA POSTADA ORIGINALMENTE NO BLOG DE CARA NAS LETRAS

Esse livro é para fãs, ou pelo menos é como eu descreveria. Se você nunca leu a trilogia 'Splintered', provavelmente a importância dessa obra será totalmente irrelevante. Mas caso tenha lido, prepare-se para mergulhar em aventuras antes não contadas, cheias de drama e emotividade, que fazem o leitor transbordar de muito carinho em revisitar um cenário tão obscuramente atraente, com personagens tão fortes e cativantes. 'Sussurros do País das Maravilhas' é uma leitura envolvente, que me prendeu desde o primeiro instante, cada vez mais enquanto as páginas passavam.


E se você pudesse revisitar o passado e futuro dos personagens de 'O Lado Mais Sombrio', você gostaria? Esse livro é uma coletânea integrada por 3 contos exclusivos que a autora escreveu trazendo mais algumas informações e explicando pontos chaves na trama que os fãs tinham curiosidade de saber. São eles: Menino na Teia, A Mariposa no Espelho e Seis Coisas Impossíveis.

A Mariposa no Espelho já havia sido publicado antes pela Novo Conceito em formato digital. Vou discorrer um pouco de cada um agora.



MENINO DA TEIA

Nesse conto, iremos conhecer o passado da personagem Alisson, mãe da protagonista de 'O Lado Mais Sombrio'. Aqui, veremos a jornada de Alisson no País das Maravilhas e as escolhas que ela faz para proteger o garoto que ela ama.


Os contos são sempre narrados em primeira pessoa e esse foi o ápice deste para mim. Ter visto a narrativa tão de perto, de uma das personagens que eu mais tinha curiosidade de conhecer, foi maravilhoso e emotivo. A história me envolveu desde o primeiro instante. O ritmo da leitura é muito angustiante, de forma que mesmo dentro de poucas páginas, você já sofre com cenas de ação e drama mediadas da melhor forma. A autora soube mediar bem o espaço entre ambos núcleos, não tornando a leitura enfadonha ou arrastada em momento algum. Pelo contrário. A história de Alisson se transformou em prequel que eu gostaria de ler mais, saber mais sobre como tudo começou e as dificuldades que ela enfrentou para deixar esse mundo cheio de perigos.



A MARIPOSA NO ESPELHO

Quando Jeb sacrificou tudo para salvar Alyssa da selvageria do País das Maravilhas, suas lembranças foram retiradas. Agora, ele nunca mais saberá das origens de Alyssa, e nem mesmo as loucas provações de um mundo ao qual nunca poderia se adequar. Morfeu. por sua vez, quer acesso a estas lembranças, não só para conhecer mais de seu rival na corrida pela conquista do coração de sua amada rainha, como também para provar certos pontos de vistas pessoais. Estaria ele pronto para abrir mão de sua felicidade pela felicidade de outra pessoa? Ele se rebaixaria a raça humana que tanto esnoba? Qual o preço de amar?


A narrativa começa sobre o ponto de vista de Morfeu; personagem este que é um misto entre bondade e maldade; loucura e sanidade, aderindo a uma personalidade complexa. Para os leitores, está aproximação e ambiguidade pode tanto ser positiva quanto negativa. Morfeu de fato é um personagem que não me conquistou. Embora a autora atraia justificativas para a ações dele, eu pessoalmente não fui convencido. Egoísta, egocêntrico e extremamente manipulador, é da natureza do próprio personagem essa ambiguidade, que infelizmente não me cativou.

Por outro lado, voltei a me identificar nas situações e decisões tomadas por Jeb. Heroico, justo e protetor, Jeb é o amigo fiel que todos gostariam de ter. Suas ações ficam ainda mais verdadeiras quando desta vez, o leitor mergulha com profundidade em seus sentimentos. Sua personalidade se mostra ainda mais correta e crua.



SEIS COISAS IMPOSSÍVEIS

No último conto, dedicamos nosso tempo a conhecer um pouco mais sobre diferentes eventos envolvendo a vida de Alyssa após e antes dos acontecimentos de 'O Lado Mais Sombrio'. Esses contos são narrados por ela em forma de lembrança, sendo dividido em 2 grandes momentos: sua mortalidade e sua imortalidade. A primeiro passo conhecemos mais sobre sua vida com Jeb e sua família, para depois conhecer as descobertas e confusões ao lado de Morfeu, trazendo cenas muito bonitas envolvendo seu casamento e o nascimento de seus filhos.


Esse conto para mim teria sido espetacular se fosse um pouco mais curto. Não que tenha achado enfadonho, mas algumas partes me pareceram repetitivas demais; coisas que já haviam sido exploradas nos livros da série. Mas no geral, amei cada instante. A leitura foi muito cheia de emoção. A medida que nos envolvíamos com as situações de sua vida com Jeb, cheias de muito romance e diálogos repletos de carinho e afeto, por outro lado, tínhamos as tiradas sexys e irônicas com Morfeu, em um cenário louco e impressível. E esse é o ponto alto desse momento da narrativa. A. G. Howard é brilhante em reinventar uma mitologia tão rica e mágica, dotado do impossível para encantar seu leitor. E embora eu não tenha me apegado aos casais, em especifico, gostei muito da intensidade retratada em cada lembrança; do sentimento vívido estampado nas páginas.

Como disse no começo dessa resenha, esse livro é feito estritamente para fãs. Se você não leu a trilogia, recomendo. Apesar do foco no triângulo amoroso, a mitologia e o reconto valem cada página de enrolação romântica que os personagens venham a apresentar. Sem contar no forte sentimentalismo que está impregnado em cada página da série, fazendo o leitor se identificar com os personagens imperfeitos e cheios de dúvida.



Casada e mãe de dois adolescentes, Anita divide seus dias entre passar o tempo com sua família e escrevendo o seu próximo livro. Quando não está escrevendo, Anita gosta de patins, esquiar na neve, jardinagem e família.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse-se