15 novembro 2017

Resenha #169 - A Estrela da Meia Noite (Jovens de Elite Vol 3)!






Título: A Estrela da Meia Noite
Coleção: Jovens de Elite Vol 3
Autora: Marie Lu
Editora: Rocco
Ano: 2017
Especificações: Brochura |256 páginas
ISBN: 13: 9788579803437
 Sinopse
Adelina Amouteru sobreviveu à febre do sangue, fez uso de seus dons, formou seu próprio exército, vingou-se de seus traidores e conquistou a vitória. Mas seu reinado triunfante está ameaçado, e o inimigo não vem de fora; a sede de vingança da jovem levou seu lado cruel e sombrio a sair do controle, e ela terá que curar antigas feridas se quiser manter tudo o que conquistou. No desfecho da eletrizante trilogia Jovens de Elite, Marie Lu coloca sua protagonista diante de uma nova ameaça que a levará a revisitar fatos dolorosos do seu passado e a fazer uma aliança arriscada e difícil. Será que Adelina está preparada para se transformar na estrela da meia-noite e, finalmente, conhecer a paz?
Cortesia Grupo Editorial Rocco (Selo Rocco Jovens Leitores)


**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Um final digno, para personagens dignos. Marie Lu encerra com maestria sua trilogia de fantasia gótica que narra as aventuras e a construção de uma vilã. Uma das obras mais sentimentais que li em 2017, com uma pitada de adrenalina e realidade assustadoramente atraente.


Nesse terceiro volume Adelina está no topo, tendo conquistado tudo aquilo que mais queria. Seu único anseio é amarrar as pendências que deixou com seus antigos amigos e novos inimigos. Mas encerrar seus assuntos não será tão fácil. Quando os Jovens de Elite começam a sofrer uma espécie de efeito colateral devido aos seus dons, Adelina firma alianças improváveis com esses mesmo rivais em busca de reaver o equilíbrio de seu mundo, de seus dons, antes que seja tarde demais para todos e o planeta seja devorado pelos deuses.

Eu achei que 'A Estrela da Meia Noite' teve uma significação e um dos finais mais doloridos dos YAs que li até hoje com o mesmo gênero ou algo parecido. Marie Lu não se poupa em narrar a história de uma personagem que tem tudo para fazer você odiá-lá por suas ações, ao mesmo tempo que torce pela sua felicidade. Aos poucos, esse jogo de ódio e amor vão se tornando constante por toda trilogia, principalmente nesse volume final. Os elementos são bem explorados, seus personagens bem desenvolvidos e toda a atmosfera sombria traz para a obra um charme só seu. Estou realmente encantado pelo fato de ter me apegado a história de uma vilã. Nesse ponto a autora conseguiu ser genial. Adelina foi tudo o que deveria ser e mais um pouco. Sua jornada está repleta de sangue e sombras e mesmo assim, de alguma forma, a protagonista mantém um brilho todo atrativo que ganha o leitor mais e mais a cada página.

Tudo que compôs a trama me agradou, desde o clima mais sombrio, as cenas mais pesadas ou personagens cheios de profundidade que são humanamente falhos como qualquer pessoa real. O lance maravilhoso nessa trilogia e justamente isso: nem os bonzinhos são bons. Todo mundo tem escuridão e luz dentro de si. Achei o desfecho muito plausível, asfixiantes e ao mesmo tempo impactante.

Adelina, assim com outros personagens feito: Magiano, Rafaelle, Violet, Maeve e até mesmo Teren, possuem diversas camadas e eu amo isso em protagonistas, secundários e antagonistas. Eles mudam, crescem, fazem besteira e ai mudam de novo. As modificações de seus personagens vai do começo até o fim da trama. Lu é muito poética quanto a essas transformações. Além de narrar cenas chaves, ainda marca o leitor com lembranças embargadoras.

'A Estrela da Meia Noite' foi uma leitura poética, com muita mitologia, fantasia, ação, drama pesado e debates inesgotáveis sobre diferença e diversidade. Marie Lu prova nessa trilogia que até mesmo matar personagens deve ter um significado forte dentro da história, seja ele principal ou não e eu me encantei por cada momento que li.



Escreve romances jovens-adultos, e tem um amor especial por livros distópicos. Antes de se tornar uma escritora em tempo integral, era diretora de arte em uma empresa de jogos. É formada na Universidade do Sul da Califórnia, e atualmente vive em Los Angeles.




11 comentários:

  1. Eu nunca li nada da autora justamente por que tenho um enorme preconceito com livros YA por que parece que tenho dedo podre para escolher livros desse gênero, por que vira e meche acabo escolhendo um para me decepcionar :v
    Já ouvi falar muito bem dessa autora, talvez seja hora de dar meu braço a torcer e tentar mais uma vez.
    xoxo

    Planeta 94

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jason!
      O caso é você arriscar sem ir com muita expectativa. Comece a ler sem esperar muito. Pode te surpreender.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Olá, David.
    Pleo jeito a autora continua deixando nossos corações apertados nos finais de trilogia. Aconteceu isso em Legend que amei. Mas essa trilogia eu não gostei tanto. Só li o primeiro livro e acho que fui com muita sede ao pote e acabei me decepcionando. Não sei se vou da continuidade.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil!
      Eu li o primeiro sem qualquer expectativa, então talvez tenha sido por isso que eu gostei tanto. Espero ler Legend em breve. Tenho os 3 aqui.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

      Excluir
  3. Oiii David

    Eu li o primeiro e o segundo da trilogia e gostei demais, adoro essa personalidade diferente e controvertida da Adelina. Acho que nunca havia lido nada com uma protagonista assim, que mescla em si mesma o bem e o mal com tanta coerência. Louca pra conhecer esse final e saber que surpresas Marie Lu reservou.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice!
      Pois é. Eu fiquei muito intrigado quando conheci a personagem. Ela muito ambigua. Não da pra definir uma coisa só pra Adelina. Mas ela tem uma jornada bem digna.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

      Excluir
  4. Olá, tudo bem? Esse gênero literário não é meu favorito, porém tem alguns livros (ou triologias, neste caso) que me deixam muuuito curiosa. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  5. Oi Davdi, só leio resenhas positivas dessa série! Uma fantasia gótica parece bem diferente! Fico feliz que o final tenha sido bom, me deixa mais animada pra começar rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi!
      Recomendo muito <3

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

      Excluir
  6. Oi
    que bom que gostou do desfecho dos livros, quase não li nada falando da história, mas legal que achou ela com um tom poético e até fiquei curiosa também.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. É muito bom fechar com chave de ouro uma história. Nunca li essa trilogia, mas já me apaixonei por essa capa :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir

Expresse-se