25 agosto 2017

Resenha #157 - Monstros da Violência Vol 1: A Melodia Feroz!



Título: A Melodia Feroz
Coleção: Monstros da Violência Vol 1
Autora: V.E. Schwab Victoria Schwab
Editora: Seguinte
Ano: 2017
Especificações: Brochura |384 páginas
ISBN13: 9788555340413
 Sinopse
Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unir para conseguir sobreviver.

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Destoante, diferente e enigmático, essas são as características que usaria para descrever ‘A Melodia Feroz’, um dos livros que mais aguardei ler aqui no Brasil. Lançado pela Editora Seguinte, a obra premia o leitor com um enredo envolvente, verdadeiro, sem drama romântico e personagens que por mais diferente, trabalham bem em equipe e trazem uma química arrebatadora.

O mundo foi dominado pela violência. A cada ato sujo cometido pelo homem, um monstro nasce, aumentando suas características mortíferas de acordo com o crime que se sucedeu. As grandes cidades foram tomadas pelo medo e pela brutalidade e é nessa sociedade em que iremos conhecer August e Kate

August nasceu da violência, mas não deseja praticá-la. Filho adotivo do líder da revolução, junto com sua família tenta conter os criminosos e os monstros que ameaçam a vida dos cidadãos mais carentes. Por outro lado, Kate só quer provar o quão merecedora é de estar ao lado de seu pai. Hacker é o maior líder da zona nobre de sua cidade e controla todos os monstros do lugar, de forma que está sempre cercado pela brutalidade. E Kate também quer ser brutal, embora ainda não saiba como convencê-lo de que é tão forte quanto ele.


Ambos os lados, tanto o de Kate, quanto o de August, vivem sobre uma trégua que já dura há anos. Mas isso está prestes a mudar. Os monstros estão ficando mais maliciosos e anseiam pelo sangue. Seriam Kate e August capazes de impedir o desastre que está por acontecer?

Fascinante é a maneira mais superficial que eu teria para descrever ‘A Melodia Feroz’. Com um enredo diferente de diversas fantasias que já li, Victoria Schwab encanta o leitor com suas tiradas imprevisíveis e personagens apaixonantes. Em um mundo criado a partir de muita brutalidade e trevas, quem você seria dentro dessa sociedade? A autora questiona esse valor não só pela visão humana, como também pela ótica de um personagem que também é um monstro. A todo instante ela está fazendo contrastes, diferenciando personalidades, de maneira que todos os participantes dessa história possuem uma característica muito única e propriamente sua, tornando-os inconfundíveis. Gostei da mitologia, da narrativa fluída e viciante e do final arrebatador. Mal consigo conter minha ansiedade pelo próximo volume desta duologia.

Meu empecilho nesse enredo aconteceu apenas nas primeiras cinquenta páginas, enquanto tentava digerir a maneira como a protagonista age. Kate é muito maliciosa e teimosa e está a todo instante tentando se provar merecedora de reconhecimento, de forma que não mede esforços ou atitudes para conseguir alcançar esse objetivo. Dessa maneira algumas de suas decisões me deixaram um pouco apático demais com a personagem. Entretanto, isso vai se modificando conforme o enredo se desenvolve e o leitor vai conhecendo-a melhor. Jogar alguém com tais características em uma cidade assolada por monstros, foi uma tirada surpreendente da autora. Mas não o ponto mais alto para mim. Estava sentindo falta de livros YA onde tivéssemos também meninos participantes da história. Não criticando as protagonistas femininas (eu amo elas), mas de vez em quando, eu sinto carência por parte dos garotos da trama, que em sua grande maioria servem apenas para atrasar a mocinha ou como par romântico. Com August não. Você começa a leitura imaginando algo e do nada a história vai se transformando e tomando rumos inesperados. Completamente diferente de Kate, ele é passivo e controlado, mas por traz de tanto controle esconde as trevas que tentam lhe tragar. E isso foi maravilhoso de vê, porque tornava o contato, não só dele com o central do livro, como também com os outros personagens, imprevisível. 

A Melodia Feroz’ tem um ritmo instigante e uma pegada pesada e sombria, perfeita para quem gosta de um suspensezinho básico (bem raso mesmo). Tendo uma construção narrativa que parece seguir realmente as tonalidades de uma música, descendo e subindo escalas musicais, Victoria Schwab já me ganhou e me conquistou com esses personagens impressionantes e ousadia na hora de arriscar em uma fantasia onde o foco não seja interesse ou envolvimento amoroso deles (NÃO TEM BEIJO NESSE LIVRO NÃO HEIN!). Ela só provou que não precisa-se de um romance arrebatador ou clichê para criar uma história marcante, única e viciante.




Victoria é o resultado de uma mãe britânica, um pai de Beverly Hills e uma educação sulista. Por causa disso, ela é conhecida pelo seu sotaque. Ela também conta histórias, além de amar contos de fadas, folclore e histórias que a fazem imaginar se o mundo realmente é o que parece.




12 comentários:

  1. Oi David!
    Quero muito conhecer essa história tbm!
    Não nego que curto um romance, mas a trama parece ser bem construída e diferente!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol!
      Eu curto muito romance também. Mas em YA isso tem ficado batido, do mocinho ser um problema ou só complemento para a personagem feminina. Por isso to feliz com o trabalho da Victoria nesse. Espero muito ler a continuação rapido. E espero que leia esse tambem *-*

      Abraços
      David

      Excluir
  2. Oi, David!
    Ainda não li esse livro, mas quero muito.
    Já vi que até como Victoria a Schwab não foca no romance. #AMEM
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra ao livro Depois do Fim autografado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!
      Em Um Tom Mais Escuro de Magia a coisa também é assim? Se foco em casal? Porque se for eu já amei e ja quero tambem *-*?
      Leia muito essa duologia. Eu amei o primeiro.

      Abraços
      David

      Excluir
  3. Já ouvi tanto críticas positivas como negativas desse livro. Gostei de saber que você gostou bastante da leitura :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Primeiramente: como eu ainda não conhecia este blog tão lindo e maravilhoso? Estou encantada!

    Segundo, eu também não conhecia este livro e estou apaixonada pela sua resenha! Não ter um romance para constituir uma bela história é fascinante e preciso ler um livro assim. Gostei de trazer a questão reflexiva sobre quem você seria na sociedade.
    Já estou anotando a dica porque amei a sua resenha e o livro parece ser tão fantástico. E claro, ainda estou encantada por esse blog tão lindo!

    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigado *-* Fico realmente feliz que tenha gostado do blog e ainda amado a resenha e o livro. Espero que isso faça você conhecer, ler e se apaixonar. E depois pode voltar aqui para surtamos juntos \o/

      Abraços
      David

      Excluir
  5. Olá!! Esse livro tem um enredo bem interessante, já li várias resenhas positivas. Parece mostrar o bem e o mal da sua sociedade e como tudo pode se acabar. Adorei a resenha!! Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
  6. Olá, ótima resenha. Eu até tinha um pé atrás com esse livro por causa dessa coisa da violência e tal, mas aí eu li outro livro da autora, Um tom mais escuro de magia, onde ela conseguiu fazer algo fantástico ao dar vida à magia, então acho que ela também deve ter feito algo fantástico com o universo de A melodia feroz. Agora quero muito ler esse livro.

    petalasdeliberdade.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marijleite!
      Ainda não li Um Tom Mais Escuro de Magia, mas quero muito. Espero começar a trilogia ainda esse ano. Espero gostar mas já fiquei feliz que ela criou algo diferente com a magia la! Ja vou correr *-*

      Abraços
      David

      Excluir
  7. Oiii David

    Essa autora está fazendo um sucesso danado e pelo visto todos os seus livros seguem a mesma linha de originalidade + história impactante. Adorei ler a resenha, com certeza quero conferir o livro, creio que irei gostar muito. Espero que publiquem logo a continuação.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice!
      To aqui na expectativa para que saia logo! PRECISO MUITO DESSA CONTINUAÇÃO.

      Abraços
      David

      Excluir

Expresse-se