25 setembro 2017

Cinema #36 - It: A Coisa!





Título: It: A Coisa 
Gênero: Terror
Direção: Andy Muschietti
Elenco: Anthony Ulc, Ari Cohen, Bill Skarsgård, Chosen Jacobs, David Katzenberg, Edie Inksetter, Finn Wolfhard, Geoffrey Pounsett, Jack Grazer, Jackson Robert Scott, Jaeden Lieberher, Javier Botet, Jeremy Ray Taylor, Logan Thompson, Megan Charpentier, Nicholas Hamilton, Owen Teague, Pip Dwyer, Sophia Lillis, Stephen Bogaert, Steven Williams, Tatum Lee, Wyatt Oleff
Roteiro: Chase Palmer, Gary Dauberman, Stephen King
Produção: Barbara Muschietti, Dan Lin, David Katzenberg, Roy Lee, Seth Grahame-Smith
Duração: 135 min.
EstúdioKatzSmith Productions, Lin Pictures, Vertigo Entertainment
 Sinopse: Quando as crianças começam a desaparecer na cidade de Derry, no Maine, as crianças do bairro se unem para atacar Pennywise, um palhaço malvado, cuja história de assassinato e violência remonta há séculos.

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Comédia misturada com terror, essa foi uma pedida muito boa para minha opinião no remaker excelentemente produzido de 'It: A Coisa', adaptação da obra com mesmo nome do autor Stephen King. Se você não gosta de palhaços, esse filme com certeza vai ter deixar apavorado, e se você não liga, vai passar a não gostar.


A pequena cidade de Derry, no interior do Maine é uma simples cidade pequena onde nada parece acontecer, até que uma série de desaparecimentos e assassinatos começa a ocorrer. As vítimas? Crianças. Bill (Jaeden Lieberher) acaba sendo vítima dessa onda de desaparecimentos. Seu irmão, Georgie (Jackson Robert Scott), acaba sumindo em uma tarde chuvosa e nunca sendo encontrado. Enquanto Bill e seus amigos investigam o sumiço do menino, eventos assustadores começam a acontecer sempre interligados a figura de uma palhaço. Conseguiriam eles dá cabo de tal situação?

Andy Muschietti com certeza capturou um ambiente semelhante a série 'Stranger Things'. O longa tem todo um clima de parceria infantil e medo inesperado. Por todos os núcleos o temor do que pode acontecer na próxima cena vem perseguindo o telespectador, não resguardando um só instante para respirar mais aliviado. Nem mesmo no final, quando tudo parece ainda muito incerto quanto ao destino das crianças. 'It: A Coisa' foi o primeiro filme de terror que me arrisquei a assistir nos cinemas, devido a justamente não gostar de palhaços, e confesso, fiquei apavorado em certos momentos. O palhaço Pennywise (Bill Skarsgård) é apavorante, figurativo e muito malvado. Em cada cena, apesar de não ter muitos adultos participando da ação, o sangue é livre e as crianças sempre estão em situações complicadas. Na realidade, o filme já começa com algo tenebroso. O desaparecimento do personagem Georgie é chocante e mete já um clima totalmente inesperado no longa.

Bill Skarsgård é o pior pesadelo que você pode imaginar. O ator não só estava espetacular no papel, como interpretou um vilão a altura de seus heróis. 


Todo o núcleo principal infantil foi nada menos que maravilhoso. A química entre os atores, suas falas, seus dramas particulares, as brincadeiras. Eu tenho certeza que esse filme se tocaria excelentemente bem mesmo sem qualquer elemento sobrenatural. Destaque novamente para Finn Wolfhard, que interpreta Richie, e foi sem dúvidas o melhor alívio cômico que esse filme poderia pedir. Mas não se iluda. Apesar de ter bastante comédia, as partes são muito bem separadas. Quando o assunto é terror, a cena é sobre terror. E isso tem constantemente, com todos os personagens, nas mais inesperadas situações.



'It: A Coisa', para os fãs de terror, daquele bem mais hard, não é o filme mais assustador, já que tudo que acontece é apenas uma introdução para o pior que está por vir. Para mim, um iniciante em tal gênero, já foi muito e no limite e eu gostei. Teve susto, risada e drama tudo na medida certa, dosada por um elenco cheio de química e efeitos bem executados. É quase como se eu estivesse vendo uma versão mais sombria de 'Stranger Things', onde a produção não teme trazer muito sangue e quem sabe perder alguns braços.


6 comentários:

  1. Oi, David!
    Minha curiosidade sobre o filme falou mais alto que o medo de palhaço. Ri demais na história, mas foi cada susto que só Deus na causa..
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe das promoções em andamento e ganhe prêmios maravilhosos

    ResponderExcluir
  2. Oi
    não assisto filmes que envolvem terror, mas não nego que estou curiosa com esse filme, porque estão falando tanto dele que me interessei, mas não sei se irei assistir. Que bom que gostou de assistir o filme.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, David.
    Tenho lido as resenhas do filme e tem bastante gente falando sobre esse humor no filme. Eu não vou assistir porque eu li esse livro quando era criança e desde então morro de medo de palhaços. Mas pela primeira vez estou vendo elogios a uma adaptação do King hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oi, David!

    Eu queria assistir ao filme (a história parece ser muito boa!), mas ao mesmo tempo morro de medo de filmes de terror e só de assistir ao trailer já levei uns sustos HAHAHA mas quem sabe um dia eu tome coragem!

    Beijos,
    Isa
    Viciadas em Livros
    Participe do Amigo Secreto Literário do Viciadas em Livros

    ResponderExcluir
  5. Oi David! Realmente não é assustador, mas é tenso, né? Eu adorei, Stranger Things bebeu muito na fonte do King, agora entendemos pq deu certo rsrsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. oi David!
    Admiro a coragem de vocês em gostarem de ver e ler sobre terror. Sou uma pessoa nervosa e sou capaz de não dormir depois de me entregar a uma leitura que acelera e massacra meus neurônios :)
    Com certeza passaria o filme todos levando susto atrás de susto.
    Por enquanto deixo minha coragem adormecida.
    Beijinhos
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir

Expresse-se