27 setembro 2017

Cinema #37 - Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar!





Título: Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar
Gênero: Fantasia/Ação/Aventura
Direção: Espen Sandberg, Joachim Rønning
Elenco: Adam Brown, Ben O'Toole, Brenton Thwaites, David Wenham, Finn Ireland, Geoffrey Rush, Golshifteh Farahani, Goran D. Kleut, Javier Bardem, Jessica Green, Johnny Depp, Kaya Scodelario, Kevin McNally, Mahesh Jadu, Martin Klebba, Nico Cortez, Orlando Bloom, Paul McCartney, Robert Morgan, Stephen Graham, Travis Jeffery, Zoe Ventoura
Roteiro: Jay Wolpert, Jeff Nathanson, Stuart Beattie, Ted Elliott, Terry Rossio
Produção:Jerry Bruckheimer
Duração: 129 min.
EstúdioWalt Disney Pictures
 Sinopse: Na nova trama, Jack Sparrow (Johnny Depp) corre perigo de vida depois que O capitão Salazar (Javier Bardem), um antigo inimigo, monta um exército de piratas fantasmas para tentar exterminar todos os piratas do mundo. A única chance de escapatória do herói é encontrar o Tridente de Poseidon e com ele controlar todo o mar.

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


Apesar das cenas eletrizantes, enredo interessante e retornos inesperados, 'Piratas do Caribe 5: A Vingança de Salazar' apresenta um imenso problema centralizado na interpretação de Johnny Depp. Com falas sem graça, uma péssima interpretação e piadinhas toscas de duplo sentido ou machistas, o filme provavelmente é o mais fraco da franquia, tendo a certeza que não teremos mais do velho capitão dos mares, já que o ator não se prestou a um papel digno nesse capítulo. Uma pena. Era uma das minhas franquias cinematográficas favoritas.

A vida do capitão Jack Sparrow (Johnny Depp) corre perigo mais uma vez. Um antigo rival, Capitão Salazar (Javier Bardem) retorna de sua prisão trazendo um verdadeiro exército de piratas fantasmas, em busca de reaver a bússola que Jack carrega e exterminar todos os piratas. A única chance de escapatória de Jack está em localizar uma relíquia jamais encontrada pelo homem: o Tridente de Poseidon, capaz de controlar os mares. Com a ajuda de amigos inesperados, e grandes reviravoltas, o capitão inicia mais uma corrida de vida ou morte por águas perigosas.

'A Vingança de Salazar' tinha tudo para ser um filme épico, prometendo um reencontro e quem sabe uma nova franquia ainda mais emocionante. Com efeitos magníficos, tendo até uma cena especifica onde eles rejuvenescem Depp (e isso ficou espetacular), o quinto filme da franquia 'Piratas do Caribe' foi ruim, embora seja o que tenha apresentado o enredo mais coerente com a primeira trilogia, ou que traga os novos personagens mais interessantes.


A grande porcentagem de erro desse filme ficou por conta da a péssima atuação de Depp. Seu personagem foi totalmente descaracterizado, assumindo uma identidade bêbada que não passa de boba e desnecessária. Em cada cena que aparece, ou está forçando a barra demais para parecer engraçado, ou está fazendo piadas inúteis que parecem sempre querer diminuir a personagem de Kaya Scodelario (Carina Smyth). São diálogos que a mim não passaram de machistas e sem qualquer sentido, sabendo o histórico que o personagem já tinha de parceria com mulheres. Nesse filme, a essência de um dos meus personagens favoritos, não estava presente. Tudo se perdeu em uma interpretação mal executada e sem dúvidas, horrível, cometida pelo ator, que em diversos momentos da trama não parece se importa a mínima com um trabalho de qualidade. São tempos terríveis para Depp que tem tido uma queda considerável em sua carreia. Primeiro a decepção com sua atuação de Chapeleiro Maluco em 'Alice Através dos Espelhos', e agora mais uma gaffe.

O mesmo, felizmente, não pode ser dito dos personagens de Scodelario e de Brenton Thwaites (Henry) que foram espetaculares. A química dos atores apareceu desde a primeira cena, e eles se desenvolveram muito bem e rápido, mesmo com todas as falhas do roteiro. Sou sincero dizendo que o filme seria muito melhor se Jack, nesse caso, fosse alguém mais secundário, e não o foco de tudo. O desenvolvimento desses dois personagens novos e sua interligação com as histórias passadas do universo, são espetaculares. Thwaites protagonizou uma cena com certeza inesquecível, marcando talvez o retorno de dois personagens icônicos. Para mim, a cena pós-crédito do longa foi a melhor e pagou cada segundo que gastei vendo Depp afundou meu pirata favorito.


O vilão feito por Barden também estava digno. Salazar estava a altura do antigo Capitão Sparrow, e embora ele não estivesse presente em nenhum momento desse filme, o ator executou excelentemente seu papel como antagonista e surpreendeu em tiradas inesperadas.


A Disney caprichou na computação gráfica e em quase 80% do roteiro a história e plausível, mas peca pelo péssimo trabalho do ator principal ou através de falas estupidas que inferiorizam a mulher. Um filme com tanto potencial, perder por pontos tão ridículos.


4 comentários:

  1. Oi David!
    Que pena essa questão do Depp :'(
    Eu ainda n vi esse novo filme, mas vc me deixou apreensiva!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, David!

    Nunca assisti Piratas do Caribe, porque não é muito meu gênero... Que pena que o filme te decepcionou um pouco com a atuação do Johnny Depp e as piadinhas machistas. Realmente isso é bem desnecessário :(

    Beijos,
    Isa
    Viciadas em Livros
    Participe do Amigo Secreto Literário do Viciadas em Livros

    ResponderExcluir
  3. Eu assisti e confesso que não gostei tanto também. Achei muito mais do mesmo.. e o Depp estava nada a ver, sei lá, já vi papéis ou cenas melhores dele..

    http://www.vivendosentimentos.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, David.
    Acredito que tudo tem que ter uma hora para terminar. E acho que essa franquia já teve a sua. Principalmente depois de tudo o que aconteceu envolvendo o ator. Eu não fui assistir e nem pretendo.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Expresse-se