01 novembro 2017

Cinema #39 - Thor Ragnarok!





Título: Thor Ragnarok
Gênero: Ação
Direção: Taika Waititi
Elenco: Amali Golden, Anthony Hopkins, Ashley Ricardo, Benedict Cumberbatch, Cate Blanchett, Charlotte Nicdao, Chris Hemsworth, Clancy Brown, Georgia Blizzard, Idris Elba, Jaimie Alexander, Jeff Goldblum, Karl Urban, Mark Ruffalo, Rachel House, Ray Stevenson, Shalom Brune-Franklin, Tadanobu Asano, Taika Waititi, Tessa Thompson, Tom Hiddleston, Zachary Levi
Roteiro: Christopher Yost, Craig Kyle, Eric Pearson
Produção: Kevin Feige
Duração: 130 min.
EstúdioMarvel Entertainment, Marvel Studios, Walt Disney Pictures
 Sinopse: Thor está aprisionado do outro lado do universo sem seu poderoso martelo e precisa correr contra o tempo e para evitar o Ragnarok — a destruição de sua terra natal e o fim da civilização de Asgard pelas mãos de uma nova e poderosa ameaça, a impiedosa Hela. Mas antes ele deve sobreviver a um duelo mortal numa arena de gladiadores onde seu adversário é um antigo aliado e colega Vingador - o Incrível Hulk.

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


O terceiro volume da franquia 'Thor' foi sem dúvidas uma piada inacabável. Marvel pegou realmente o jeito para criar humor, mas isso nem sempre funciona. No caso de 'Thor Ragnarok', a fórmula tão apreciada em 'Guardiões da Galaxias', não rolou tão bem e destoou muito do clima mais sério dos volumes anteriores, sem dizer que algumas cenas pareceram super forçada em um visual onde parecia que se destacava mais quem fizesse maior tempo em tela inventando piadas.


Depois dos acontecimentos de 'Vingadores: A Era de Ultron', Thor (Chris Hemswoth) inicia sua jornada de volta para Asgard após ter visões onde seu mundo é completamente destruído. Ao visitar os reinos, acaba se deparando com mais e mais conflitos que o levam a ser aprisionado no inferno asgardiano, lar dos gigantes do fogo e do temido Sutur, o monstro que anuncia o Ragnarok, o fim dos deuses. Agora, com a queda de seu mundo e o retorno da poderosa deusa da morte, Hela (Cate Blanchett), Thor precisará firmar novas alianças em busca de proteger seu lar e as pessoas que restam nele.

'Thor Ragnarok' é um filme divertido, irreverente e fraco. Para mim, um dos piores depois da trilogia 'Homem de Ferro' (pois é, nunca gostei dos filmes do Tony Stark). Apesar do ar engraçado, sendo esse um dos grandes eventos mais bombásticos antes do 'Guerra Infinita', todo o ar de comédia acabou estragando a seriedade do longa e em momento algum eu senti impacto pelas mortes ou me envolvi nas lutas. Pelo contrário, tudo parecia tão animado, que mais parecia uma junção de danças do que uma batalha mortal entre dois deuses. Eu pessoalmente acho que a Marvel pecou fatalmente em tentar transformar 'Thor' em algo semelhante a 'Guardiões da Galáxia'. Lá a fórmula de criar batalhas com muito humor funciona bem; com o deus do trovão, este foi um erro, e eu não descreveria como mais do que fraco; 'Thor Ragnarok' é sem dúvidas o filme mais fraco de super heróis de 2017 para mim.


Desde a divulgação dos trailer que não esperei qualquer fidelidade com a HQ e isso não me chateou, confesso. Algumas cenas de ação, a exemplo, a da Valquíria (Tessa Thompson) contra Hela, foram muito bem executadas: pesada, com efeitos dignos e uma fotografia muito linda. Era esse tipo de clima que eu aguardava para o Ragnarok, um acontecimento tão tenso no universo Marvel. Mas o roteiro pareceu se preocupar em transformar todos os personagens em comediantes, até mesmo o que participam com muita rapidez, como foi o caso do Dr. Estraho (Benedict Cumberbatch). Na realidade, parecia uma regra obrigatória todo mundo tentar fazer graça, e isso me incomodou, muito. Porque como mencionei, pareceu destoar totalmente em algumas cenas que não tinha condições de caber tanta piada. Uma pena, já que o time Thor não teve espaço para desenvolvido devido a tanta comédia. Na realidade, nem parecia uma continuação e muito mais um novo começo, bem mal iniciado, sou sincero a dizer.


Enfim, 'Thor Ragnarok' agradou muita gente, inclusive a crítica. Sinceramente, a mim, essa fórmula de piadinhas infantis e combates desenfreados, não me convenceu e eu preferiria que os personagens tivessem tido mais tempo mostrando seu drama ao invés de tentando criar comédia.

4 comentários:

  1. Oi, David!
    Pra quê esse rancor no coração??? hahahhahahha Eu já sabia que esse filme não seria tenso só pelo trailer colorido demais pra um filme de Thor
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu!
      Isso nao foi um filme e aventura; foi um circo, uma palhaçada. Todo mundo tentando ser engraçado, sem ter graça. Decepção. Nao sei como o povo pode ter a audacia de dizer que esse é o melhor trabalho da Marvel até agora. Por favor, Guardiões tras humor muito mais plausivel que isso.

      Abraços
      David

      Excluir
  2. Olá!
    Confesso que não é meu gênero de filme favorito, ainda mais com essa capa... a sinopse não me interessou também.

    Beijos,
    Meise.
    Viciadas em Livros

    ResponderExcluir
  3. Oi Davi, tudo bem? Então, eu gostei hehehehehhe não achei o melhor filme da Marvel, não desenvolveram a vilã bem, mas confesso que curti mais que o segundo filme rsrsrsr mas entendi perfeitamente seu ponto de vista!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Expresse-se