17 novembro 2017

Cinema #40 - Sing: Quem Canta Seus Males Espanta!





Título: Sing Quem Canta Seus Males Espanta
Gênero: Animação
Direção: Garth Jennings
Elenco: Asher Blinkoff, Beck Bennett, Jay Pharoah, Jen Faith Brown, Jennifer Saunders, John C. Reilly, Jon Robert Hall, Laura Dickinson, Leslie Jones, Matthew McConaughey, Nick Kroll, Nick Offerman, Peter Serafinowicz, Reese Witherspoon, Scarlett Johansson, Seth MacFarlane, Taron Egerton, Tori Kelly
Roteiro: Garth Jennings
Produção: Christopher Meledandri, Janet Healy
Duração: 108 min.
EstúdioUniversal Pictures
 Sinopse: Thor está aprisionado do outro lado do universo sem seu poderoso martelo e precisa correr contra o tempo e para evitar o Ragnarok — a destruição de sua terra natal e o fim da civilização de Asgard pelas mãos de uma nova e poderosa ameaça, a impiedosa Hela. Mas antes ele deve sobreviver a um duelo mortal numa arena de gladiadores onde seu adversário é um antigo aliado e colega Vingador - o Incrível Hulk.

**********************************************************************
AVALIAÇÃO PESSOAL
**********************************************************************


'Sing - Quem Canta Seus Males Espanta' parece a primeira vista uma animação despretensiosa que não chama muita atenção: engana-se quem pensar assim. A mensagem desse desenho é linda, apesar de clichê e apresenta uma gama de personagens diversos que apesar de representados por animais, podem fazer o telespectador se identificar com seus dramas e ambições.


Buster Moon sempre foi um coala sonhador. Desde pequeno, seu pai o inspirou a amar o teatro e ansiar por produzir seus próprios shows. Mas a vida real não é tão fácil quanto os sonhos. Quando Moon está a beira da falência, uma ideia inesperada pode salvar seu teatro e seu sonho, ou arruiná-lo de vez. Agora, valendo um prêmio gordo de dinheiro, Buster tentara com os poucos recursos que tem encontrar talentos em uma competição de canto, enquanto conta os minutos para saldar suas dívidas e permanecer no teatro.

Ja quero adiantar que amei essa animação. Cheguei a vê o trailer meses antes dele propriamente sai nos cinemas, e isso infelizmente não me atraiu a conferi-la mais rápido, achando que seria só mais um desenho com temática batida. Estava terrivelmente enganado. 'Sing - Quem Canta Seus Males Espanta' merece aplausos pela originalidade de falar sobre problemas da vida real e sobre pessoas da vida real. Seus personagens não tentam lidar com problemáticas mirabolantes ou fantásticas: eles apenas enfrentam o que qualquer pessoa na vida enfrenta: timidez, cuidar da família, pressão familiar e legados, luta para tentar atingir seus sonhos ou conseguir uma carreira de sucesso dentre outras coisas. Fazia tempo que acompanhava uma animação que mexia tanto comigo a ponto de eu me envolver pelos personagens e pelo fato de estarem cantando constantemente. Me senti na pele tanto de Buster, quanto de Meena (a elefanta que sofre por ser tímida). São eventos complexos em uma trama simples guiada por musicas e uma trilha que embalam o telespectador, desde as músicas mais pops ou mais originais.

O visual da animação também é muito bem desenvolvido. Seus traços em 3D foram excelentemente executados e em diversos momentos me lembrou muito de 'Zootopia', principalmente devido a construção de Buster, que esta constantemente tentando não desistir de seu sonho.


O ponto máximo para mim aqui foram as personagens Roseta, nossa mãe atarefada que não tem tempo de correr atrás do que quer devido ao cuidado diário com a  família, Ash, nossa adolescente que sofre em um relacionamento abusivo, e Meena, minha personagem favorita e a melhor, tentando lidar com a timidez enquanto corre para realizar seu sonho.



Como mencionei são mensagens clichês, de fato, mas ao mesmo tempo são tão verdadeiras e pertinentes. Seus personagens em sua grande parte me davam inspiração para continuar, não desistir (sim, tenho queda por coisas motivacionais).

'Sing - Quem Canta Seus Males Espanta' está mais que indicada com pontos extras pela coragem de se aventurar na originalidade trabalhando musicas pops atuais de uma maneira divertida, humorada e tocante.


5 comentários:

  1. Respostas
    1. Oi Lu!
      Não é? Tem um tom alto astral muito bom. Vc se senti bem vendo <3 Eu amei.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

      Excluir
  2. Oi, David.
    Ainda não tinha ouvido falar da animação, mas fiquei com vontade de conferir. O que mais gostei foi o fato de ter uma certa proximidade com a vida real além de parecer ser bem divertida. Espero conferir logo, logo.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sávio!
      Sim, tem muita diversão e musica. Pra quem gosta de musical é um prato cheio.

      Abraços
      David
      http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

      Excluir
  3. Oi David!
    Está na minha lista, quero ver sim! Adoro animações, com música então <3
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir

Expresse-se